ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Uso de Capim Capiaçu e Sorgo Gigante na nutrição de vacas leiteiras

MARCO AURÉLIO FACTORI

EM 06/04/2021

5 MIN DE LEITURA

25
48

Como estão pessoal, tudo certo? Hoje vamos abordar de forma simples e prática o uso do capim Capiaçu e o conhecido como Sorgo Gigante. Então, vamos lá.

Pessoal, como sempre faço, vou tentar exemplificar os materiais primeiro. Em seguida, vem uma história e, depois, vamos finalizar com as comparações.

Pois bem, como sempre digo, além de Zootecnista, Professor e Consultor, tenho uma opinião muito interessante, ao meu ver, sobre as coisas. Necessito, para que eu tenha uma boa conduta, e isso é minha opinião pessoal, avaliar os casos que me perguntam ou me vejo frente a frente para resolver, observar e comparar todos os pontos, para que eu erre menos. Sendo assim, quanto aos materiais abordados no texto de hoje, precisamos pontuar algumas coisas.

Primeiramente, tanto o sorgo boliviano (aquele sorgo grandão que o pessoal chama) e o capim Capiaçu são excelentes materiais para produção de massa, sendo difícil de encontrar um material mais produtivos que eles.

Para compararmos com valores aproximados, o milho para silagem de planta inteira, produz em média 35 toneladas de massa verde por hectare. Considerando safra e safrinha chegaremos a umas 60 toneladas de massa verde por ano. Isso em média. Há lugares em que a produção chega sem grandes esforços a 90 toneladas.

A cana, tem em média 90 toneladas de massa verde, podendo chegar até 150 toneladas em alguns cortes ao longo da vida da planta. Mas, o Sorgo Gigante e o capim Capiaçu, segundo algumas fontes, ultrapassam por ano, 200 toneladas de massa verde facilmente.

Declaradamente, não podemos discutir a produção de massa, afinal, de fato, são vitoriosos. Mas como eu disse que sou Zootecnista e Consultor, além de Professor, tenho que passar o correto aos meus assistidos, alunos, ouvintes e, principalmente, leitores.

Então vamos a uma história. Saindo um pouco da produção de leite e indo para o frango, podemos observar que os frangos de granja de hoje em dia apresentam uma canela mais grossa, não apresentam? Sabe por que? A genética preparou estes animais para ganho de peso. Necessitam de sustentação. Outro exemplo, podem observar, atletas que disputam corridas geralmente são pernaltas, não são? Pernas grandes, compridas que os colocam a frente, não é? Ainda, capins mais altos que outros que produzem mais. Opa, chegamos em um ponto interessante.

Pessoal, o que quero neste momento, é que examinem os matérias do texto de hoje: Capim Capiaçu (aquele capim grandão) e o Sorgo Boliviano (o tal do sorgo grandão). Parece até engraçado, mas quando se lança um novo material todos acabam dando um apelido e este apelidos ficaram para estes materiais.

Eu já vinha orientando alguns produtores, que ao plantar um material deste, temos que ter alguns cuidados. Um deles é a qualidade do material. Sim, eles crescem bastante, então precisam ficar altos e, para isso, precisam de fibra para sustentação.

Não há segredo pessoal, não há crescimento se não houver fibra (FDN E FDA; Fibra insolúvel em detergente neutro e ácido, respectivamente) para sustentação.

Por serem muito produtivos, não fazem milagre, e por isso precisam formar um material com um teor de FDN ao redor de 60-80 % em comparação ao teor de FDN da silagem de milho, 30-50%. Sabe o que eu quero dizer relacionando isso com a nutrição de vacas leiteiras, pessoal? O leite produzido irá diminuir, a medida que estes animais comem maiores quantidades destes materiais na dieta.

Para que não fiquem duvidas, para a produção de leite, o animal precisa, além do concentrado (ração), de um volumoso de boa qualidade. A fermentação do concentrado, por meio de microrganismos ruminais produzem principalmente propionato (que será transformado em energia para os ruminantes) e o acetado, precursor da gordura do leite, vira pelos microrganismos por meio da fermentação do volumoso. Então, se este volumoso não tem qualidade, não tem gordura e podemos não ter quantidade de leite muito menos qualidade.

Algumas pessoas me procuraram a respeito disso. Uma delas me ligou e falou, que as suas vacas começaram a comer o tal do capim grande e diminuíram o leite. Outra me perguntou do porquê seus animais, comendo este capim, a qualidade do leite em termos de gordura, alterou consideravelmente. Outra me disse que o seu leite estava apresentando acidez e não era pela limpeza dos utensílios, o que seria?

Senhores, a explicação é uma só. Vacas de média a alta produção, ao comerem estes materiais mais fibrosos, ruminam mais e acabam ingerindo menos comida. Este ponto explica a diminuição da produção.

O outro ponto, da qualidade do leite, é simples. Mais fibra, de menor qualidade ou de maior teor de FDN, altera a composição ou a relação de gordura e proteína do leite, em função da maior ou menor produção de gordura em conformidade com a quantidade de proteína produzida. Isto é fato.

Pessoal, muitos de vocês devem estar falando assim: mas no meu caso o capim Capiaçu aumentou o leite, não é mesmo? Simples pessoal. Se cortarmos ele no ponto certo, ao redor de 1,8 a 2 metros de altura o material apresenta a mesma ou um pouco maior a qualidade do capim bem manejado. Mas e porque o pessoal não corta assim? Sabe a resposta pessoal: o pessoal busca volume e não qualidade.

E o sorgo gigante, posso cortar mais baixo ou mais precocemente, ou mais novo? Não podemos, perderemos o ponto de silagem, já que o mesmo é para se fazer silagem. Como dizem pessoal: sinuca de bico, ou seja, as vezes ficamos sem saída.

Para terminarmos, não busque qualidade. Não busque quantidade. Busque o ponto ótimo de manejo que por definição é o ponto de equilíbrio entre qualidade e quantidade de forragem produzida.

Os materiais existem e são bons, mas para alguma fase da vida do animal, para alguns tipos de animais, de menor produção, ou até mesmo um bom material para gado de corte, para fornecimento no cocho. Para o animal leiteiro, avaliem muito bem antes de usarem. Pensem nisso!

Gostou do conteúdo? Deixe seu like e seu comentário, isso nos ajuda a saber que conteúdos são mais interessantes para você. Quer escrever para nós? Clique aqui e veja como.

MARCO AURÉLIO FACTORI

Consultor, Factori Treinamentos e Assessoria Zootécnica.

25

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

FLAVIO MAIA

CAMPINA GRANDE - PARAIBA

EM 12/04/2021

Bom Dia . Como posso adquirir semente de sorgo boliviano
GASPAR TELES FERNANDES

SÃO LUIZ DO NORTE - GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 12/04/2021

Boa noite! Tou vendo muita gente plantado esse capim açu parece que ta sendo uma coisa boa no mercado para pequenos produtores serra um boa coisa, mais o teste de vc foi muito bom.
GASPAR TELES FERNANDES

SÃO LUIZ DO NORTE - GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 12/04/2021

Boa noite! Muito bom o texto tenho um capim Açu mais meu capim está mais de três metro de altura vou sila ele essa semana
JOSE LUIZ

RIO PARDO - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 12/04/2021

Excelente texto!
EDUARDO DIAS

SANTA RITA DE CALDAS - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 08/04/2021

Com o preço dos concentrados cada vez mais altos, seja milho , soja ou coprodutos, fizemos uma conta de uma novilha de 300 de PV ganhando 800 g, na silagem de milho e comparando com a capiaçu, fornecendo restante em concentrados nos preços de mercado de hoje, a dieta da novilha com silagem de milho precisando de menor suplementação de concentrados ficou mais barata, capiaçu pra quem é bom produtor de silagem de milho e possui animais de alta produção, esquece, não é viável.
MARCO AURÉLIO FACTORI

PRESIDENTE PRUDENTE - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 08/04/2021

Eduardo Dias. O pensamento é mesmo por aí. Att. Marco Aurélio Factori factori.com.br
WELLITON DE OLIVEIRA ALMEIDA

SALVADOR - BAHIA - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 08/04/2021

Parabéns professor Marco pelo excelente texto!
DEIVISSON JOSÉ GONÇALVES

CARMO DO RIO VERDE - GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 08/04/2021

Troquei o capim pela silagem de milho,mas vejo os grãos todos nas fezes dos animais,isso e normal?
MARCO AURÉLIO FACTORI

PRESIDENTE PRUDENTE - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 08/04/2021

Deivisson, isto pode estar ocorrendo pela falta de sincronismos de alimentos ou ainda excesso de milho ou por falta de trituração, que as vezes pode sobrar ou faltar a trituração. Um pouco de grão é normal. Qualquer coisa estamos a disposição. Att. Marco Aurélio Factori factori.com.br
FAZENDA RITA DE CASSIA

DUQUE DE CAXIAS - RIO DE JANEIRO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 08/04/2021

Boa noite.
Levedura de cerveja com Capiaçu pode aumentar a produção de leite?
MARCO AURÉLIO FACTORI

PRESIDENTE PRUDENTE - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 08/04/2021

Ao senhores da fazenda Rita de Cassia. Olá. Tudo tem que ser feito analisando a dieta como um todo. Somente com esta informação não podemos afirmar. Att. Marco Aurélio Factori factori.com.br
BRENO

UBERLÂNDIA - MINAS GERAIS

EM 07/04/2021

Boa tarde, infelizmente não tenho os dados da fonte, perdi o endereço da matéria, mas eu vi, no final do ano de 2019 uma matéria de uma propriedade no sul de minas gerais, onde um produtor com 100 vacas no compost barn, tem como dieta de volumoso exclusivamente o capiaçu, porém, com uma diferença no momenta da ensilagem foi acrescido de, salvo engano 10 ou 15% de fubá de milho, os custos da silagem, à época reduziram em mais de 30%, e a média das vacas era de 30 kg leite dia, com picos de produçaõ acima de 50kg para algumas vacas, lógico que tudo feito com análise da silagem e regular a ração, mas mesmo assim, os custos totais da produção, restou reduzido em mais de 30% da mesma forma da silagem, então eu acredito que falta muito ainda para se dar um veredito sobre o uso do capiaçu, considerando que é ainda muito precoce o seu uso, que teve início para os produtores a partir de 2017, os experimentos e experiências acredito que, da mesma forma que em vários assuntos já o são, vão falar mais alto que teorias, e vamos aguardando novidades.
MARCO AURÉLIO FACTORI

PRESIDENTE PRUDENTE - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 08/04/2021

Breno, muito obrigado pela informação. Quero acrescentar somente duas coisas. Na ensilagem, se se acrescenta alguma coisa, já não temos mais somente o capim. Outro ponto, eu como nutricionista animal, Zootecnista, não consigo fechar uma dieta para 50 kg de leite usando somente capim e concentrado. Os dados não fecham. Porém, concordo plenamente que devemos esperar. Você foi muito certo em sua colocação e parabenizo você por isso. Meus parabéns. Temos que esperar mesmo. Att. Marco Aurélio Factori factori.com.br
EM RESPOSTA A MARCO AURÉLIO FACTORI
BRENO

UBERLÂNDIA - MINAS GERAIS

EM 08/04/2021

Boa tarde, concordo com o que disse, mas as vezes temos umas curvas que nao conseguimos explicar, e nenhum profissional que viu conseguiu explicação para tal fato, entre veterinários, agronomos e zootecnistas, eu em todo o tempo de produtor de leite, tive algumas experiências um tanto sem explicação cientifica, o ano em que tirei mais leite em todo período de lida com vacas de leite eu não tratei com silagem de milho ou outra (capim elefante ou sorgo), eu tratei com resíduos, inclusive resíduo de arroz, pegava em uma arrozeira, os resíduos de palha e quirera, essa ultima em pouquissima quantidade, nesse período tive 3 vacas, com produção acima de 40 kg a pasto, uma delas atingiu picos de produção acima de 50 kg, as três eram vacas acima de 500 kg, (duas girolandas 3/4 e uma caracu amarelinha, era fornecido a cada uma 9kg de ração 24%, mais ou menos 10 kg de residuo de arroz, e o restante era pasto brachiaria, ainda bem que tive testemunho dos vizinhos e do veterinário e agrônomo do balde cheio, e do zootecnista da cooperativa, por que se conto isso qualquer um duvida, nos anos seguintes fornecemos silagem de milho, conforme orientação do programa balde cheio, nenhuma delas conseguiu atingir a mesma produção, e nem as outras, foi até trocarmos todo rebanho, nunca mais forneci o residuo e nem conseguimos produzir o que produzíamos a pasto e fornecendo resíduo e ração na proporção de 9kg animal, por isso eu digo, nem toda teoria explica alguns resultados alcançados em produção de leite. existe uma curva que não enxergamos do outro lado.
HIBERNON CAVALCANTE ALBUQUERQUE

MACEIO - ALAGOAS - INSTITUIÇÕES GOVERNAMENTAIS

EM 07/04/2021

Considerando o mesmo tamanho , existe diferença de qualidade nutricional entre o Capiaçu e o Camerun?
MARCO AURÉLIO FACTORI

PRESIDENTE PRUDENTE - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 08/04/2021

Hibernon, cada capim tem o seu momento correto de corte. Neste caso, como o capiaçu cresce mais, ele com certeza não terá a mesma qualidade no mesmo tamanho, ok. Att. Marco Aurélio Factori factori.com.br
GUILHERME ARAGÃO BARBOSA

PRODUÇÃO DE LEITE

EM 07/04/2021

Dr. Marco no caso de dieta total (misturada em vagão) estando esta dieta de acordo com a produção dos animais, e levando em conta a capacidade de produção do capiaçu, não seria ele uma opção como segunda opção de volumoso para o lote de maior produção junto com a silagem de milho???? Digo em utilizar o capiaçu cortado fresco diariamente ele estando entre 50 e 70 dias.
MARCO AURÉLIO FACTORI

PRESIDENTE PRUDENTE - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 08/04/2021

Guilherme, sobre sua duvida, neste caso sim. Cortar ele no ponto certo, significa corta ele com altura, dias e qualidade controlada. Neste caso sim, é uma boa opção, porém na maioria dos casos o pessoal deixa ele crescer demais (pois optam por volume) e aí que está o erro. Ele cortado no ponto certo acaba sendo um capim , como ele é. Então, entendemos que um capim bem manejado mais ração, conseguimos fechar as dietas para até 30 kg de leite dia. Não mais que isso. MAas se você associar a silagem, os cálculos devem ser refeitos. Mas lembre. O volumoso tem que ter qualidade superior ao capim , para atendermos mas que 30 litros leite dia, isto associado ao concentrado. Att. Marco Aurélio Factori factori.com.br
MARCUS VINICIUS CASTRO MOREIRA

PAINEIRAS - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 07/04/2021

Muito boa a abordagem!
WORKMAM JARDEL PIRES

IMPERATRIZ - MARANHÃO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 07/04/2021

Esse material (capiaçu) entraria bem para animais leiteiros de até quantos litros?
MARCO AURÉLIO FACTORI

PRESIDENTE PRUDENTE - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 07/04/2021

Workmam, com relação a sua dúvida eu penso que se manejado para corte, e se bem manejado, respeitando altura e tudo mais, vacas de até 20 litros mais ração, atenderá bem. Acima disto fica complicado. Att. Marco Aurélio Factori - factori.com.br
CLÁUDIO DUARTE LANNA

EM 06/04/2021

Ok
DÉBORA DA CUNHA FREITAS SAMPAIO

MARIANA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 06/04/2021

Boa tarde, gostaria de saber se a recria ( bezerras e novilhas leiteiras ) vão ter uma alimentação boa comendo silagem de capiaçu?
MARCO AURÉLIO FACTORI

PRESIDENTE PRUDENTE - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 07/04/2021

Débora, neste caso sim, pode ser fornecido, uma vez que bezerras e novilhas estão ainda em desenvolvimento e não produzem leite. Até mesmo para vacas seca pode ser utilizado. Não se esqueça de balancear a dieta com o uso de concentrado se necessário ok. Att. Marco Aurélio Factori - factori.com.br
JULIO GONZALEZ

CENTRAL - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 06/04/2021

Muy interesante. Una visión desde una óptica muy técnica
MilkPoint AgriPoint