ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Canadá: produtores investem em processamento de lácteos dentro da fazenda

LEITE NO MUNDO

EM 10/02/2022

4 MIN DE LEITURA

0
0

O processamento de leite na fazenda não é tão comum no Canadá, pois os produtores de leite contam com um sistema confiável de gestão da oferta para comercializar seu leite. No entanto, esse sistema tem sido fortemente testado nos últimos anos.

Isso ocorreu quando o governo, controversamente, doou 20% do mercado de laticínios no Canadá para países externos em acordos comerciais, gerando uma mudança com mais processamento dentro das fazendas.

Buscando a chance de diversificar e trazer maior controle de lucro para o produtor, a família Pettit embarcou em uma nova jornada, começando a construir sua própria fábrica de laticínios na fazenda em meio a planos para aumentar o tamanho do rebanho no futuro.

Os irmãos Tom e Suzanne Pettit possuem e administram a Mistyglen Holsteins com sede no sudoeste de Ontário, Canadá, perto da cidade de London.


Foto: Chris McCullough | Reprodução: Dairy Global

Esta é uma fazenda de gado leiteiro bastante típica da região, mas com grandes ambições. “Meu pai comprou esta fazenda leiteira em 1957, mas a propriedade original de Pettit fica ao lado e foi fundada em 1816, então nossa família tem raízes profundas nesta área”, disse Suzanne.

“Nosso rebanho de ordenha é composto por 50 a 55 vacas da raça Holandesa. Elas são ordenhadas aproximadamente 3 vezes ao dia por um robô ordenhador, e nos esforçamos para obter uma média de 40 kg de leite por vaca por dia com 4% de gordura e 3,3% de proteína.”

Houve um programa de renovação e modernização nos últimos anos em Mistyglen, especialmente nos galpões depois que um tornado atingiu a fazenda, causando muitos danos.

Suzanne acrescenta: “As vacas leiteiras são mantidas dentro de um galpão free stall com cama de areia. É um único galpão com tráfego livre. Temos aproximadamente 100 cabeças de gado jovem, incluindo alguns cruzamentos com raças de corte que criamos para vender localmente.”

“As bezerras começam em instalações individuais, depois passam para os bezerreiros em grupo após o desmame. As novilhas têm acesso ao pasto durante os períodos de primavera, verão e outono, mas são então alojadas em um galpão. Usamos 100% de inseminação artificial em todos os animais aqui.”

 

Acompanhando as novas tecnologias

“Em 2012, construímos um galpão free stall e instalamos um robô usado. Oito anos depois, em junho de 2020, aquele galpão foi atingido por um tornado e, durante a reconstrução, o robô foi substituído por uma nova unidade”, disse ela.

A alimentação e a mão de obra são dois dos principais custos associados a qualquer fazenda de gado leiteiro, mas sendo de mentalidade moderna, Suzanne gosta de acompanhar as novas tecnologias em uma tentativa de administrar uma fazenda mais eficiente.

“As vacas são alimentadas com uma ração TMR composta principalmente de silagem de milho e feno cultivados na fazenda, além de um suplemento mineral e um pellet de 20% de proteína, distribuídos através do robô”, diz ela.

O principal problema da indústria de laticínios canadense é garantir a estabilidade do nosso sistema de gestão da oferta. Estamos à mercê do nosso governo durante as negociações comerciais”.


Foto: Chris McCullough | Reprodução: Dairy Global

“Nosso galpão tem muitas das tecnologias típicas disponíveis hoje, como cortinas automatizadas, raspadores e bombas de esterco, para citar alguns. Mantemos nosso robô atualizado com a mais recente tecnologia disponível, incluindo programas de teste de células somáticas e progesterona.”

“Meu irmão e eu fazemos a maior parte do trabalho na fazenda. A esposa de Tom, Kris, e seus 2 filhos, Maddie (15) e Kadie (13), também ajudam”, disse ela.

A família Pettit envia seu leite para o processador em menos de 2 horas e recebe um preço médio do leite de aproximadamente 75 centavos canadenses por litro (R$ 3,12).


Foto: Chris McCullough | Reprodução: Dairy Global

 

Construindo uma planta de processamento

No entanto, para obter uma fatia maior do preço ao consumidor, Suzanne está avançando para construir uma fábrica de laticínios, ou planta de processamento, em sua fazenda, eliminando o intermediário.

“Nesta primavera começamos a construção da Mistyglen Creamery. O processamento na fazenda não é muito comum no Canadá devido à estabilidade do sistema de gestão da oferta, mas sentimos que é uma oportunidade de diversificar e fornecer produtos locais à nossa comunidade.”

“Podemos eventualmente aumentar o rebanho para cerca de 100 a 110 vacas leiteiras, o que exigirá 2 robôs, mas o desenvolvimento da planta de processamento é nossa prioridade número um no momento”, disse Suzanne.

Referindo-se a esse sistema de gestão da oferta e outros desafios que os produtores de leite canadenses enfrentam, Suzanne acrescenta que a era Covid-19 não os afetou muito até o momento.

“O principal problema da indústria de laticínios canadense é garantir a estabilidade do nosso sistema de gestão da oferta. Estamos à mercê de nosso governo durante as negociações comerciais e, nos últimos anos, cada vez mais acesso aos nossos mercados foi concedido a outros países, o que pode causar danos a longo prazo à comunidade leiteira.”

“A pandemia de Covid-19 teve um efeito limitado na fazenda. Houve pequenas flutuações de cotas no início, pois os processadores trabalhavam para desviar o leite para os canais adequados, mas, no geral, vimos pouca diferença.”

“Alguns alimentos e materiais são mais difíceis de obter e temos protocolos mais rigorosos a seguir em relação à desinfecção e contato com o motorista do caminhão de leite.

“Os testes de classificação também foram adiados em alguns casos, mas considerando as circunstâncias, acredito que a indústria de laticínios canadense e seus parceiros reagiram e se adaptaram muito bem”, diz Suzanne.

As informações são do Dairy Global, traduzidas pela Equipe MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint