ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

"ESG" a oportunidade para a pecuária em 2022

“ESG” A OPORTUNIDADE PARA PECUÁRIA EM 2022

Entre tantos fatores que devem ser levados em conta para o planejamento de 2022, o setor do leite do Brasil deve se preparar para conviver mais intensamente com a sigla ESG, que significa “Governança Ambiental, Social e Corporativa”. Ela vem do inglês, de “Environmental, Social and Corporate Governance” e em síntese, é uma forma de definir se as operações de uma empresa, como uma fazenda, são corretamente gerenciadas, socialmente responsáveis e sustentáveis. 

O conceito é fruto do crescimento da consciência coletiva mundial de que precisamos cuidar do nosso planeta, pensando nas pessoas, no meio ambiente e na economia. Consumidores mais exigentes não hesitam em boicotar as marcas consideradas danosas ao meio ambiente. Organizações financeiras já avaliam empresas pelos índices ESG para definir investimentos. E mudanças que aconteciam por força da legislação hoje começam a ser também estimuladas por laticínios e empresas da cadeia produtiva do leite.

Embora possa parecer mais uma preocupação para os produtores, o caminho é entender o conceito ESG como oportunidade, notando-se, por exemplo, que o setor leiteiro profissional brasileiro é bastante controlado, cada vez mais sustentável e com impactos sociais benéficos. Perceber que já praticamos muitos conceitos ESG em nosso dia a dia pode estimular a adoção de ações em sua direção. A lista de atividades positivas neste sentido é grande.

Em termos de governança, que nada mais é do que a gestão organizada e ética, os indicadores são evidentes. Sistemas de gestão ganham espaço crescente no mercado. Na parte de sustentabilidade, o reuso da água e de outros recursos naturais, é prática em muitas fazendas. A tecnologia dos biodigestores está cada vez mais acessível e é adotada em grande número de propriedades. Por outro lado, o manejo de pastagens e outras ações relativas à nutrição animal contribuem para a redução da emissão de gases do efeito estufa. 

Simultaneamente, o conceito do “bem-estar animal”, nascido na Europa, está avançando no Brasil. Hoje somos classificados como D (em uma escala A-G) na avaliação mundial de proteção de animais na agropecuária, com avanços nas práticas de manejo, melhorias no abate humanitário e no transporte de animais vivos. Entre os produtores mais organizados, são evidentes os ganhos de produtividade quando se observam as “cinco liberdades” dos animais (estar livre de fome e sede; de desconforto; de dor; doença e injúria; de medo e estresse e de ter liberdade para expressar os comportamentos naturais da espécie).

Em termos de impacto social, não restam dúvidas sobre a importância da cadeia produtiva do leite no Brasil, sendo este um dos setores que mais gera empregos e renda no País. Os treinamentos vêm sendo ampliados a campo e a formação profissional está em expansão, fatores que ajudam a profissionalizar o setor ainda mais.

A sigla ESG, assim, não deve assustar os produtores. Conceitualmente, já estamos em linha com ela. Há muito o que avançar, certamente, mas como dissemos, se entendermos como oportunidade essa nova demanda global por governança, sustentabilidade e melhoria social, avançaremos rapidamente e nossos negócios se tornarão ainda mais fortes, mais úteis e essenciais para a sociedade.

Quer conhecer um pouco mais sobre o conceito de bem-estar animal e estar preparado para o futuro do leite? Clique aqui e acesse a matéria sobre o lançamento do IILB 9 (Índice Ideagri do Leite Brasileito). No evento falamos com 9 especialistas sobre  bem-estar animal, a certificação BEA, o conceitual que isso envolve e os resultados alcançados pelas fazendas que conquistam o selo; e o futuro do leite.

Escrito por 

Laerte Cassoli CEO Rumina

Marcelo Ferreira CEO Ideagri

Ana Paula Caríssimo Comunicação Técnica Ideagri

 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint