FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

MG: produtora rural de Eugenópolis cria marca de produtos lácteos após cursos do Senar

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 06/12/2019

2 MIN DE LEITURA

0
0
Verônica Peixoto é natural de Espera Feliz e a história dela começa em 2003, na cidade de Faria Lemos. Ela e o marido, Sérgio Peixoto, são produtores rurais de leite e foi naquele ano que Verônica teve o seu primeiro contato com o Sistema Faemg/Senar Minas.
 
“Meu marido começou a trabalhar como mobilizador do Sindicato na região de Faria Lemos e foi por meio dele que tomei conhecimento dos cursos oferecidos e da metodologia utilizada pelo Senar Minas”, conta. A produtora se interessou pelo trabalho desenvolvido pelo Senar no meio rural e, desde então, vem participando de cursos ligados à agropecuária e outros às áreas de alimentação e nutrição.
 
 
O casal se mudou para Eugenópolis, onde passou a contar também com a assistência do Sindicato dos Produtores Rurais de Muriaé, parceiro do Sistema Faemg/Senar Minas. Com a ajuda da mobilizadora do Sindicato, Camilla Resende, Verônica buscou o aperfeiçoamento na produção de lácteos e realizou os cursos de derivados do leite oferecidos pelo Senar Minas.
 
E foi no mercado local que Verônica enxergou uma grande oportunidade. “Depois dos cursos, comecei a observar a existência de uma demanda de produtos lácteos feitos com qualidade e ecologicamente corretos. Como produtora de leite, decidi, então, comercializar os produtos da nossa propriedade”, explica.
 
Foi assim que nasceu a “Made in Roça”, marca que tem levado os queijos e leites produzidos de forma artesanal no sítio São Pedro diretamente para a mesa do consumidor. A novidade tem feito sucesso e chamado a atenção. Quem provou garante: os produtos são muito bons.
 
Por enquanto, os itens “Made in Roça” são fabricados em pequenas quantidades e podem ser adquiridos apenas por encomenda. Mas, em breve, esse cenário deve mudar. “Já estamos em busca do certificado do Serviço de Inspeção Municipal (SIM) para comercializar de uma forma ampla e, assim, galgar novos horizontes, sem nunca perder o principal: a qualidade”, afirma Verônica. O SIM possibilita que produtos de origem animal possam ser comercializados nos estabelecimentos do município.
 
"Verônica aproveitou os cursos do Senar para adquirir mais uma fonte de renda, iniciou o empreendimento agora, pretende inovar com outros produtos e já está tendo sucesso. É muito gratificante saber que, além de tudo, os cursos do Senar também despertam nos alunos essa visão empreendedora, incentivando-os a tirar ideias do papel", avalia a mobilizadora Camilla.
 
“Hoje, vejo o Senar como uma grande oportunidade para o micro, pequeno e médio produtor diversificar a sua produção e, assim, ter maior rendimento econômico, além de melhor qualidade de vida para toda família. Sou muito grata ao Senar, mobilizadores e instrutores”, destaca Verônica.
 
As informações são do Sistema FAEMG.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.