ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Inseminação Artificial em bovinos: o que é e como ter sucesso?

POR RAFAELA CARARETO POLYCARPO

PRODUÇÃO DE LEITE

EM 03/12/2007

2 MIN DE LEITURA

5
0

Atualizado em 25/03/2021

O que é inseminação artificial?

A inseminação artificial é uma técnica na qual o sêmen é introduzido artificialmente dentro do corpo uterino da vaca na ocasião do cio, visando uma futura prenhez.

 

Quais são as vantagens da Inseminação Artificial?

As maiores vantagens da inseminação artificial são:

  • Viabilização do uso de touros provados de melhor valor genético para transmissão de características desejadas em um determinado rebanho;
  • Elimina os custos e o perigo envolvidos na manutenção de um touro na fazenda;
  • Diminui o risco de transmissão de doenças transmitidas sexualmente e de defeitos genéticos;
  • Há um benefício que se acumula com o passar dos anos.


Com a adoção da inseminação artificial, um sistema eficaz de identificação das vacas e das datas dos cios e inseminações deve ser implantado. A manutenção acurada dos dados tem um papel chave no desenvolvimento de um bom manejo reprodutivo na fazenda. Estes dados também podem ser utilizados por associações de produtores para a criação de uma importante base de dados.



Quando inseminar uma vaca no cio?

Uma recomendação comum de manejo do melhor período para a inseminação é conhecida com regra da "manhã-e-tarde": vacas observadas em cio de manhã são inseminadas na mesma tarde, e vacas em cio durante a tarde são inseminadas na manhã seguinte.

A inseminação artificial ou monta natural podem gerar uma prenhez somente se os espermatozóides estão "no local correto e na hora correta". Os oócitos são liberados dos ovários de 10 a 14 horas depois do fim do cio e podem sobreviver não fertilizados por 6 a 12 horas. Todavia, os espermatozóides podem viver até 24 horas no trato reprodutivo da vaca.

No caso de monta natural, a vaca e o touro podem ser colocados juntos algumas horas depois que a vaca aceitou monta até quando ela não aceita mais ser montada (Figura 1).

Figura 1. Tempo de inseminação ou monta natural para vacas em cio. (Adaptado de Wattiaux).
 

quando inseminar uma vaca no cio


Fatores que afetam a taxas de concepção

Os principais fatores associados com baixa taxa de concepção (menos que 50%) nas fazendas leiteiras são: 

  • Problemas na detecção de cio;
  • Problemas relacionados a monta natural ou inseminação artificial;
  • Problemas com a vaca;
  • Problemas relacionados a nutrição.

Mais de 90% das vacas de um rebanho deveriam receber menos de três serviços para emprenhar. Veja cada um dos fatores que podem interferir abaixo:

Problemas relacionados a detecção de cio

  • Falha na detecção de cio em uma vaca;
  • Inseminar ou cobrir um animal que não esta em cio;
  • Tempo incorreto do serviço;
  • Erros de identificação de um animal, causando erros nos dados.


Problemas relacionados a monta natural ou inseminação artificial:

  • Touro com baixa fertilidade;
  • Uso incorreto da técnica de inseminação artificial.


Problemas com a vaca


Problemas relacionados a nutrição

RAFAELA CARARETO POLYCARPO

Profa. Dra. Universidade de Brasília - UnB

5

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

HÉRICLES ZOTELLI DE OLIVEIRA

GOIÂNIA - GOIÁS

EM 17/03/2010

RAFAELA, muiton bom seu artigo. Gostaria que me tira-se uma duvida se possivel. Qual o tempo, que o sptz leva desde a sua deposição no final da cervix. até chegar na tropa uterina ?
RAFAELA CARARETO POLYCARPO

PLANALTINA - DISTRITO FEDERAL - PESQUISA/ENSINO

EM 06/03/2009

Prezado Eberth Vieira Marques da Silva,

Boa colocação. O momento exato da aceitação da monta é sem dúvida muito importante para se obter sucesso na inseminação artificial.
Muito Obrigada!
EBERTH VIEIRA MARQUES DA SILVA

BELEM - ALAGOAS - INSTITUIÇÕES GOVERNAMENTAIS

EM 23/02/2009

Rafaela,
Gostei do seu artigo. Penso ser importante definir e inseminação em relação ao exato momento de aceitação da monta, como forma de deixar claro a informação.
MAXWEL DA COSTA SILVEIRA

ARARUAMA - RIO DE JANEIRO - REVENDA DE PRODUTOS AGROPECUÁRIOS

EM 13/12/2007

Boa tarde Rafaela. Parabéns por explicar como uma IA é feita, pois muita gente acha que é só inseminar que já está prenha. Valeu como você apresentou
como deve ser feito p/ obter uma IA com sucesso.

Obrigado.
JOÃO CARLOS DE ABREU GUIMARÃES

SÃO PAULO - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 03/12/2007

Prezada Rafaela,

Primeiramente gostaria de parabenizá-la pelo artigo. Sintético mas muito objetivo. Pretendo implementar a inseminação artificial na minha fazenda e gostaria de saber qual é a taxa média de concepção nesta técnica na primeira tentativa, considerando a não ocorrência das situações descritas em seu artigo como "Causas de baixas taxas de concepção".

Grato,

João Carlos Guimarães

<b>Resposta da autora:</b>

Jõao,

Alguns pesquisadores apontam de taxas médias de concepção 60 a 65% de para sêmens não sexados e 45 a 55% para sêmen sexado.

Rafaela Carareto
MilkPoint AgriPoint