FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Chegar a pequeno e médio produtor é o desafio, diz ministério

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 12/01/2021

1 MIN DE LEITURA

0
1

O início de operações digitais financeiras por parte de agricultores de pequeno e médio portes entusiasmou o Ministério da Agricultura, mas expõe o atraso do campo brasileiro nessa frente em relação a outros países e a outros setores.

Mesmo assim, a expectativa é que as CPRs eletrônicas ajudem a captar dezenas de bilhões de reais para esse público nos próximos anos. “Atingir pequenos e médios produtores é o grande objetivo, pois permite um tratamento massificado de esforço operacional, barateia os custos e diversifica os riscos”, disse José Angelo Mazzillo Júnior, secretário-adjunto de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, ao Valor. 

A demanda por finanças estruturadas e operações eletrônicas vai crescer, o que dá vantagem e quem se organizar primeiro, raciocina ele. “O crédito vai chegar com mais qualidade e os produtores têm as cooperativas, as associações e as revendas como polos de concentração para acessar esse dinheiro. Quem se organizar primeiro ganhará mais mercado”, acrescentou. Em 2021, o secretário quer “entrar mais firme no mundo da digitalização” para buscar financiadores para o agro com a proposta de criação da Cédula de Crédito.

“Para o próximo Plano Safra, não trabalhamos, em hipótese alguma, com qualquer ideia de orçamento menor e que não seja até um pouco maior do que foi ano passado”, afirmou. “A produção cresce de forma acelerada, bate recorde e traz divisa e arrecadação. Não tem como o apoio ser menor. É uma troca que deve ser feita em benefício do próprio país”.

Nesta safra 2020/21, são quase R$ 15 bilhões em subvenções, entre equalização de juros e programas de comercialização e gestão de riscos. Em dezembro, o subsecretário de Política Agrícola e Meio Ambiente do Ministério da Economia, Rogério Boueri, afirmou ao Valor que os recursos ficarão “cada vez mais difíceis, disputados e complicados” no cenário de déficit primário e dívida pública nas alturas.

As informações são do Valor Econômico. 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint