ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
FAÇA SEU LOGIN E ACESSE CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Acesso a matérias, novidades por newsletter, interação com as notícias e muito mais.

ENTRAR SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

MilkPoint Ventures e Pil Andina: transformação leiteira na Bolívia

GIRO DE NOTÍCIAS

HÁ 2 DIAS

3 MIN DE LEITURA

0
10

O Diretor Técnico e de Novos Negócios da Mikpoint Ventures, Valter Galan, esteve na Bolívia no mês de junho para o projeto de consultoria “Transformación lechera en Bolivia” em parceria com a empresa Pil Andina.

Figura 1. Visitação das fazendas de leite na Bolívia.Visitação das fazendas de leite na Bolívia.

Atualmente, a indústria alimentar Pil Andina pretende impulsionar a economia dos produtores de leite em Cochabamba, La Paz e Santa Cruz de La Sierra, através do projeto “Transformación lechera en Bolivia” (Transformação leiteira na Bolívia). 

Com esta iniciativa, a empresa busca contribuir com a transferência de conhecimento para aumentar a produção leiteira e posicionar o país como um país exportador com volume, tecnologia e qualidade. 

O projeto inclui duas etapas. A primeira, já em andamento, tem como foco o diagnóstico da cadeia láctea no país e conferências especializadas sobre “Tendências na produção e mercado do leite na América Latina”. A equipe da MilkPoint Ventures compartilhou com os participantes as tendências para o mercado lácteo em nível global e regional, mostrando uma projeção de demanda bastante animadora para o setor até 2050. Também foi destacada a importância que a agenda ambiental começa a assumir  no setor.

A segunda etapa do trabalho está mapeando iniciativas de melhoria nas fazendas de produção de leite na Bolívia, com o objetivo de impulsionar a produção leiteira no país.

Figura 2. Produtora boliviana transportando leite até tanque coletivo em Cochabamba.Produtora boliviana transportando leite até tanque coletivo em Cochabamba.

Segundo Valter Galan, o objetivo principal do projeto é diagnosticar toda a base de produção de leite boliviana, que é praticamente toda a base de produção de leite da Pil Andina, avaliando as oportunidades para desenvolver e propor uma série de ações e ferramentas de fomento para o crescimento da produção, redução de custos e aumento de competitividade da Bolívia. 

Figura 3. Valter Galan e participantes do projeto em La Paz. Valter Galan e participantes do projeto em La Paz.

“A Bolívia tem um consumo de leite  que não cresce e é bastante baixo. O país exporta leite em pó para outros países, mas existe uma série de aspectos que precisam ser trabalhados para aumentar a competitividade para a exportação, principalmente qualidade do leite e os teores de sólidos”, comenta o Diretor Técnico da MilkPoint Ventures. 

Valter ainda destaca que as três principais bacias leiteiras do país são bastantes distintas em suas características geográficas. “Nós visitamos Santa Cruz que é a principal bacia leiteira e está numa região a 400 m de altitude, com relevo e condições climáticas bastante semelhantes ao estado do Mato Grosso do Sul. Cochabamba, a segunda principal bacia, está situada há 2.500 m de altitude, com clima mais ameno e mais próximo da zona de conforto térmico dos bovinos. Já La Paz é caracterizada pelo expressivo número de pequenos produtores e grandes desafios na qualidade do leite. São três realidades bem diferentes dentro de um mesmo país e que exigem soluções distintas”.

Nas três bacias leiteiras, o rebanho possui nível produtivo interessante e potencial de crescimento da produção por vaca, com a predominância da raça holandesa. No entanto, Valter enfatiza que o trabalho no país deve focar muito na nutrição, composição do rebanho e qualidade do leite, que podem ser os principais desafios a serem enfrentados.  

Figura 4. Fazendas leiteiras na Bolívia. Fazendas leiteiras na Bolívia.

René Arias Ortiz, Gerente de Supply Chain da Pil Andina, afirmou que, com esta iniciativa, além de identificar o potencial lácteo do país, a PIL Andinda espera que os produtores adquiram mais competências administrativas para melhor gerir suas fazendas leiteiras, produzindo em bom ritmo e correspondendo à competitividade e inovação com os países vizinhos.

“Vamos trabalhar juntos para fortalecer a cadeia produtiva do leite na Bolívia. Atualmente, a Pil Andina capta cerca de 90% do leite do país. Exportamos leite em pó para Colômbia e Peru. No passado exportamos para Venezuela, Cuba e temos mercado certificado com o México. Para continuar crescendo precisamos que nossas fazendas atendam a determinados requisitos. O objetivo é unir esforços para que a Bolívia seja um país altamente produtivo em leite”, comentou.

A Pil Andina pretende desenvolver este projeto para que os produtores possam aumentar a produção de leite nas três principais bacias, de forma a atender com qualidade tanto o mercado local como os mercados emergentes.

A empresa é líder na indústria alimentícia na Bolívia e possui 3 plantas industriais localizadas em Cochabamba, La Paz e Santa Cruz. Com um amplo portfólio de mais de 350 produtos, atende o mercado interno boliviano principalmente com leite UHT e linha de produtos refrigerados, além das exportações com leite em pó industrial integral.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

Assine nossa newsletter

E fique por dentro de todas as novidades do MilkPoint diretamente no seu e-mail

Obrigado! agora só falta confirmar seu e-mail.
Você receberá uma mensagem no e-mail indicado, com as instruções a serem seguidas.

Você já está logado com o e-mail informado.
Caso deseje alterar as opções de recebimento das newsletter, acesse o seu painel de controle.

MilkPoint Logo MilkPoint Ventures