ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Gado Jersey: história, características e produção da raça

POR STEPHANIE ALVES GONSALES

PRODUÇÃO DE LEITE

EM 01/06/2021

2 MIN DE LEITURA

1
13

História da Raça Jersey

O mais conhecido e comentado entre os especialistas é que a raça Jersey é originária das Ilhas Jersey, localizada no Canal da Mancha, na Inglaterra.

O gado Jersey foi introduzido no Brasil no estado do Rio Grande do Sul, em 1896. O primeiro lote veio da granja Windsor, pertencente a rainha Vitória, da Inglaterra.

Após a primeira importação, vários outros criadores Brasileiros importaram embriões, sêmen e outros animais desta raça bovina, de inúmeros criatórios de Jersey pelo mundo.

A raça Jersey foi oficializada pelo Ministério da Agricultura do Brasil em 1930 e, em 1938, foi fundada a Associação de Criadores de Gado Jersey do Brasil, no Rio de Janeiro. Hoje a cede da associação se encontra em São Paulo.

 

Características da Raça Jersey

Embora sua origem antes de chega da ilha de Jersey seja controversa, presume-se que o gado Jersey seja oriundo do cruzamento entre o gado Negro da Bretanha e o gado Vermelho da Normandia.

A raça apresenta animais de porte pequeno, com peso médio de 350 kg para as vacas e 500 kg para os touros. Sua pelagem apresenta a cor parda, variando do amarelo-claro ao pardo-escuro. O focinho e a língua têm coloração preta escura, sua cabeça é pequena e os chifres são curtos. Como boa produtora de leite, apresenta úbere com boa conformação e proporcional ao tamanho do corpo.

gado jersey vaca

Os animais da raça Jersey são relativamente pequenos quando comparados às outras raças, o que permite que a taxa de lotação por hectare possa ser maior. As vacas Jersey têm como característica um primeiro parto mais precoce, além de facilidade para partos e apresentar um intervalo entre partos menor.

Quando falamos em manejo e adaptação, os animais da raça surpreendem. A raça Jersey apresenta boa adaptabilidade a todos os tipos de manejo e sistemas produção, produzem bem em qualquer tipo de clima, se adaptam com outras raças facilmente e assim como a raça Girolando, são animais dóceis e de fácil manejo.

 

Produção de leite da raça Jersey

Um diferencial da raça em relação a outras raças leiteiras é a composição do leite produzido, principalmente a porcentagem de gordura do leite. A produção da raça Jersey apresenta também melhor sabor e maiores percentuais de proteína e outros sólidos, tornando o leite mais nutritivo e o favorito de fábricas de derivados de leite, por proporcionar melhores resultados na produção de manteiga, iogurtes, sorvetes etc.

O manejo adequado vai ser o diferencial em qualquer raça, e, para o Jersey, permite que o animal expresse sua boa aptidão leiteira, produzindo acima de 2000 kg em 300 dias de lactação e com 5 a 6% de gordura.

As vacas Jersey são capazes de produzir de 12 a 15 kg de leite por dia, quando expostas a condições razoáveis. Linhagens superiores da raça, manejadas com mais cuidado, chegam a produzir mais de 25kg de leite diariamente.

E você, conhece ou têm alguma história ou experiência com a raça? Compartilhe com a gente! 

Referências

STEPHANIE ALVES GONSALES

Zootecnista formada pela Universidade Estadual de Maringá e pós-graduanda em Gestão do Agronegócio, Editora Assistente de Conteúdo MilkPoint.

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CAMILLA KANASHIRO

EM 02/06/2021

Linda raça! Ótima matéria!!!
MilkPoint AgriPoint