FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Chuvas reduzem produtividade da pecuária leiteira do oeste catarinense

A chuva e o nevoeiro que têm castigado o oeste catarinense nos últimos dias causaram perdas de produtividade do rebanho leiteiro criado em pastagens e em semiconfinamento estimadas em mais de 25%, segundo o produtor Junior Roberto Meurer, do município de Jardinópolis. Isso, acrescentou, aponta um cenário preocupante para o setor do leite nos próximos dois meses.

“Além de estarmos na entressafra de pastagens, o clima nada animador fez a produção despencar mais de 25% ao dia na última quinzena”, escreveu Junior, em sua página no Facebook. De acordo com ele, o mau tempo também prejudica a produtividade do rebanho leiteiro em confinamento, mas em menor intensidade.

O produtor disse que as fortes chuvas e o clima úmido provocam o surgimento de ferrugem na pastagem. “Isso ocorre justamente neste período crítico de troca de pastagens de verão pela de inverno. Com os custos ainda muito elevados, esta queda na produção por causa do clima torna preocupante a situação para os próximos dois meses”, reforçou.

Conforme o produtor, a região oeste é responsável por cerca de 78% da captação de leite em Santa Catarina. Ele cria 110 vacas – 45 estão em lactação – em uma área de 18 hectares. Hoje, o estado é o quarto maior produtor de leite do país.

As informações são do portal Agro em Dia, adaptadas pela Equipe MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.