FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Dairy Vision: 'usamos poucos ingredientes no nosso doce e leite e prezamos pela verdade, sempre!'

O grande número de derivados que podem ser produzidos a partir do leite é, com certeza, uma das características que fazem este alimento ser tão amado em todo o mundo. Dentre estes produtos, um que certamente se destaca é o doce de leite.  Apesar de ter sua origem um pouco incerta, este derivado tem relação com a rápida expansão da produção de cana-de-açúcar nas Américas, durante o século XV e foi, por muito tempo, uma forma de manter o leite de vaca conservado.

O “dôdileiti”, no bom mineirês, é composto principalmente por leite e açúcar, que fervidos juntos, formam esta mistura mágica que pode ser utilizada em diversas sobremesas, como, por exemplo, o tradicional churros.

E, por falar em Minas Gerais, foi justamente lá, na cidade de Pouso Alegre, que surgiu uma marca que se propôs a voltar à essência, utilizando apenas os ingredientes clássicos do doce de leite: leite e açúcar. Esta empresa é a Rocca, dirigida por Rosiane Barbosa e o seu esposo, Raphael. A própria Rosi concedeu uma entrevista à nossa equipe e explicou de onde surgiu a ideia:

“A marca começou a fim de valorizar o leite vindo da nossa fazenda e introduzir um doce de leite puro no mercado brasileiro. Fomos nos apaixonando pela gastronomia, o que nos ajudou muito na formação de conceito da marca”, explicou ela.

Rosi e Raphael farão parte do time de palestrantes do Dairy Vision 2019, evento que ocorrerá nos dias 26 e 27 de novembro em Campinas/SP. A palestra deles terá como tema: “Rocca: restaurando o prazer do doce de leite” e será apresentada no Painel de Startups. Os descontos para a inscrição vão até hoje, 07/10. 

A Rocca surgiu em 2014 e, segundo os fundadores, tem sido uma grande escola. Possibilitou o desenvolvimento tanto profissional como pessoal e, apesar de terem ocorrido alguns erros, houve grande aprendizado, o que eles alegam ser o maior legado da empresa. Certamente eles mais acertaram que erraram, visto que a Rocca cresceu 100% por ano, desde a sua criação.

No início, o doce de leite era fabricado apenas com leite produzido na própria fazenda do pai da Rosi, o Seu José Barbosa. Hoje em dia, utiliza-se 1200 litros de leite por dia oriundos da própria fazenda e de cooperativas de produtores locais, estimulando a produção regional. A fábrica permanece no mesmo local da fazenda e a casa da propriedade foi reformada e agregada à empresa para trazer ainda mais história e memória afetiva ao produto. Além disso, Rosi e Raphael se tornaram produtores de leite junto ao pai dela, investindo na infraestrutura da propriedade e no gado.


Rosi e Seu José Barbosa

Atualmente são produzidos 540kg de doce por dia, nas versões tradicional, café e coco. “Nosso diferencial é usar poucos ingredientes, baixo teor de açúcar e falar a verdade, sempre! A Rocca é um resgate de história e cultura. Pensamos sempre no nosso consumidor, ele merece todo respeito e amor ao adquirir o nosso produto”, enfatizou Rosi.

A marca começou com o selo de agroindústria familiar e hoje é certificada pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), podendo comercializar a iguaria em todo o estado de Minas. Segundo os donos, eles estão em processo de obtenção do selo SISBI (Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal) e, quando conseguirem, poderão expandir para todo o Brasil.

Quando perguntamos quais são as perspectivas de futuro para a Rocca, a resposta foi a seguinte: “A Rocca pretende encantar cada vez mais pessoas. E por isso temos a obrigação de crescer, e nunca, de maneira alguma, perder nossa qualidade e essência. Jamais faremos por exemplo, uma segunda linha da marca. Como já falamos, temos respeito máximo ao nosso consumidor”.

Os dois deixaram um recado para quem está pretendendo participar do Dairy Vision. Venha conhecer nossa história e entender como sonhos podem sim, se tornar realidade. Será um prazer enorme compartilhar nossa trajetória até aqui”, concluíram.

O setor lácteo passa por profundas transformações no Brasil e no mundo. Estas transformações têm diversas vertentes e carregam como consequência um cenário difuso, em que não se pode mais classificar o setor como algo uniforme: certamente haverá vários “setores” dentro do que se convencionou chamar de indústria de laticínios, com rentabilidades, perspectivas e crescimento muito distintos. A transformação passa por diversos pilares, podendo-se destacar: protagonismo crescente do consumidor, novas tecnologias e inovação aberta. O Dairy Vision é o evento mais exclusivo do setor no Brasil e um dos principais do mundo. A cada ano, cresce em número de participantes e empresas, sinal de que a proposta do evento é vencedora. Serão mais de 20 apresentações e debates com um único objetivo: dar uma oportunidade concreta para que os executivos tenham insights relevantes, daqueles que podem mudar o rumo de seus negócios. 

2

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

DANIEL RIBEIRO CAETANO

POUSO ALEGRE - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 17/10/2019

Parabéns Rosi, Raphael e José Barbosa, muito bonito o trabalho de vocês,além do excelente produtos que elaboram e parabéns especial para Sr José ,que conseguiu ter sucessores a sua altura, para dar continuidade em seus negócios.
WANDELL SEIXAS

GOIÂNIA - GOIÁS - MÍDIA ESPECIALIZADA/IMPRENSA

EM 14/10/2019

A agregação de valores é positiva para os produtores. Eles não ficam tocando apenas uma atividade.