ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

EUA registra alta no consumo de lácteos

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 04/05/2021

2 MIN DE LEITURA

0
1

Para os mercados de commodities, a pandemia foi um choque que será lembrado por muito tempo. Para o mercado de queijos, a crise da Covid-19 impulsionou preços que não víamos desde o intervalo em 2009.

No começo deste ano, o mercado parecia com uma montanha-russa, com baixas e altas significativas nos preços. Com os estados começando a abrir e mais pessoas sendo vacinadas, o que devemos esperar de 2022?

Internamente, é possível observar um aumento no consumo de laticínios em comparação com o ano passado. Um dos principais motivos do declínio tão acentuado na demanda durante a pandemia foi a perda do negócio de restaurantes.

Indo para o final de 2019, o mercado de ações dos EUA estava escalando para novas máximas com uma baixa taxa de desemprego. A confiança do consumidor era forte e a população estava frequentando restaurantes e outros serviços de alimentação. Tudo isso acabou com a chegada do distanciamento social.

No que diz respeito aos restaurantes, a recuperação do segmento ainda está em jogo. Dados divulgados pelo OpenTable, o Serviço de Reserva de Restaurantes Online, relataram que as vendas dos restaurantes em janeiro caíram 60% em relação a 2019. Os dados atuais mostram que o tráfego de pessoas no restaurante caiu apenas 21% em relação à 2019.

Em relação ao uso de lácteos por restaurantes, houve um aumento no tráfego, refletido no mercado de manteiga. O uso comercial do derivado em fevereiro aumentou 28%. Isso é importante, porque em um ano normal (sem eventos adversos como a pandemia), 40% do consumo de manteiga dos EUA ocorre fora de casa.

À medida que as vacinas da Covid começarem a ser lançadas em todo o país, fica claro que começaremos a ver um aumento não apenas no negócio de restaurantes, mas em viagens, reuniões sociais, jogos de beisebol etc.

Mas e o resto do mundo? O que chamou a atenção nos últimos meses foi a força que saiu do leilão do Global Dairy Trade (GDT). Desde o início do ano, o Índice de Preços GDT tem aumentado continuamente em níveis de preços que não víamos desde 2014.

As negociações recentes do GDT mostraram preços de cheddar em cerca de $ 2,00 (R$10,94), valor equivalente quando comparado aos EUA, assim como os preços do leite em pó desnatado em $ 1,55 (R$ 8,48) também foram equivalentes. Estes preços também não foram fogo de palha; eles acontecem desde o final de fevereiro

Enquanto os EUA e o resto do mundo trabalham para voltar ao "velho normal", observa-se um aumento na demanda por alimentos. Dados de exportação recentes para os EUA mostram que as exportações totais de lácteos aumentaram 1,5% no ano

As informações são da Dairy Herd Management, traduzidas e adaptadas pela Equipe MilkPoint.

*Fonte da foto: Freepik

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint