ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

As redes sociais caíram e o preço do leite também!

FABRÍCIO NASCIMENTO

EM 06/10/2021

1 MIN DE LEITURA

8
6

O assunto mais comentado do momento são as quedas. Caiu o WhatsApp, caiu o Instagram, Facebook... mas o pior de tudo é que o preço do leite também caiu. 

Qual destas quedas te preocupa mais?

A queda das redes sociais causaram prejuízos à vários setores, causaram também muito transtorno e preocupações, do tipo: quando vai voltar? Será que vou perder meus contatos?  Será que minhas informações estão seguras? Outra queda que causou prejuízo e muito transtorno foi a do preço do leite.

Só se fala nisso, principalmente em grupos de WhatsApp de produtores. O assunto gera muito descontentamento, várias preocupações e muita insegurança. De encontro a essa queda do preço do leite vem a alta dos insumos, principalmente fertilizantes, elevando o custo de produção.

A velha fala de reduzir custo não se encaixa mais, não tem mais como reduzir.

O que se deve pensar é em otimizar os custos, itens essenciais não podem ser racionados, independente do preço. Um período difícil e mais apertado se apresenta, é preciso enfrentar o momento e brigar com os colegas em grupos de WhatsApp ou pessoalmente não vai resolver nada, só pode piorar.

Brigar com os lacticínios também não. É preciso um diálogo, saber se seu laticínio está pagando dentro do preço médio dos demais, se estiver muito baixo abra o olho, reivindique, cobre e até mesmo troque se for necessário, mas brigar e trocar ofensas não é o caminho a ser seguido.

Não se pode dizer que essa queda é uma surpresa, quem está a mais tempo na atividade sabe que isso sempre aconteceu e sempre vai acontecer. A gente não sabe quando, mas a qualquer momento pode baixar.

E mesmo sendo complicado, não é o fim do mundo. É um desafio que se pode vencer, é possível passar, assim como em outros anos foram passados.

Lógico que ninguém queria que baixasse, mas são coisas que não estão na mão do produtor. O que resta é torcer que seja uma fase curta, que logo estabilize e volte a subir, permitindo assim que se mantenha na atividade.

E por aí, qual tem sido a alternativa que tem ajudado na sua produção? Conta pra gente nos comentários! 

Leia também: 

FABRÍCIO NASCIMENTO

Produtor de leite em Jóia, Rio Grande do Sul, e palestrante.

8

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

LAURI MENSCH

PLANALTO - PARANÁ - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 07/10/2021

Olá
É preciso ter um bom acompanhamento técnico que tudo se resolve
FABRÍCIO NASCIMENTO

CRUZ ALTA - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 11/10/2021

Assistência técnica sempre faz a diferença
CLAUDIO SOUZA

SENHOR DO BONFIM - BAHIA - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 07/10/2021

Abatendo animais até acabar !!
FABRÍCIO NASCIMENTO

CRUZ ALTA - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 07/10/2021

Nem todos vão fazer isso
LUCIANO MATEUS LUIZ RODRIGUES

MONTE CARMELO - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 07/10/2021

Criando bezerros, para corte
FABRÍCIO NASCIMENTO

CRUZ ALTA - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 07/10/2021

Tudo ajuda
VANESSA DAMASCENO DAMASCENO

LIMA DUARTE - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 06/10/2021

Produzindo, queijos, iogurtes ,manteiga, doce de leite.
FABRÍCIO NASCIMENTO

CRUZ ALTA - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 06/10/2021

Vanessa obrigado por compartilhar sua estratégia para sobreviver a baixa do preço, realmente assim você consegue agregar mais valor ao produto
MilkPoint AgriPoint