ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Cotochés investe para atingir novos mercados

A fábrica de laticínios Cotochés, cuja sede está localizada em Rio Casca (MG), está dando início a um processo de reestruturação das atividades com o objetivo de atingir novos mercados fora de Minas Gerais. Os planos são chegar ao interior de São Paulo, aumentar as participações nos mercados das capitais paulista e carioca e, em seguida, partir para o Nordeste. Além disso, os planos de expansão incluem também o interior mineiro, ampliando a atuação da empresa, que hoje está concentrada nos centros urbanos. Atualmente, Minas representa 74% do mercado da Cotochés, seguido pela Bahia, com 15%; Pernambuco, que apesar de consumir basicamente leite em pó, representa 5%, e São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, com 2%.

A reestruturação da Cotochés está focada na mudança da imagem institucional da empresa, baseada nos resultados de uma pesquisa feita pelo instituto de pesquisa Vox Popoli. Segundo o estudo, a Cotochés é vista pelo consumidor como uma marca forte, tradicional, que oferece produtos naturais, saborosos e de qualidade. As alterações necessárias demandarão cerca de R$ 9 milhões. A meta de expansão inclui uma projeção de crescimento anual de 14% a 15% até 2006.

Entretanto, segundo o diretor comercial da Cotochés, João Maroca, o racionamento de energia e a crise econômica dos últimos meses, que elevou a cotação do dólar, impôs um recuo, baixando a expectativa de crescimento para 4% a 5% no ano de 2001. Ele ressaltou, no entanto, que essa retração não irá interferir nos investimentos.

Do total a ser investido, R$ 3 milhões serão destinados ao desenvolvimento de novos produtos, mudança de embalagens e rótulos, promoção em pontos de venda e campanhas voltadas ao consumidor final, que começarão no próximo ano. Além disso, essa verba será também aplicada em projetos de responsabilidade social e marketing cultural, também em 2002.

O restante dos recursos - R$ 6 milhões - será destinado a investimentos em tecnologia e ampliação da linha de produção. O projeto inclui a modernização de toda a frota de caminhões, principalmente do layout dos 50 veículos que fazem a distribuição urbana dos produtos, processo que acontecerá ainda este ano.

A Cotochés pretende dobrar o mix de produtos até o final deste ano, lançando 42 novidades com a marca da empresa, como por exemplo, uma nova linha de leites enriquecidos e novos tamanhos de queijo com formas de corte e tipos diversificados. Segundo Maroca, os lançamentos são uma resposta à demanda detectada nas pesquisas - 80% dos negócios da empresa são com o pequeno varejo, que tem exigido produtos como iogurtes e bebidas lácteas. Os supermercados e hipermercados representam 15% dos negócios e o atacado 5%.

Segundo Maroca, um dos trunfos da empresa para a expansão é a eficiência de distribuição para o pequeno varejo, o que, segundo ele, as concorrentes multinacionais não conseguem estruturar. A Cotochés está há 50 anos no mercado e figura entre as 12 maiores captadoras de leite do País e entre os nove maiores laticínios em receita líqüida. A empresa tem três unidades fabris: uma em Rio Casca, outra em Timóteo e a terceira em Ravena, todas no Estado de Minas Gerais. Juntas as unidades contam com 530 funcionários, e produzem 130 milhões de litros de leite por ano. A previsão é que feche o ano com um faturamento de cerca de R$ 130 milhões.

Fonte: Gazeta Mercantil (por Ciara Albernaz), adaptado por Equipe MilkPoint

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ELIZ

VISCONDE DO RIO BRANCO - MINAS GERAIS

EM 09/11/2016

Por que saiu do mercado os pelite de fruta e chocolate do mercado.