ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Luz da ciência: suas vacas são canhotas ou destras?

PRODUÇÃO

EM 27/11/2018

1
10

*Artigo de Rick Grant, do Miner Institute

Suas vacas são canhotas ou destras? blush O comportamento de lateralidade é comumente observado em vacas leiteiras. O gado expressa a lateralidade naturalmente ao escolher de que lado se deitar ou de que lado da sala de ordenha entrar. Com o passar dos anos, percebemos que essa preferência por um lado sobre o outro reflete realmente a especialização cerebral dos hemisférios esquerdo e direito. Por exemplo, o hemisfério direito do cérebro lida com medo e ansiedade (ou seja, emoções negativas); o hemisfério esquerdo processa emoções positivas e memórias de longo prazo.

Devido a essa relação entre a lateralidade e as funções muito diferentes dos hemisférios direito e esquerdo do cérebro, os behavioristas* acreditam que a expressão de uma preferência lateral está relacionada ao estado emocional da vaca e o que elas percebem como estressante ou até mesmo ameaçador em uma determinada situação. 

Um estudo sobre lateralidade conduzido por pesquisadores australianos chamou minha atenção na última edição da Applied Animal Behavior Science (2018. 207: 8-19). Eles avaliaram o estado emocional e o nível de estresse em vacas leiteiras usando um "teste de lateralização forçada". Isso parece complicado, mas essencialmente as vacas foram solicitadas a decidir de que lado da pessoa passar quando caminhavam na pista do galpão. A pessoa era alguém que os animais nunca tinham visto antes. Eles ficaram no meio de uma pista de retorno, onde as vacas saíam da sala de ordenha após a ordenha da tarde. A pista tinha 4,3 metros de largura e cerca de 23,5 metros de comprimento.

Veja como eles interpretaram a escolha feita pelas vacas: se uma vaca passasse pela pessoa desconhecida pelo lado direito, vendo-a com o olho esquerdo, que está ligado ao lado direito do cérebro, isso indicava que a vaca era mais suscetível ao estresse e à ansiedade, com base na biologia conhecida. Claro, o oposto seria o caso das vacas passando pela pessoa pelo lado esquerdo. Pesquisas anteriores mostram que a maioria das vacas, especialmente as subordinadas, usa preferencialmente o olho esquerdo para ver uma situação ou pessoa que vê como uma ameaça.

Então, o que eles observaram durante o teste de lateralidade forçada? Era mais provável que as vacas que passavam pelo lado direito, usando o olho esquerdo para ver a pessoa desconhecida, ficassem ansiosas, levantassem ou dobrassem a cauda, farejassem o chão ou andassem mais devagar comparadas às vacas que passavam pelo lado esquerdo.

Além disso, as vacas que passavam pelo lado direito eram mais propensas a passar sem se virar para olhar para a pessoa, elas normalmente passavam em fila única e eram mais propensas a defecar. Em contraste, as vacas que passavam à esquerda olhavam para a pessoa à medida que passavam e tinham maior probabilidade de passar em pares, em vez de uma de cada vez. Elas pareciam menos ansiosas e estressadas.

Curiosamente, as vacas de maior produção tinham maior probabilidade de passar pelo lado direito. Não se sabe exatamente por que isso acontece, mas pode ser que as vacas estressadas com níveis mais altos de produção de leite sejam mais ansiosas e prefiram ver a pessoa desconhecida com o olho esquerdo (que está ligado ao hemisfério direito do cérebro que processa medo e ansiedade).

A decisão de escolher um lado sobre o outro para passar pela pessoa nova pela pista parece ser repetível e consistente, e é na verdade uma estratégia de enfrentamento que permite que as vacas lidem mais eficazmente com um estressor ambiental ou fonte de ansiedade. Os pesquisadores também avaliaram o posicionamento da orelha como um indicador de ansiedade ou estresse, mas concluíram que era variáveis demais para ser úteis na fazenda.

Os resultados deste estudo mostraram que as vacas que passam por uma pessoa desconhecida pelo lado direito são mais propensas a serem ansiosas e têm mais chances de serem vacas de maior produção. Mais estudos sobre o papel da lateralidade no comportamento da vaca leiteira e como ela sinaliza seu grau de conforto com o que a rodeia são necessários. Mas parece seguro concluir que monitorar de que lado uma vaca passa rotineiramente por uma pessoa desconhecida ou alguma outra fonte de estresse ou ansiedade pode ser útil na fazenda para detectar vacas ansiosas ou estressadas. Curioso não?

*Behaviorismo, também conhecido como comportamentalismo, é uma área da psicologia, que tem o comportamento como o principal objeto de estudo.

Artigo de Rick Grant, do Miner Institute, publicada no Dairy Herd Management e traduzido pela Equipe MilkPoint. 

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

WESLLEY

CURITIBA - PARANÁ - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 03/12/2018

Muito legal essas informações
Sou inceminador moro no Paraná em Curitiba gostei de saber um pouco mais