ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
FAÇA SEU LOGIN E ACESSE CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Acesso a matérias, novidades por newsletter, interação com as notícias e muito mais.

ENTRAR SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

'Black Friday' do leite

FABRÍCIO NASCIMENTO

EM 26/11/2021

2 MIN DE LEITURA

1
4

Black Friday é um evento que promove uma série de descontos em produtos de diversas lojas do Brasil e do mundo. É uma tradição iniciada nos Estados Unidos, que marca o início do período de compras de fim de ano. Embora os consumidores possam desfrutar de uma ou outra oferta do leite nos mercados, os produtores sabem que sempre que chega o final do ano o preço recebido cai. Este ano, em específico, despencou. 

O produtor que já está a mais tempo na atividade sabe da "Black Friday do leite", o que está diferente dos últimos anos são os custos. Este, vem na via oposta do preço. A cada mês o custo fica mais elevado, forçando o produtor a tomar medidas que nunca imaginou.

O que tem aliviado um pouco a pancada do custo é o apoio de uma boa assistência técnica. Produtores que a possuem estão conseguindo enfrentar a crise com um pouco mais de fôlego e com um olhar no  horizonte, buscando se preparar para o dia que voltar a subir.

Alguns não irão resistir a esta Black Friday, mas, não pense que a oferta vai diminuir por causa deles, as vacas que não forem para o frigorífico, serão vendidas a outros produtores, e, na grande maioria das vezes, irão produzir mais devido as alterações na dieta, conforto e manejo.

O caminho a ser seguido é o de enfrentamento a crise, assim como a maioria dos produtores já passou por altos e baixos, irá passar por este também. 

Não dá para desistir ou desanimar, é preciso buscar forças e se espelhar naqueles que estão tendo um resultado melhor. O melhor caminho é buscar aprender com estes, ir atrás de uma assistência técnica capacitada para ajudar a planejar, encontrando assim a melhor forma de sobreviver as oscilações de mercado.

E seguir sonhando com o dia em que a indústria vai investir pesado em marketing para esse período, fazendo com que o consumidor conscientemente consuma mais lácteos no final de ano. O caminho é longo, mas, é possível, desde que haja uma transparência entre indústria e produtor, para que juntos possam levar ao conhecimento de mais pessoas o benefício de consumir lácteos.

Também não deve ser o momento de brigar com o consumidor, mesmo que não dê para entender como alguém paga R$4,00 em um salgadinho de 160gramas e não quer pagar os mesmos R$4,00 em um litro de leite.

Mas mesmo diante da dificuldade não vamos esmorecer, seguiremos produzindo cada vez mais e melhor, na esperança de um dia sermos reconhecidos pelo trabalho que desempenhamos, que nosso consumidor nos veja como provedor de um alimento extremamente benéfico para sua saúde, e que independente do preço deve fazer parte da sua dieta, sem que pensam em substituições. 

Gostou do conteúdo? Deixe seu like e seu comentário, isso nos ajuda a saber que conteúdos são mais interessantes para você.

Leia também: 

FABRÍCIO NASCIMENTO

Produtor de leite em Jóia, Rio Grande do Sul, e palestrante.

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

GILSON SANTANA FILHO

GOIÂNIA - GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 29/11/2021

Muito difícil para o produtor de leite, com o preço da@ em alta com certeza muitas vacas leiteiras irão para os frigoríficos. Onde dá pra plantar soja os pecuaristas vão plantar ou arrendar,na minha opinião e vejo isso na minha região a captação de leite vai diminuir sim, como alguém sobrevive numa atividade que não dá lucro. Não de obra rsra e cara, custos nas alturas, você não pode fazer um planejamento nem pra 3 meses pois não sabe o quanto vai receber,ou o quanto vai diminuir o preço do leite. Bom mesmo é para as indústrias que colocaram preço na matéria prima, estão cada vez maiores e mais ricas. Será que isso vai mudar algum dia? O básico é respeitar os custos de produção e uma margem para o produtor, cada dia que passa muitos estão abandonando a atividade
MilkPoint AgriPoint