ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Baixa no preço impacta produção de leite

FABRÍCIO NASCIMENTO

EM 27/10/2021

1 MIN DE LEITURA

4
3

O preço pago ao produtor teve queda neste último mês, pegando muita gente de surpresa. E mesmo que já estava sendo previsto, a esperança que não caísse soava forte entre os produtores. Para alguns caiu mais, para outros, menos. Mas houve a queda. 

Acompanhado da alta do custo de produção, puxada principalmente pelos fertilizantes, farelo de milho e soja, a queda do preço do leite vai levar muitos produtores a reduzir investimentos, tanto em alimentação como em correção de solo. Muitas propriedades reduzem o uso de concentrado ou optam por um mais barato, reduzem ou interrompem o uso de BST, entre outras atitudes que a situação obriga o produtor a tomar, atitudes essas, que tem efeito imediato na produção, fazendo ela cair rapidamente.

Somado a isso, na região sul, as pastagens de inverno (quem ainda tem) estão no final do ciclo, até se ter uma pastagem de verão produtiva vai demorar. Vacas mais velhas, com algum problema ou com baixa produção, irão para o descarte.

Aquele produtor que estava com o pé na porta para sair da atividade, vai sair. E mesmo que a maioria das vacas sejam vendidas para outro, o produtor para. 

Estes são apenas alguns fatores que no curto prazo irão reduzir a oferta de leite. Mas estes pontos destacados valem para a região sul, visto que as demais regiões do Brasil passam agora pela época das águas, período em que a produção aumenta significativamente. Quem tem assistência técnica e se preparou para essa queda sente um pouco menos o impacto, só não se sabe por quanto tempo ainda aguenta.

Esperamos que o mercado reaja, já que baixa nos insumos está longe de acontecer. 

FABRÍCIO NASCIMENTO

Produtor de leite em Jóia, Rio Grande do Sul, e palestrante.

4

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

DANIEL DALGALLO

PORTO UNIÃO - SANTA CATARINA - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 29/10/2021

boa tarde
1. utilização de BST é questionável, sendo proibida em muitos lugares. Por aqui corre solta;
2. terminando pastagens de inverno vai demorar as de verão? Então pastagens perenes que dão segurança alimentar ao rebanho não são exploradas/recomendadas?
Fica naquele binômio preço do leite/concentrados somente?
Att
Eng. Agr. Daniel Dalgallo
EPAGRI
FABRÍCIO NASCIMENTO

CRUZ ALTA - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 01/11/2021

Daniel obrigado pelo comentário.
Infelizmente o ideal nem sempre é o real, a maioria das propriedades não tem um acompanhamento para que consigam reduzir ou até não ter vazio forrageiro, saber que as pastagens perenes ajudariam a manter a produção nessa época não significa tê-las, ainda assim muitos que a possuem tem dificuldade por erro de manejo e falta de adubação proporcional às necessidades da mesma.
Além disso tem muito produtor que planta soja no verão e no inverno faz pastagens nesta área, garantindo assim um volume maior de pasto no inverno, tendo maior produção no período, quando desseca para plantar soja as vacas ficam com bem menos oferta de comida.
Isto é o que vejo no dia a dia das propriedades, veja o amplo campo de trabalho existente para a extensão, levar os produtores que permanecer na atividade a ser mais eficientes, produzir mais pasto e na hora certo, tendo menos oscilações de produção.
Quanto ao rBST em alguns países não é permitido, mas na grande maioria dos países produtores é, então fica a cargo de cada propriedade decidir sobre seu uso ou não, o que temos no momento é a liberação do uso no Brasil e muitos produtores lançam mão desta ferramenta para produzir mais, porém alguns cortam o uso no momento de baixa do leite, o que dá um reflexo rápido na diminuição da produção.
Um baita abraço e viva o leite!
HELIO DUARTE MENEZES

QUEVEDOS - RIO GRANDE DO SUL

EM 29/10/2021

Não da para entender fim do Ciclo das pastagem de Inverno produção cai. O preço cai? Duas coisas ao mesmo tempo.Se Continuar assim vamos perder a maior parte dos produtores.
FABRÍCIO NASCIMENTO

CRUZ ALTA - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 01/11/2021

Hélio obrigado pelo comentário, infelizmente vai ter muito produtor saindo, principalmente aquele que não tem uma assistência técnica capacitada para lhe ajudar a tocar a fazenda.
Um baita abraço e viva o leite!
MilkPoint AgriPoint