FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Dairy Vision 2019: "inovação é criar algo que, depois de descoberto, não se pode viver sem"

O segundo painel do Dairy Vision 2019 teve como tema “Inovação aberta e o setor leiteiro” e deixou claro que inovar não é mais uma opção, mas sim uma obrigação, caso as indústrias queiram permanecer no segmento. Os palestrantes foram José Augusto Tomé, da AgTech Garage, Monica Massey, da Dairy Farmers of America, James Cisnandes, da Engineering, Rachel Kopay, da Charm Sciences e Mário Rezende, da DPA Brasil.

Diante das mudanças na área de tendências de consumo e queda de fidelidade às marcas, criar produtos novos que proporcionem experiências positivas para o consumidor se tornou mandatário. E não basta apenas criar produtos, mas itens que sejam essenciais, como ressaltou Kopay. Segundo a discussão, a forma mais efetiva de inovar é investindo em pessoas. Os produtores de leite e funcionários, sobretudo os mais jovens, precisam ser ouvidos, de modo a criar uma atmosfera de inovação. Além disso, é importante fornecer treinamento e investir na coleta e análise de dados.

Outra importante forma de inovação é a aproximação com startups, estratégia que vem sendo adotada por diversas empresas. Isso acontece por várias razões: as startups têm processos mais ágeis; precisam inovar para sobreviver e crescer; não têm nada a perder ao propor uma tecnologia ou serviços novos, já que não têm base de clientes formada e negócios a defender; têm acesso a tecnologias que antes ficavam restritas às grandes corporações; há muitas mudanças no cenários dos negócios e modelos tradicionais de geração de vantagem competitiva estão sob risco, afetando a posição das corporações e, por fim, há uma busca por parte do consumidor de uma conexão mais humana nos produtos, indo além das grandes marcas tradicionais.

O albúm de fotos do evento já está disponível no Facebook do MilkPoint. Corra lá para conferir! 

Monica Massey, Vice-Presidente Executiva da Dairy Farmers of America, maior cooperativa de lácteos do mundo, nos EUA, ao falar sobre como se posicionar frente às mudanças, ressaltou que é preciso começar, ainda que os caminhos não estejam claros. Na DFA, além de programas internos para estimular a inovação, que é tarefa de todos na empresa e não apenas da alta gestão, foi criada uma aceleradora para aproximar a empresa de startups relevantes, sejam elas ligadas à tecnologia para as fazendas, foodtechs, visando o lançamento de novos produtos, ou ainda relacionadas à inteligência comercial e de dados. Ela disse que várias barreiras estão sendo quebradas internamente, o que não é fácil. Como exemplos, citou os lançamentos da combinação 50% leite e 50% amêndoa, e a bebida de aveia. “Sem dúvida é melhor abraçar a mudança do que evitá-la, mesmo em uma cooperativa de produtores de leite”, disse.

Nesse sentido, José Tomé, CEO da Agtech Garage mostrou como a Agtech Garage está aproximando as corporações das startups. O Agtech Garage foi lançado em abril e conta com 23 startups residentes, 4 corporações e mais de 2 dezenas de parceiros corporativos que acessam a comunidade de startups do Garage, que não se restringe ao ambiente físico: hoje, cerca de 350 startups do agro estão conectadas on-line ao Garage e os parceiros corporativos podem acessá-las e postar desafios, por exemplo.

Mário Rezende, da DPA, uma das primeiras parceiras do Garage, mostrou na prática como essa aproximação com startups pode funcionar: “já temos cerca de 15 projetos em andamento com startups, em diversas áreas da empresa”, informou.

Rachel Kopay, da Charm Sciences, reformulou os 3Ps do marketing: Produtos, Produção e Pré-cooperação. Em produtos, Kopay mostrou o desafio que o setor tem hoje. Nas gôndolas de supermercados estão lado a lado produtos lácteos e substitutos que são difíceis de diferenciar. Segundo ela, esse movimento é em grande parte estimulado pelo varejo, que tem margens maiores ao vender substitutos. O caminho é difícil, mas possível. É necessário investir em posicionamentos e novos produtos que trabalhem os valores buscados pelo consumidor de hoje: autenticidade, empoderamento, completude, confiança e integridade. O natural, pouco processado e que tem uma narrativa que conecte o consumidor com o ser humano são importantes. Conveniência, mistério, sabor, qualidade e preço devem fazer parte da equação. Ela também falou da relevância de buscar a inovação fora das empresas, cujo custo de inovar é mais baixo e a velocidade maior. “Mudamos o mindset: nosso novo produto já foi inventado por alguém”, falou ela, citando um CEO de uma grande empresa de alimentos. Kopay mencionou ainda a importância de trabalhos pré-competitivos da indústria, visando comunicação, regulamentação e tecnologia.

O painel de inovação terminou com 5 cases de startups, tanto em tecnologia aplicada como em novos produtos. Foram elas A Leiteria, Ypy Sorvetes, Laticin, Rocca e Opinion Box.

Veja aqui as demais matérias sobre o evento:

Dairy Vision 2019: "o consumidor mudou mais rápido que a percepção da indústria"

Dairy Vision 2019: "o setor lácteo deve assumir responsabilidade de comunicar como está produzindo"

Dairy Vision 2019: o futuro à frente

 

Dairy Vision 2019

O Dairy Vision 2019 foi realizado em Campinas/SP, com a presença de 343 líderes da índustria láctea brasileira e internacional. O evento é hoje um dos melhores e maiores fóruns que trata de estratégia, inovação e tendências para o setor lácteo no mundo e só foi possível graças à parceria com diversas empresas do setor. A Equipe AgriPoint agradece a confiança e aproveita para anunciar que a data do evento em 2020 já está definida: será nos dias 24 e 25 de novembro, na Expo Dom Pedro, em Campinas/SP. Anote na agenda e nos vemos lá! wink

 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.