ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

México: produção de leite cai cerca de 50%

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 20/01/2022

2 MIN DE LEITURA

1
1

Os empresários mexicanos que se dedicam ao negócio do queijo e laticínios têm enfrentado uma situação difícil nos últimos meses, pois a produção de leite caiu mais de 50% devido a vários fatores que vão desde as condições climáticas até o aumento dos preços dos insumos agrícolas que impedem boa alimentação e tratamento do gado.

Marco Carrillo Coll, um dos maiores coletores de leite de Las Choapas, disse que anteriormente neste município eram produzidos até 50.000 litros de leite diariamente, e atualmente varia de 25 a 20.000 litros, o que significa que há uma redução considerável e isso afeta os preços igualmente, porque quanto menos produto tiver, mais caro ele se torna.

O preço está entre 6 e 7 pesos (US$ 0,29-US$ 0,34) por litro e uma vez processado nas lojas, uma garrafa custa até 25 ou 30 pesos (US$ 1,23 ou US$ 1,47) , o que afeta a economia dos Choapenses. O queijo também tende a subir de preço, justamente porque a matéria-prima, que neste caso é o leite, é escassa e seu custo é alto.

Ele pediu aos produtores de leite que se unam e realizem as medidas pertinentes, aos programas fundiários que ajudem o interior Choapense, como afirmou o subsecretário de Pecuária de Veracruz, Humberto Amador Zaragoza, durante a oficina de informação que aconteceu na segunda-feira passada com os pecuaristas deste município.

Ele também considerou necessário trabalhar em articulação com as autoridades da Câmara Municipal para que algo possa ser feito para recuperar essa produção leiteira em conjunto com a melhoria do rebanho bovino.

Carrillo Coll, disse que "o ano passado foi muito ruim, as vacas não emprenharam, a produção de leite caiu e os pequenos produtores são os mais afetados", daí a importância da articulação com o presidente municipal por sua vez e falar sobre os programas que podem ser utilizados.

Um ponto que ele considerou de suma importância é que o governo do estado busca trabalhar com pequenos produtores e isso é de grande benefício, porque há anos Las Choapas recebeu apoio, mas vai diretamente para os pecuaristas de "maior peso", que realmente não precisam, como aqueles que estão praticamente em dia e seu número de gado é extremamente menor.

É importante notar que as vendas de queijo também caíram até 50%, especialmente as exportações para outros municípios ou estados da república como resultado da pandemia que levou ao fechamento de negócios como restaurantes, hotéis e lojas.

Las Choapas é um município que há alguns anos entrou na indústria do queijo, algumas fábricas foram estabelecidas e começaram a exportar este produto para outros estados como Puebla, Tabasco, Chiapas, Guerrero, Morelos e Quintana Roo. Atualmente, o mercado é apenas regional, daí uma crise econômica devido às baixas vendas e ao aumento dos preços das matérias-primas.

As informações são do Portal Lechero, traduzidas e adaptadas pela equipe MilkPoint. 

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MÁRIO SCHNEIDERS

TRÊS DE MAIO - RIO GRANDE DO SUL - INSTITUIÇÕES GOVERNAMENTAIS

EM 21/01/2022

Bom dia Milkpoint e demais leitores.
Esse problema não é só no México, no Brasil especificamente nos Municípios a redução é significativa e anual...por exemplo o nosso Município em 2018 tinha em torno de 270 produtores e agora que terminaram produzindo em 2021 , não sei se dá 173 produtores. Vejam uma redução de mais ou menos 100 produtores em 4 anos! Mesmo assim a produção se manteve praticamente estável, com uma pequena queda em 2021.
Todos nós sabemos que socialmente a produção de leite é muito importante , diria assim uma maior distribuição de renda, onde o produtor paga suas contas( faz rancho, paga agropecuária..etc) e movimenta o comercio local. Essa exclusão que acontece ao natural, mas acelerada as vezes pelo mercado ou por ações governamentais que não dão o suporte necessário ao produtor( isso em todas as cadeias produtivas, com raras exceções ) , como se diz o produtor fica a própria sorte, precisa mudar para que não haja uma saída em massa na produção de leite nas propriedades Familiares Rurais. Os Jovens já não querem ficar por ser penoso e 365 dias por ano, como se não bastasse isso, sem nenhuma perspectiva ou garantia para a produção(produz e não sabe quanto vai receber, se vai tirar o investimento)! Governo precisa fazer um programa de investimentos neste setor produtivo , para evitar um colapso no abastecimento no Brasil e no mundo para nos próximos anos ! Ministério da Agricultura precisa conversar com os municipios e com as empresas e fazer um plano de Governo para o setor...estou falando de um setor, mas tem mais setores que precisam um planejamento futuro, para podermos organizar os setores produtivos importantíssimos para o desenvolvimento dos Municipios , Estados e para o País. Vamos arregaçar as mangas com menos conversa e mais açoes diretamente na ferida, tanto a Nivel Estadual como a Nível Federal. É o que eu sinto da lida diária com os produtores! Muito obrigado espero contribuir para melhorar todo o sistema que está sufocado e com isso não consegue produzir como poderia!
MilkPoint AgriPoint