ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Somalis Brasileira, símbolo de resistência às condições climáticas adversas

POR BONIFÁCIO BENICIO DE SOUZA

PRODUÇÃO

EM 24/05/2012

6
0
Dentre as raças de ovinos deslanados destaca-se a Somalis Brasileira, que é uma raça pertencente ao grupo dos ovinos de "garupa gorda" de origem africana. É uma raça que apresenta boas características para produção no semiárido, ressaltando-se, nesse caso, a tolerância às condições adversas da região. Nesse sentido, se caracterizam como animais de porte pequeno com superfície corporal favorável à dissipação de calor, e aliado a isso apresentam uma reserva considerável de gordura na base da cauda o que lhes favorece a sobrevivência em condições de menor oferta de alimentos.

Figura 1 - Ovinos da raça Somalis Brasileira. Fonte: http://www.fazendainvernada.com.br/galeria.php



Silva et al. (1998) avaliaram as características: pesos e ganhos de peso, desde o nascimento até 112 dias de idade (desmame), e taxa de mortalidade em ovinos Somalis Brasileiro, criados em condições de caatinga, no Estado do Ceará. Nestes estudos concluíram que as ovelhas Somalis apresentam boa capacidade de adaptação às condições de pasto nativo, no semiárido brasileiro.

Em geral, os machos adultos pesam de 40 a 60kg e as fêmeas adultas de 30 a 50kg (http://www.arcoovinos.com.br/racas_links/somalis_brasileira.htm) sendo que com o melhoramento genético estes animais podem vir a apresentar peso bem mais elevado, como na Fazenda Invernada no Ceará (Figura 1) (http://www.fazendainvernada.com.br/galeria.php). A referida raça apresenta outras características semelhantes às demais raças deslanadas (Figura 2).

Figura 2 - Características de grupos raciais de ovinos de corte indicadas para o Nordeste Brasileiro.

Fonte:http://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/CaprinoseOvinos
deCorte/CaprinosOvinosCorteNEBrasil/racas.htm#topo



Barros et al. (2004) estudaram as características de crescimento de cordeiros F1 para abate no semiárido do Nordeste do Brasil, sob as condições de temperatura média anual de 28ºC, com médias mínima e máxima de 22ºC e 35ºC, e a umidade relativa média do ar de 69%. Foram utilizadas matrizes do tipo Sem Raça Definida (SRD), cruzadas com reprodutores das raças Somalis Brasileira e dois da raça Santa Inês. Os autores não verificaram diferenças entre os grupos genéticos com relação ao peso e ganho de peso (Figuras 3 e 4) e concluíram que os grupos genéticos ½ sangue Somalis Brasileira x SRD e ½ sangue Santa Inês x SRD são semelhantes quanto ao peso corporal e ao ganho em peso, do nascimento ao desmame e do desmame aos 140 dias de idade.

Figura 3 - Peso médio aos 112 (P112) e aos 140 dias de idade de cordeiros ½ sangue Somalis x Sem Raça Definida (SRD) e ½ sangue Santa Inês x SRD.



Figura 4 - Ganhos de peso médio do nascimento aos 140 dias de idade (GN140) e do desmame aos 140 dias de idade(GD140), de cordeiros ½ sangue Somalis x Sem Raça Definida (SRD) e ½ sangue Santa Inês x SRD.



Os cruzamentos com raças especializadas para produção de carne, como exemplo a raça Dorper, tem produzido bons resultados. Souza (2011) ao estudar o desempenho bioeconômico e características de carcaça de cordeiros mestiços Dorper x Santa Inês e Dorper x Somalis Brasileira, submetidos a um modelo de produção precoce, concluíram que cordeiros mestiços, oriundos de cruzamentos tendo as raças deslanadas Santa Inês e Somalis Brasileira como linha materna e a raça Dorper como linha paterna, podem ser utilizados com resultados satisfatórios para a produção de carne ovina sob o modelo biológico precoce por conciliarem bons níveis de ganho de peso e de eficiência alimentar e, reduzida idade de abate, associado a um grau de acabamento apropriado.

Considerações finais:

1 - A preservação dos recursos genéticos com elevado grau de tolerância ao calor é imprescindível para enfrentarmos os cenários futuros da agropecuária, levando-se em consideração o aquecimento global e as mudanças climáticas.

2 - O Brasil é um país de extensão continental, encontrando-se quase em sua totalidade na região tropical, estando assim sujeito aos maiores efeitos do aquecimento global, principalmente o semiárido que já apresenta condições ambientais adversas como temperaturas elevadas o ano inteiro e períodos de estiagens e secas severas. Carecendo portanto preservar as espécies e raças com maior grau de adaptação a estas condições e serem capazes de se ajustarem a situações piores e ainda produzirem satisfatoriamente.

3 - A raça Somalis Brasileira é composta por animais deslanados de elevada adaptação às condições do semiárido e que apresentam uma boa produção de carne e de pele de boa qualidade, podendo ser criada pura e apresentar bons resultados. Além disso, se mostrou uma boa raça para cruzamentos com animais SRD, como linha paterna e com raças de alta produção de carne (Dorper) como materna, produzindo bons mestiços. Dessa maneira, recomendamos maior divulgação e incentivo por parte dos órgãos governamentais, para difundir esse valioso patrimônio genético, que apresenta qualidades para produzir bem, mesmo em condições climáticas adversas.

Referências bibliográficas

BARROS, N.N.; VASCONCELOS,V.R.; LOBO, R.N.B. Características de crescimento de cordeiros F1 para abate no semiárido do Nordeste do Brasil. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.39, n.8, p.809-814, 2004.

SILVA, F.L.R.; ARAÚJO, A.M.; FIGUEIREDO, E.A.P. Características de Crescimento e de Reprodução em Ovinos Somalis no Nordeste Brasileiro. Revista Brasileira de Zootecnia, v.27, n.6, p.1107-1114, 1998.

SOUZA, D.A. Desempenho bioeconômico e características de carcaça de Cordeiros mestiços dorper-santa inês e dorper-somalis brasileiro submetidos a um modelo de produção precoce. 2011. 104f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza.

BONIFÁCIO BENICIO DE SOUZA

Professor Associado - UAMV/CSTR/UFCG, Bolsista de Produtividade do CNPq

6

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

EDUARDO MELLO BARROSO

ITAPIPOCA - CEARÁ - INSTITUIÇÕES GOVERNAMENTAIS

EM 26/03/2018

Segue meu email:
eduardombarroso@hotmail.com
Criador de somális no Estado do Ceará.
EDUARDO MELLO BARROSO

ITAPIPOCA - CEARÁ - INSTITUIÇÕES GOVERNAMENTAIS

EM 15/04/2016

Atendendo as solicitações, sou criador de somális brasileiro há 14 anos (Itapipoca / CE).

Registro meus animais mais também tenho animais de campo.

eduardombarroso@hotmail.com
ROBERTO M PACÍFICO

EM 23/04/2015

Gostari de saber se tem algum contato ou criador de somalis em Pernambuco
ROBERTO M PACÍFICO

EM 23/04/2015

Preciso saber qual área deve ser criado um somalis e qual o preço de um novinho
ELIANIO DE MORAES COELHO

JACOBINA - BAHIA - PRODUÇÃO DE OVINOS DE CORTE

EM 23/06/2014

Sou criador de Ovinos  Somalis Brasileiro na cidade de Jacobina-Ba. Por favor  solicito endereço e telefone de criadores de  ovinos  Somalis no estado da Bahia principalmente
ELIANIO DE MORAES COELHO

JACOBINA - BAHIA - PRODUÇÃO DE OVINOS DE CORTE

EM 17/06/2014

Se  possível  desejo  por ser criador de Somalis Brasileiro o telefone de criadores  desra raça no estado da Bahia ou Pernambuco

Obrifgad e mai l        vane2013@newnet.com.br