FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

3 cuidados que você deve ter ao formular e fornecer a dieta do seu rebanho

EDUCAPOINT

EM 17/07/2019

1
2
Dada a importância da dieta em qualquer sistema de produção de leite, alguns cuidados importantes precisam ser tomados para que os animais recebam os nutrientes necessários, tanto para que produzam leite, como para se manter saudáveis e com bons índices reprodutivos. Além disso, cuidados no fornecimento da dieta garantem que os custos sejam os menores possíveis, o que vai impactar diretamente na eficiência e na lucratividade da fazenda.
 
É muito importante que a dieta programada pelo técnico em nutrição em uma fazenda leiteira seja a mais próxima possível do que está sendo fornecido aos animais no campo. Dessa forma, é necessário tomar alguns cuidados para que a formulação da dieta seja feita da forma mais precisa possível.
 
Confira abaixo 3 cuidados essenciais que precisam ser tomados na formulação e fornecimento de dieta para vacas leiteiras:
 
1) Quantificar o teor de matéria seca das forragens
 
Quando a programação da dieta do rebanho é feita no computador, todas as exigências são determinadas com base no teor de matéria seca. As forragens são os alimentos onde se observa a maior variação no teor desta.
 
Sendo assim, quando se trabalha com uma forragem que no computador possui uma estimativa de 30% de matéria seca, mas na fazenda esse teor é diferente, sendo, por exemplo, 26% ou 40%, a quantidade de nutrientes fornecidos aos animais será muito diferente da prevista no computador.
 
Para resolver essa questão, as fazendas precisam fazer análise rotineira do teor de umidade das forragens. Isso em fazendas de maior escala é feito mais de uma vez por semana, enquanto nas de menor escala a recomendação é que seja feito pelo menos uma vez por semana, uma vez a cada duas semanas ou toda vez que as sobras apresentarem variações muito grandes.
 
2) Programar a dieta na balança do vagão forrageiro
 
Erros comuns que são vistos em fazendas são tentativas do operador de aumentar a quantidade de forragem ou de concentrado, ou também de diminuir essas quantidades, sem fazer o ajuste necessário na balança.
 
Sempre que esse tipo de situação ocorre, a dieta que é fornecida passa a ser totalmente diferente daquela que foi programada pelo técnico no computador, pois este estabelece que haverá uma relação fixa entre quantidade de concentrado e forragem.
 
Dessa forma, o produtor não deve mudar quantidades na dieta visando obter resultados, como por exemplo, aumentar o fornecimento de concentrado para ter maior produção de leite, sem consultar o técnico, fazer os ajustes necessários na balança e aumentar a quantidade de forragens, pois isso vai mudar a relação entre concentrado e volumoso. Essa situação pode ter consequências na fisiologia da vaca, e inclusive, piorar a situação como um todo.
 
Portanto, deve-se mexer na quantidade de volumoso em conjunto com o técnico.
 
3) Em caso de mudança de lote, fazer as devidas alterações na balança do vagão
 
O vagão é programado com base em uma receita básica que leva em conta diferentes ingredientes e a quantidade de animais em cada lote. É isso que vai garantir a precisão na hora do fornecimento da dieta aos animais.
 
Dessa forma, se for aumentado o número de animais no lote, mas isso não for programado na balança, o lote como um todo recebe menos alimentos. O inverso também ocorre, ou seja, se forem removidos animais sem fazer ajustes na balança, esses acabarão recebendo mais alimentos do que o programado.
 
Se você quiser obter mais dicas práticas sobre o fornecimento da dieta para vacas leiteiras, especialmente no que diz respeito à ração total misturada (TMR), confira o conteúdo completo do curso on-line TMR na alimentação de vacas leiteiras: dicas práticas para melhores resultados, do EducaPoint.

Você pode fazer a aquisição do curso individualmente ou optar pela assinatura e ter acesso a todos os cursos da plataforma, que hoje já conta com 150 cursos! Clique aqui para saber mais informações sobre os planos de assinatura!
 
Mais informações:
 
contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082
 
 
 

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ELIANO NUNES

TEÓFILO OTONI - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 17/07/2019

Boa noite Junio como usar cevada nas vacas apasto