ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Balança comercial: exportações caem e importações sobem em maio/21

POR MARIANA SICILIANO

PANORAMA DE MERCADO

EM 08/06/2021

3 MIN DE LEITURA

0
2

Segundo dados divulgados nessa segunda-feira (07/06) pela Secretaria de Comércio Exterior (SECEX), o saldo da balança comercial de lácteos foi de -41 milhões de litros em equivalente leite no mês de maio, uma queda de 58% quando comparada a abri/21. Quando olhamos para o mesmo período do ano passado, este valor foi 6% ‘menos negativo’. Confira a evolução no saldo da balança comercial láctea no gráfico 1.

Gráfico 1. Saldo mensal da balança comercial brasileira de lácteos. Fonte: Elaborado pelo MilkPoint a partir dos dados do COMEXSTAT.

No mês de maio observamos a instabilidade do dólar frente ao real e os preços internacionais do evento GDT ‘andando de lado’, ou seja, ainda se mantendo  acima dos US$ 4.000/ton. Considerando os resultados do último leilão (US$ 4.062/ton — leite em pó integral) e a média do dólar no mês de maio/21 (R$ 5,29) chegamos ao preço equivalente a um leite importado pago no Brasil de R$ 2,62.

Apesar do valor seguir acima do leite pago ao produtor em maio — fechado na média de R$ 2,03/litro (CEPEA/ESALQ) — o valor é inferior ao spot da primeira quinzena de junho (R$ 2,71 — média Brasil), o que volta nossa atenção a balança de importação e exportação de lácteos para o mês. Ou seja, com os preços internos superiores aos externos, temos uma mudança de cenário para o leite importado

As importações brasileiras de lácteos aumentaram 14% em maio em relação a abr/21, com 58 milhões de litros em equivalente leite internalizados. No acumulado do ano (jan/mai) de 2021 em relação a 2020, internalizamos 470 milhões de litros em equivalente leite, 47% acima do mesmo período de 2020.

Os leites em pó seguem sendo os derivados mais importados, representando 50% do total das importações brasileiras. Os queijos também tiveram destaque nas importações, representando 23% do total.  O leite modificado e o doce de leite foram os produtos que apresentaram maior aumento nas importações – um incremento de 1.492% e 509%, respectivamente.

Voltando aos valores do último leilão GDT e o valor médio do dólar no mês de maio, chegamos a um preço interno máximo de R$ 2,39/litro para que as exportações continuem competitivas. Ao compararmos esse valor com a média do preço spot no mesmo mês (R$ 2,40/litro), conclui-se que a venda do leite brasileiro no exterior está deixando de ser viável.

Este fator se comprovou a partir da desaceleração das exportações brasileiras de lácteos neste mês, com um decréscimo de 31% do volume exportado em relação ao mês passado. No total foram 17,4 milhões de litros em equivalente-leite exportados, que representaram um aumento de 210% em relação a mai/20. Já no acumulado do ano (jan/mai), no ano vigente foram exportados 68 milhões de litros em equivalente leite contra apenas 37 milhões de litros em equivalente leite no mesmo período de 2020.

O leite condensado (17%), o leite modificado (13%) e o leite UHT (12%) foram os produtos de maior relevância nas exportações. O leite em pó desnatado teve suas exportações aumentadas em 671% em relação a abr/21, totalizando 239 mil litros equivalentes em mai/21. Em compensação, as exportações do leite em pó integral caíram 42%, indo de 1.996.853 mil litros equivalentes em abr/21, para 1.148.225 mil litros equivalentes em mai/21.

Na tabela 2, é possível observar as movimentações do comércio internacional de lácteos no mês de maio desse ano.

Tabela 2. Balança comercial láctea em maio de 2021. 


Fonte: elaborado pelo MilkPoint Mercado com base em dados COMEXSTAT.

 

Vale destacar que com o dólar se aproximando dos R$ 5,00 (R$ 5,03 — cotação 08/06/21), o valor do leite importado que chega no Brasil cai para R$ 2,38/litro e o preço interno máximo para que as exportações continuem viáveis vai para R$ 2,26. Assim, como a oferta de leite interna é, em algum grau, influenciada pelo mercado externo, devemos nos manter atentos para as próximas movimentações. Por isso fique ligado no MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint