ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Papilomatose bovina: uma doença autolimitante

POR RENATA DE OLIVEIRA SOUZA DIAS

PRODUÇÃO

EM 01/02/2002

37
3
Conhecida também como Figueira, Verruga, Verrucose, Fibropapilomatose e Epitelioma contagioso, a papilomatose é uma doença cosmopolita que está intimamente associada à imunidade celular do rebanho acometido. Esta doença infecto contagiosa apresenta uma elevada prevalência nos rebanhos das mais variadas regiões do nosso país.

A papilomatose é causada por vírus da família Papovaviridae, gênero Papilomavírus. A literatura descreve 6 diferentes tipos do vírus que podem acometer os bovinos.

Tabela 1- Vírus da Papilomatose bovina



Os vírus são ainda divididos em dois grupos antigenicamente diferentes:

* grupo A (tipos 1, 2 e 5) - originam fibropapilomas
* grupo B (tipos 3, 4 e 6) - originam papilomas epiteliais

Caracteriza-se por lesões tumorais epiteliais benignas que desvalorizam os animais no momento da venda devido à depreciação do couro, predisposição à ocorrência de feridas e miíases, favorecimento de uma ordenha incompleta, acúmulo de sujidades na região do úbere e teto, e ainda, devido ao seu caráter infeccioso, representa um risco de transmissão do vírus aos demais animais do rebanho.

As verrugas variam de tamanho e número. A coloração varia do negro ao branco acinzentado. O pescoço, cabeça, periferia dos olhos e tetos são, geralmente, as áreas mais afetadas. Podem ainda, localizar-se no esôfago (causando timpanismo crônico), boca, língua, região genital e bexiga (causando hematúria crônica). Infecções secundárias podem advir sob a forma de micoses, miíases e infecções bacterianas.

Os animais jovens são mais susceptíveis, todavia todas as faixas etárias podem ser atingidas. Dentre as raças, a Holandesa (Preto e Branco) apresenta uma maior predisposição às Verrucoses.

Levantamentos epidemiológicos citam que, além do estado imune da população, outros fatores influenciam a ocorrência da Papilomatose, dentre eles o sistema de criação confinado. Muitas vezes os bezerros são contaminados pelo método utilizado para identificação dos animais, tais como tatuagem e marcadores de orelha. A transmissão da doença pode ser feita de animal - animal (direta) ou indireta, através das moscas, carrapatos, cercas, cochos de alimentação, cochos d’água, cordas, equipamentos utilizados para marcação (identificação), equipamentos de ordenha, ... Os animais acometidos são o próprio reservatório da doença. Entretanto, para que ocorra a transmissão, é necessário que haja alguma lesão na pele do animal a ser contaminado, seja ela causada por um pequeno trauma, por ectoparasitas, ou até mesmo, lesões decorrentes dos raios ultravioletas do sol. O período de incubação varia de dois a seis meses, dependendo do tipo de papovavirus envolvido, da dose viral, da rota de contaminação e, logicamente, da imunidade do hospedeiro.

O aspecto da lesão já leva ao diagnóstico da doença. Nos casos onde é necessário a identificação do agente etiológico, deve-se fazer uma imunofluorescência direta.

A questão do tratamento da lesão é muito polêmica, justamente por se tratar de uma doença autolimitante. Desta forma, em alguns animais, certos tratamentos apresentam ótimos resultados, enquanto que em outros, não tem efeito.

Os métodos que alcançam os melhores resultados são a retirada cirúrgica e cauterização das lesões com nitrato de prata; vacina autógena (caráter curativo); auto-hemoterapia; e um produto desenvolvido pela Embrapa, Coronel Pacheco – MG. Além dessas alternativas citadas, poderíamos fazer uma enorme lista de produtos utilizados a campo na tentativa de resolver este problema (que algumas vezes funcionam sem ao menos terem relação com a doença).

Na realidade, a papilomatose é um problema que causa prejuízos econômicos e transtornos de manejo nos rebanhos acometidos. Assim sendo, a melhor alternativa é enfatizar os métodos de controle, dentre eles:

* não adquirir animais com papilomas
* enfatizar o controle de moscas
* manejar por último os animais afetados
* realizar a desinfecção de agulhas, seringas e materiais utilizados para retirada do teto extra em bezerras
* uma opção em rebanhos com alta incidência de papilomas no teto de novilhas é a utilização de pomada repelente na região do futuro úbere.


Fonte: Heidrich, H.J. Diseases of the mammary glands of domestic animals. Saunders: Philadelphia, 1967 (p.77)

Fonte:
MELO, C. B. Papilomatose Bovina. Escola de Veterinária da UFMG, Setembro/ 1996.
Cattle Warts Bovine Papillomatosis www.agcom.purdue.edu/AgCom/Pubs/VY/VY-58.html

Onde saber mais:
CAMPO, N. S. Infection by bovine papillomavirus and prospects for vaccination, Trends in Microbiology, v.3, n.3, 1995.

RENATA DE OLIVEIRA SOUZA DIAS

37

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

OSWALDO ACCORSI MIRANDA

TEÓFILO OTONI - MINAS GERAIS - TÉCNICO

EM 11/03/2019

Sou Médico Veterinário Homeopata e tenho resultados excelentes com tratamento homeopático.
JOSÉ ALOÍSIO DIAS PEREIRA PRINCE

SOLEDADE DE MINAS - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 29/01/2019

Fiz a auto-hemoterapia 1 vez por semana, 4 semanas seguidas e apliquei marca branca. foi excelente
JOÃO LEONARDO PIRES CARVALHO FARIA

MONTES CLAROS - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 29/01/2019

Excelente material, é uma das patogenias mais comuns nos rebanhos brasileiros, e existem vários e vários tratamentos e pouco conhecimento sobre a eficiência de cada um!
NÚBIA RIBEIRO

LAVRAS - MINAS GERAIS - ESTUDANTE

EM 25/01/2019

Muito bom o texto! Eu faço aplicação de vacina em bezerras acometidas, tem funcionado bem!
ULISSES FERREIRA FRANCO

ITURAMA - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 23/07/2018

Estou com uma vaca com essa doenca, Figueirinha, já apliquei vários remédios e nada, alguém tem uma dica.
CAROLINA MIRANDA

EM 25/01/2018

Tem perigo do papilomavírus pega na gente pois temos um boi doente cheio de verrugas fico agradecida ser responder
JOSÉ ALOÍSIO DIAS PEREIRA PRINCE

SOLEDADE DE MINAS - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 25/01/2018

Olha Carolina, já manuseei muitas medicações e encostei a mão nas verrugas e nunca me pegou, mas imediatamente lava as mãos e braços com sabão.
Consegui vender barato os outros bezerros.Apareceu em outros dois menores, imediatamente apliquei Verruclean e aprendi também aplicar Tormicina LA
Tem Veterinário que fala que não adianta, mas está dando resultado.
JOSÉ ALOÍSIO DIAS PEREIRA PRINCE

SOLEDADE DE MINAS - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 25/11/2017

Estava com 7 bezerro/as com verrugas, coloquei brinco de cobre, e usei este remédios verru...., duas melhoraram e já liberei pra pasto maior. Ficaram 5 que mantenho-os em um piquete isolados....aplico também spray a base de amônia.Tem que ter muita paciência e persistência.Tirei meu touro 3/4 de Holandes e coloquei Gir puro.




UDSON SÉRGIO

BARRA MANSA - RIO DE JANEIRO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 12/09/2017

A vaca que possui papiloma pode transmitir para seu bezerro por vias como placentaria, ou através do leite?

Obrigado!
JOAO PAULO

MARINGÁ - PARANÁ - ESTUDANTE

EM 06/09/2017

Sobre o uso do brinco de cobre, ha estudos que comprovam, só não explica o porque.  

   O cobre e usado na agricultura para combater fungos e alguns tipos de bactérias (caldas de cobre). teria tbm oo cobre o poder de combater virus hpv???  bem, isso so estudos aprofundados e que podem dizer, mas a questão e que o uso de brinco da bons resultados e aqui vai um estudo cientifico.


LUIZ VERISSIMO

CONSELHEIRO LAFAIETE - MINAS GERAIS

EM 27/08/2017

olha vou lhes dizer o que ja fiz, e deu certo, eu faço de uma só vezcom o animal dominado/amarrado ou no tronco, como vcs acharem melhor.. estes 3 tratamento e é batata, seu gado vai ficar com o pelo limpissimo..depois pode me dizer..

      1 furar em uma das orelhas da bezerra com um fio de cobre, pode ser fio de luz, é só descascar ele,  e dei um nò, com um alicate ficando parecendo um brinco;

     2 arranquei umas tres verrugas, e passei oleo queimado no local para evitar bicheiras, acredito que o organismo da bezerra produziu ante corpus e atacou o restante até desaparecer..pois mesmo tirando as berrugas, as raizes ficam e o organismo passa a combater o corpo estranho

     3  como é um virus, peguei uma vacina que combate a pailoma, vende umas de 30ml,  e apliquei 1 ml a +- 1 cm de distancias de cada  berruga, podem acreditar com 15 dias secaram todas e se puxar elas saem na mao nao deixando cicatriz.

     4  espero que possa ter ajudado os seu animais. abraços
LUCAS BRANDÃO-GONÇALVES

PESQUISA/ENSINO

EM 30/11/2016

Estou com uma novilha Jersey, cabeceira, que deu essas malditas verrugas no ubere e na virilha. Tem umas enormes no ubere. O veterinário indicou Formopet e clorobutanol. Já fazem 10 dias que estou aplicando spray e injetando 10ml de clorobutanol. Até agora nada.. estou pensando em cauterizar algumas verrugas com uma faca quente, pra ver se ela produz anticorpos, o que acham?



Bruno, estou tentando te adicionar no Whatsapp, por favor me adicione, quero conversar sobre esta sua técnica. O numero é 067992557388. Vlw.
JOÃO SERIGIOLI NETO

ACRELANDIA - ACRE

EM 15/10/2016

Aqui no Acre pega o animal e amarra um fio de cobre no pescoso e as verrugas desaparece, não é simpatia mas as verrugas some todas por causa do fio de cobre no pescoço, aqui só curamos assim.
BRUNO SOUZA

SÃO GOTARDO - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 09/08/2016

É simples e fácil e não precisa gastar nenhum real com produtos milagrosos vou compartilhar somente experiência ao longo de anos sofrendo e tendo que vender os animais pra corte, possuo animais da raça holandesa e posso dizer é comprovar como se faz.E o seguinte imobilize o animal aplique uma dose de analgésico para acalmar o animal e em seguida use uma faquinha com contorno redondo chamada de rineta que na verdade se usa para fazer casco e então coloque em cima da verruga e puxe arrancando somente a verruga sem afundar para não arrancar a carne e faça com cuidado perto dos olhos boca sempre com o couro esticado para facilitar a remoção, não tenha pressa pois vc terá que refazer o serviço em alguns dias para não maltratar o animal em seguida da retirada aplique sobre todas feridas iodo10% para queimar depois aplique spray prata para não juntar parasita depois vá aplicando o spray alguns dias depois verifique se não sobrou alguma que vc não viu e arranque o resto faça até acabar com todas na região dos tetos tenha bastante cuidado e vá tapando o teto com uma lâmina bem afiada depois de retirar coloque iodo depois o spray e seja feliz. Meu wattszap e 34988394319 não sou veterinário somente faço nos meus animais e conheço profissionais especializados em retirada no corpo inteiro na minha região tem profissionais capacitados e não acredite em produtos milagrosos.
BRUNO SOUZA

SÃO GOTARDO - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 09/08/2016

Já fiz tudo o que comentaram mas tenho resultado comprovado 100% em minha propriedade e de várias pessoas utilizando um método simples que vc não precisa gastar nenhum real.E o seguinte imobilize o animal e com uma faquinha de fazer casco chamada de rineta aquela fechada ao meio com cuidado coloque em cima de uma verruga e puxe cortando a verruga ela vai ser arrancada facilmente, tenha paciência para retirar e cuidado se não pode arrancar a carne tome cuidado perto dos olhos boca e nos tetos faça uma pequena cirurgia raspando as tetas com faça bem afiada depois jogue iodo 10% para curar faça novamente dentre uns 10 dias e coloque spray prata para não juntar parasitas e fazer e ser feliz e não desanime com animais com muita verruga. Meu watts e 34988394319
JOAO PAULO

MARINGÁ - PARANÁ - ESTUDANTE

EM 01/05/2016

EYDSON SANTANA

CAMPO GRANDE - MATO GROSSO DO SUL - TÉCNICO

EM 21/02/2016

Temos usado aqui no Mato Grosso do Sul

À homeopatia da Real H

O produto Papilomazim tem resolvido vários tipos de casos e grau de desafios

O importante é o manejo muito fácil de usar o produto

E não deixa Resíduos nem causa intoxicação.

Recomendo.
JONATHAS VILELA

UBERLÂNDIA - MINAS GERAIS - REVENDA DE PRODUTOS AGROPECUÁRIOS

EM 09/03/2015

Tenho feito o controle em vários clientes com o uso de homeopatia, dosagem cavalar, e também associação de hemoterapia, tenho encontrado resultado de até 90% de eficácia com aproximadamente 120 dias.

Animais mais puros como holandês por exemplo, o resultado é mais demorado, mas é importante ressaltar que, o método de manejo se torna muito importante, como, separação de animais infectados e o não reuso de seringas nestes animais.
SEBASTIÃO CARLOS FILHO

NOVO BRASIL - GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 12/11/2014

Se já existe cura para vários tipos de verrugas tais aquela plana ou colada no animal que até no momento nenhum tipo de medicamento faz efeito sobre elas, e se tiver vacina como posso adiquirir.
DUARTE DE VARGAS FERREIRA

VITÓRIA - ESPÍRITO SANTO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 08/11/2014

Olá bom dia,

No momento estamos fazendo vacinas, já retiramos verrugas e mandamos pró laboratório. Também compramos vacinas deles e aplicamos. Estamos fechando um mês de tratamento. Quando fechar o tempo pedido para a chamada cura, volto a falar com vocês. Segundo informação essa vacina é curativa e não preventiva, o que requer um trabalhão para filtrar e separar as que estão reagindo positivamente. É realmente uma praga esse vírus.
SEBASTIÃO CARLOS FILHO

NOVO BRASIL - GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 07/11/2014

Sebastião Carlos Filho

Novo Brasil - GO.

Só quero saber o que esses pesquisadores estão fazendo para eliminar está doença por que já existe há muitos anos, até hoje não conseguiu uma cura definitiva. Conluio dom laboratórios fabricantes de remédios que nunca é eficaz, já que existe vários tipos de papilomatose e os remédios combate alguns tipos.