ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Alimentos fermentados: estrelas em ascensão

A fermentação está "retornando" aos mercados ocidentais com uma demanda crescente apoiada pela percepção do consumidor por um método de preservação de alimentos considerado "natural" e "saudável". A fermentação se refere a um processo anaeróbico que envolve a aplicação de bactérias naturais que se alimentam do amido e do açúcar presentes nos alimentos para produzir ácido lático. Isso ajuda a preservar os alimentos e prolongar a vida útil.

A intersecção de duas mega tendências

Os alimentos fermentados estão na intersecção de algumas megatendências que estão definindo os padrões de consumo na Europa, como a demanda por produtos "naturais" que proporcionam benefícios adicionais à saúde.

Como a fermentação é um processo natural, ela atende às expectativas do consumidor em torno da "rotulagem limpa" e do desejo de evitar aditivos e conservantes sintéticos. De acordo com uma pesquisa encomendada pelo PR Group Ingredient Communications no ano passado, 73% dos consumidores disseram que estão dispostos a pagar um preço de varejo mais alto por produtos feitos com ingredientes que eles reconhecem e confiam.

A fermentação também traz benefícios relacionados à saúde. Os alimentos fermentados contêm enzimas necessárias, ácidos graxos ômega-3, probióticos e vitamina B. Em várias categorias - de vegetais a bebidas saudáveis e produtos lácteos - os alimentos fermentados estão associados à saúde digestiva positiva. “A crescente conscientização dos consumidores sobre a ligação entre a 'saúde intestinal' e a saúde e bem-estar geral é um fator importante que impulsiona o foco renovado em alimentos fermentados”, observou Bobby Verghese, analista de mercados de consumo da GlobalData.

O líder em estratégia de marketing global, culturas e probióticos lácteos da DuPont Nutrition & Health, Didier Carcano, concordou. "Há uma mega tendência em torno da imagem positiva da fermentação e produtos fermentados de alimentos e bebidas", disse Carcano. “A fermentação é uma maneira natural de processar alimentos e adicionar benefícios à saúde. Os consumidores estão cada vez mais procurando por isso e indo em direção a produtos alimentícios que são naturalmente processados”.

Jovens consumidores que procuram novos sabores

A fermentação também atrai consumidores da geração millennials, que estão procurando novas experiências de sabor e textura e a cozinha internacional, sugeriram analistas da Global Data. Uma pesquisa do grupo de pesquisa descobriu que 49% dos consumidores millennials e da geração Z gostam de experimentar “sabores novos e incomuns”.

A fermentação é um método popular de preparação de alimentos em culturas africanas e asiáticas. E cada vez mais os consumidores europeus estão experimentando os sabores "exóticos" encontrados no kimchi coreano ou em bebidas cultivadas como o kombucha e o lassi, que há muito são populares entre os consumidores da China e da Índia.

kombucha

Oportunidade de inovação

A fermentação é mais comumente usada no corredor de lácteos na Europa, com o kefir, por exemplo. Mas, com a crescente demanda por opções baseadas em plantas e uma maior aceitação de dietas ‘flexitarianas’, Carcano sugeriu que o maior potencial para o crescimento futuro de produtos fermentados está nas áreas menos desenvolvidas. “O crescimento futuro está em primeiro lugar com alternativas ao iogurte e à bebida láctea fermentada. Pode-se também esperar um aumento na demanda por uma variedade de sucos de frutas fermentados, proteínas e sucos à base de cereais”.

kefir

A fermentação também oferece oportunidades aos produtores de peixe e carne que buscam a obtenção de rótulo limpo para seus produtos sem usar conservantes sintéticos prejudiciais, observaram os analistas da Global Data. “A crescente popularidade dos alimentos fermentados implica na necessidade de formatos de embalagens inovadoras e criativas que preservem a integridade da cultura probiótica viva nos alimentos, sem sacrificar os aspectos de conveniência e estética”.

Vale a pena ler também > Kefir e kombucha: eles são a bola da vez!

As informações são do Dairy Reporter, traduzidas pela Equipe MilkPoint.

trofeu agroleite 2018

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.