FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Especial NE: NZ Agropecuária, umas das 20 maiores propriedades leiteiras do Brasil

POR MAYSA SERPA

PRODUÇÃO DE LEITE

EM 27/10/2020

3 MIN DE LEITURA

2
6

O Especial Região Nordeste tem mais uma edição e desta vez iremos contar a história de uma das 20 maiores propriedades leiteiras do Brasil! A NZ Agropecuária, localizada em Fortaleza/CE, pertence ao grupo CIALNE e ocupou a 19ª posição no levantamento Top 100 2020 do MilkPoint. Quem conversou conosco sobre foi a Ludmila Carneiro, responsável pela fazenda e Diretora Administrativa da CIALNE.

“A NZ Agropecuária nasceu em 2019, mediante cisão das atividades pecuárias desenvolvidas pela CIALNE, empresa que atua com produção rural com destaque desde 1966. Os valores da empresa como ‘amor de dono’, ‘credibilidade’, ‘fazer bem feito’, ‘respeito’ e ‘trabalho’ são compartilhados entre ambas as empresas”.

Segundo Ludmila, a família Carneiro sempre teve suas raízes no campo e, há mais de 50 anos, vem desempenhando suas atividades com sucessão familiar gradativa, possuindo mais de 100 colaboradores atualmente.

Produzir leite é uma das atividades desenvolvidas, com o objetivo de gerar um produto com alto valor biológico utilizando sistema de pastejo rotacionado em capins tropicais, o que permite harmonia entre bem-estar ambiental e animal, com alta eficiência produtiva. Atualmente conta com produção de 28,5 mil litros diários, cerca de 1500 animais em lactação com média 19,2 litros/vaca/dia. Os animais possuem padrão genético euroindiano (Gir e Girolando) e preza-se pela qualidade alimentar, a fim de garantir altos níveis de sólidos totais no leite.

No sistema de produção da fazenda, as vacas em lactação ficam em pastejo rotacionado irrigado, enquanto as novilhas e vacas secas gestantes em pastejo de sequeiro. “Como forma de resguardo para épocas de estiagem mais prolongada, mantemos estoques de alimentos volumosos guardados em silos de sorgo forrageiro e capim. As culturas mais utilizadas são Capim Mombaça (Megathysus maximus), Massai (Megathysus maximus, cv. Massai) e Canarana (Echinochloa pyramidalis)”, contou Ludmila.

Na NZ Agropecuária, a tecnologia é amplamente utilizada. A sala de ordenha é completamente mecanizada, com circuito fechado, limpeza automatizada e resfriamento automático do leite, o que possibilita excelentes índices de CBT. Além disso, “os dejetos da sala de ordenha e de espera são carregados para tanques e posteriormente separados, onde o líquido é injetado no sistema de irrigação do capim e o sólido vai distribuído no solo das áreas de plantio, devolvendo nutrientes e ajudando na formação de um ambiente adequado”, explicou a proprietária. Na reprodução, a fazenda se vale de inseminação artificial e fertilização de embriões in vitro, para garantir a melhor genética. “É importante ressaltar que através do uso de biotecnologias da reprodução, especialmente da FIV (fertilização in vitro), é possível aprimorar a seleção dos animais, levando o rebanho a uma evolução constante de produção e saúde, mediante genética de touros com provas melhoradoras e doadoras de genética da própria fazenda”, ponderou.

Para monitorar o desenvolvimento e eficiência da propriedade, os índices zootécnicos são monitorados de forma informatizada há mais de 20 anos. Através dessa gestão são avaliados índices como: ganho de peso diário individuais, taxas de serviço, concepção e prenhes, percentual de vacas em produção, secagem de vacas com prenhês avançada, curva média de lactação individual, calendário sanitário, dentre outros parâmetros.

A NZ Agro abastece o laticínio do grupo, a Sabor e Vida, assim como outros laticínios da região. “A verticalização da cadeia nos permite um total controle do nosso produto até a gôndola do consumidor final”, comentou a responsável pela fazenda. Além disso, a propriedade é responsável por fomentar o mercado de animais, por meio da disponibilização de gado para leite em toda a Região Nordeste.

Sobre produzir leite nesta região, Ludmila comentou que tem suas vantagens e desvantagens. As vantagens estão relacionadas ao ambiente mais seco desfavorecer o surgimento de diversas doenças, visto que uma desinfecção natural é feita com a luz solar. Por outro lado, o clima da região é caracterizado por irregularidades nos períodos chuvosos, o que faz com que precisem buscar caminhos para conviver com essa adversidade. Além disso, existe a distância dos polos de produção de insumos importantes, como milho e soja, o que encarece os custos de produção.

Apesar de já ser referência no setor leiteiro brasileiro, a NZ Agropecuária tem grandes metas para o futuro. Entre elas está a otimização da utilização dos recursos naturais, através da maximização de receita por área mediante o menor investimento necessário. Além disso, pretendem dobrar a produção nos próximos 5 anos e continuar atendendo o mercado com leite de qualidade e novilhas para recria.

Quer contar sua história ou conhece alguma propriedade de destaque no Nordeste? Clique aqui e fale com a gente!

MAYSA SERPA

Médica Veterinária e mestranda em Sanidade Animal pela UFLA, Editora Assistente de Conteúdo MilkPoint.

2

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CLAUDIO SOUZA

SENHOR DO BONFIM - BAHIA - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 27/10/2020

Ótima reportagem, sigo acompanhando a pecuária leiteira e tentando me nivelar com fazendas eficientes, pois este é o único caminho. Tenho uma propriedade pequena no sertão da Bahia e minha media de lactação por vaca é de 18 litros, bem proxima da Nz agropecuária.
MAYSA SERPA

PIRACICABA - SÃO PAULO

EM 27/10/2020

Olá, Claudio, ficamos felizes que tenha gostado! Com certeza, precisamos sempre nos nivelar por cima. Um grande abraço e muito sucesso para você!
MilkPoint AgriPoint