FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Conforto só é possível no barracão?

POR HAYLA FERNANDES

VACA FELIZ

EM 14/08/2020

5 MIN DE LEITURA

9
21

Se te bate desânimo sempre que a conversa é sobre conforto, já se ajeite na cadeira porque quero te contar que conforto vai muito além de construir um barracão para suas vacas!

Assim como conforto para você não é apenas ter uma cama macia para se deitar a noite, para a vaca tampouco é somente estar debaixo de um barracão bonito... e, se alguém te falar isso, utilize seu filtro interno para saber que essa é uma visão muito limitada.

Conforto envolve tudo na vida de um animal. Desde como é tratada no bezerreiro até a secagem. Conforto é dar banho, é barracão, mas não é apenas isso! É dar o máximo de tempo onde a vaca não sinta dor, medo, incômodo, calor, desconforto e possa fazer o que quiser, na hora que quiser.

Comecemos então pela turma amorosa que trabalha na sua propriedade. Quantos deles sabem que não se bate em vaca? Quantas vezes foi mostrado a eles que as vacas são seres abençoados que amam rotina e que se apegam a mesma pessoa cuidando delas? Quantos funcionários sabem que toda mudança – seja de clima, manejo, dieta ou rotina – libera, entre outras coisas, cortisol, que é imunossupressor? Ou seja, quantos sabem que vaca estressada fica mais doente? Importante lembrar que, se você como produtor ama suas vacas, lembre-se que estamos contratando cada vez mais trabalhadores urbanos em nossas fazendas, que não entendem  de vaca, de saúde, nem nada disso. Não é óbvio! Acredite.

Correria com as vacas? Nem pensar! Vacas são animais pesados e gestantes (ou tentando ser). Elas andam a 2km/h enquanto uma pessoa anda a 5-6 km/h. Portanto, desacelere! Ande devagar. Aproveite esse tempo e já observe os animais, especialmente se há problemas de casco. Se as vacas estão arqueando a coluna e atrasando a passada, é sinal de que tem pé doendo e, se o animal não está mancando, provavelmente vai começar.

Segundo ponto, antes de falar de sombra e água vamos pensar na comida de todos os dias, o maior custo da produção de leite. Imagine o quão estressante é para o animal ter uma comida muito bem misturada em um dia, farta, cheirosa e no outro completamente o contrário. As bactérias ruminais e intestinais crescem à medida que recebem determinado tipo de alimento. Se cada dia elas recebem um tipo de mistura, de proporção, ou, se num dia recebem um aditivo e no outro não, é como se essas populações estivessem tentando se adaptar o tempo todo e nunca estabilizassem. Além disso, o leite não vem com essa flutuação no trato, porque leite depende de células e hormônios que são organizados num equilíbrio muito sensível. Se em um dia as células têm combustível e no outro não, o próprio organismo começa a entender que está em crise, ou seja, vamos economizar recursos! Resultado: menos leite, menos saúde. A natureza é sábia.

Sobre sombra. Todos de acordo que vaca valoriza estar na sombra? Sem dúvida! A faixa de temperatura confortável para a vaca é muito mais baixa do que a do ser humano (fica entre 5 e 18 graus aproximadamente), portanto, se ela não tiver sombra, gasta uma energia considerável tentando não cozinhar no sol. Essa energia poderia ir para o úbere ou para o bezerro no útero. Dar sombra de qualidade significa os animais não precisarem disputar e que possam ficar num lugar seco. Se é debaixo de um barracão, maravilha. Se não é possível, pense que as vacas precisam de aproximadamente 6-8 metros quadrados (por vaca) e que uma árvore só provavelmente não vai suprir todo o lote, além de que, depois de algum tempo naquele mesmo local, você não sabe mais o que é pior: o sol ou o barro embaixo da árvore. Portanto, se for sombrite tente construir em metalon com rodinhas para poder mover e variar o local. Se for sombra de árvore tente ter vários pontos, porque dependendo da situação, você pode até cercar a base da árvore quando der muito barro debaixo. Não é perfeito, mas para algumas situações é o possível.

Água! Leite é liquido certo? Mais de 80% do leite é água, então, se a vaca não estiver bem hidratada, qual a lógica de perder liquido através da lactação? A natureza percebendo que não há ingestão de água, diminui todo o tipo de desperdício "fechando a torneira", no caso, a de leite. É natural que qualquer organismo que se perceba em falta de ingestão de água, comece a economizar. Portanto, água em qualidade e quantidade. O que é isso? Bebedouros limpos, com área suficiente para o número de animais e que fique perto deles. Entre deitar e beber água, ela prefere deitar e deixar a água para depois. Uma boa dica é colocar um bebedouro na saída da ordenha pois o maior estímulo de ingestão de água é nesse momento. Lembre-se que estamos falando de fêmeas em sua maioria gestantes.

Você tem uma sala de espera pré-ordenha? Pois então, se puder, coloque um sistema de resfriamento (tenho um curso no Educapoint explicando como montar). Isso pode ajudar bastante a diminuir a temperatura das vacas, aproveitando um momento que elas estão sem fazer nada e aglomeradas, só esquentando. A sala de resfriamento sozinha não vai salvar suas vacas do estresse térmico, mas aproveite esse momento e desfrute de algumas horas (dependendo do clima obviamente) fora de estresse. Isso depende muito de para onde as vacas vão após o banho. Se elas forem para a sombra, se manterão em torno de 3 horas fora de estresse, se forem para o sol provavelmente o período será bem menor.  A cada hora em estresse térmico (acima de 39.1°C) elas perdem em torno de 300ml de leite.

Todas essas são opções para além do barracão. Lembre-se de que o barracão pode ser um "resort" mas de que adianta um resort onde os hóspedes apanham? Ou que não oferece comida adequada? Entenda que o barracão é apenas uma peça desse quebra-cabeças e, como já comentei em outros artigos, é uma solução incrível se muito bem manejado e se couber no seu planejamento financeiro, afinal de contas não adianta gastar uma soma razoável de dinheiro numa estrutura se o seu negócio não for rentável. Conforto tem tudo a ver com empatia com as vacas, ou seja, se colocar no lugar delas sempre. Seguindo essa linha você vai encontrar sempre boas oportunidades para deixar a vida delas mais confortável, seja dentro ou fora de um barracão.

Forte abraço a todos! Espero os comentários aqui me contando se faz sentido ou não.

  • Quer ficar por dentro do mundo lácteo por meio de um formato diferente? Siga o nosso canal no YouTube e acompanhe as nossas publicações! Vamos amar ver você por lá heart

HAYLA FERNANDES

Médica veterinária pela UFG e mestre em sustentabilidade e pecuária. Atua principalmente com conforto animal e período de transição de vacas leiteiras. Proprietária do perfil @vaca_feliz_oficial no Instagram.

9

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

LAUYZIE

SÃO PAULO - SÃO PAULO - ESTUDANTE

EM 18/08/2020

AMEI ler tudo isso! Obrigada.
ALEXANDRE ALVES DOMINGUES

OUTRO - GOIÁS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 18/08/2020

É isso ai... top!!!
HELENO FERNANDES TELES CARDOSO

OUTRO - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 18/08/2020

Ótimo artigo, parece óbvio mas muita gente erra e erra feio em tudo isso aí.
MARIELLE RODRIGUES DA SILVA

ITUMBIARA - GOIÁS - ESTUDANTE

EM 18/08/2020

Parabéns, adorei o artigo. Conforto é tudo, afinal quem não gosta?
MARIELLE RODRIGUES DA SILVA

ITUMBIARA - GOIÁS - ESTUDANTE

EM 18/08/2020

Parabéns pelo artigo, gostei bastante! Queria que meu pai lesse e entendesse a importância do conforto para o gado de leite, porém, ele é mais um daqueles "da moda antiga" que do jeito dele é melhor ????? ?
ANGELO ROSTIROLLA NETO

AMPARO - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 17/08/2020

Essa é a verdade com poucas palavras falou tudo
ALINA VAZ DAS GRAÇAS

JUIZ DE FORA - MINAS GERAIS - ESTUDANTE

EM 17/08/2020

Hayla, com certeza faz todo sentido.
Gostei muito do seu texto, abordou pontos exatos, explicando muito bem cada um deles, muito esclarecedor!
CIDO JOSÉ

SÃO BERNARDO DO CAMPO - SÃO PAULO

EM 17/08/2020

Muito bem elaborado e explicativo...
Fica aí a dica...
Quem não gosta de um bom conforto?
LAÉRCIO BARBOSA MARQUES

CERES - GOIÁS - REVENDA DE PRODUTOS AGROPECUÁRIOS

EM 14/08/2020

Ótimo artigo.
MilkPoint AgriPoint