ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Preços internacionais de lácteos: qual impacto para os produtores no Brasil?

MILK MONITOR

EM 10/02/2022

3 MIN DE LEITURA

0
3

É tanta coisa para se dar conta no dia a dia das fazendas de leite... a lida é trabalhosa e diária, cada detalhe importa. Todo produtor de leite sabe disso. O que muitos não sabem ou ainda têm dúvidas diz respeito ao mercado do leite, que diga-se de passagem, é bastante complexo! A dinâmica dos preços internacionais é fundamental para as propriedades leiteiras no Brasil —  sim, é isso mesmo que você leu!

No cenário internacional de lácteos, temos o GDT. Temos certeza de que quando publicamos algo sobre o leilão GDT, você logo pensa: o que a minha propriedade tem a ver com os preços internacionais do leite? O que isso vai impactar na minha lida especificamente?

Então, pare tudo que você está fazendo e fique craque no assunto antes da próxima ordenha. Vamos nessa?

 

Primeiro passo: afinal, o que é o GDT?

O GDT, ou Global Dairy Trade, é uma plataforma para negociação de derivados lácteos — leites em pó, queijos, manteiga e outros. O leilão GDT é uma iniciativa da Fonterra, e, portanto, a base das negociações é o mercado da Oceania — Austrália e Nova Zelândia. Os eventos – os chamados “leilões GDT” — são quinzenais.

 

Como o GDT impacta no mercado lácteo brasileiro?

Ok, agora você já sabe que o GDT é um leilão internacional de produtos lácteos que ocorre a cada 15 dias. Chegou a hora de descobrir como ele afeta o mercado de lácteos aqui no Brasil.

Quem aqui já escutou falar “em Maria vai com as outras?" Todo mundo, né? Pensando nessa expressão popular, fica mais fácil entender como os resultados do leilão GDT afetam o mercado brasileiro.

O GDT concentra um volume considerável das negociações globais de lácteos. O que acontece lá, tende a ser replicado em outras negociações em diferentes países. Ou seja, o “GDT” é a “Maria” e os demais mercados de lácteos vão com ele!

Na prática, funciona assim: elevações nos preços do GDT favorecem as exportações lácteas brasileiras, já que o produto nacional fica mais barato em relação ao produto do exterior. A lógica é: quanto mais caro o leite de fora, mais espaço temos para exportar! Por outro lado, uma diminuição nos preços do GDT torna as exportações mais difíceis. Ou seja, temos maior oferta no mercado nacional.

 

Por que o produtor de leite brasileiro deve acompanhar a movimentação do GDT?

Essa certamente é uma dúvida recorrente e nós estamos aqui para te ajudar! Primeiro ponto que precisamos ter em mente: tradicionalmente, o Brasil é um importador de lácteos. Detalhe importante: o leite estrangeiro representa uma parte considerável da oferta interna no país. Dessa maneira, a dinâmica das importações reflete na formação dos preços praticados no Brasil.

Agora, vamos para as exportações! Embora elas sejam menos relevantes, também fazem parte da dinâmica de formação de preço praticados no mercado nacional. Então, acompanhar o GDT é fundamental para uma previsibilidade da conjuntura dos preços pagos ao produtor brasileiro.

 

Como os resultados do leilão GDT impactam os produtores de leite no Brasil?

Bom, vamos entender essa questão de uma vez! Vejam só pessoal, não é tão complicado assim! Quando o Brasil está aproveitando a janela de exportações, temos leite saindo do país. Em outras palavras: maiores exportações, menor disponibilidade de leite no Brasil.

Aqui, entra a lei da “oferta e da procura.” É simples: se temos menor oferta de leite no mercado nacional, a tendência é de alta nos preços negociados. O mesmo pensamento é válido para as importações: maior quantidade de leite importado, maior a oferta no mercado nacional, e consequentemente, menores tendem a ser os preços praticados.

Resumindo: maiores exportações, menor oferta de leite interna, tendência de elevação nos preços negociados no mercado nacional. Maiores importações, mais leite disponível no mercado nacional, tendência de queda no preço no leite.

 

Com base nas informações do leilão GDT, os produtores podem tomar decisões assertivas nas propriedades! Quer saber como? Conheça o Milk Monitor!

O Milk Monitor é um produto do MilkPoint, que por meio de um aplicativo próprio, disponibiliza informações atualizadas das diversas variáveis que impactam a rentabilidade das fazendas de leite: mercado de grãos, preços interacionais de lácteos, cenário atual, projeções futuras, informações técnicas, gerenciais e muito mais!

E o melhor: o Milk Monitor direciona as ações que os produtores podem tomar nas fazendas de leite de acordo com a conjuntura do mercado. Com um preço que cabe no bolso do produtor, disponibilizamos o mercado do leite na palma da sua mão!

 

Ficou interessado? Quer nos conhecer melhor?

Siga nosso Instagram: @milk_monitor

Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://bit.ly/3AJCmPo

Entre em contato conosco: 19 9 9721-4296 | monitor@agripoint.com.br 

 

Qual assunto gostaria de ver por aqui? Ficou com alguma dúvida em relação ao leilão GDT? Deixe nos comentários que nós vamos te ajudar!

MILK MONITOR

Saiba como utilizar informações a favor da sua fazenda. O mercado do leite na palma da sua mão!

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint