ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
FAÇA SEU LOGIN E ACESSE CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Acesso a matérias, novidades por newsletter, interação com as notícias e muito mais.

ENTRAR SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Skyr probiótico: combinação de saúde e sabor

VÁRIOS AUTORES

ADRIANE ELISABETE ANTUNES DE MORAES

EM 15/10/2021

1 MIN DE LEITURA

0
1

Saudabilidade e sabor precisam caminhar juntos, mas, especialmente em 2020, devido à pandemia, a busca por produtos saudáveis se tornou uma prioridade entre os consumidores. Assim, produtos com alta quantidade de proteínas e baixo teor de gordura, que proporcionam experiência sensoriais inovadoras e sofisticadas, e que agregam funcionalidade, se tornaram uma tendência no mercado brasileiro e mundial.

Neste sentido, o skyr se enquadra na categoria dos iogurtes com alto teor de proteínas e pode ser encontrado com diferentes nomes ao redor do mundo: iogurte grego (EUA), Torba (Turquia), Stragisto (Grécia), Chakka (Índia), Ymer (Dinamarca). Curiosamente, o skyr sempre foi uma fonte confiável de nutrientes durante os longos invernos frios da Islândia.

Embora seja semelhante ao iogurte convencional, o skyr tem características de textura próprias por ser mais consistente e cremoso. A obtenção deste produto também acontece pela fermentação com culturas lácteas, porém a etapa de dessoragem  proporciona características sensoriais diferenciadas. Originalmente a dessoragem era realizada utilizando-se tela de algodão, mas foi atualmente substituída pela utilização de centrífuga tipo Quark.

Porém, com os avanços tecnológicos, hoje é possível substituir a etapa de dessoragem pela concentração do leite, utilizando a tecnologia de filtração tangencial, mais especificamente a ultrafiltração (UF). O processo de UF resulta em uma perda mínima de proteínas e quando aplicado antes da fermentação evita a obtenção do soro ácido, o que representa um resíduo problemático para a indústria de laticínios.

Nas últimas décadas, o mercado de iogurtes e leites fermentados do Brasil ganhou um grande impulso, com diversificação de produtos e investimentos na linha gourmet e funcional. Desta forma, a adição de culturas probióticas no skyr pode ser uma alternativa interessante para obtenção de produto proteico, o qual confere saciedade e saúde intestinal, estando alinhado com a tendência de saudabilidade desejada pelos consumidores.

 

Referências

Litopoulou-Tzanetaki, E., and N. Tzanetakis. 2014. Fermented Milks: Range of Products. Second Edi. Elsevier.

ADRIANE ELISABETE ANTUNES DE MORAES

Docente da Faculdade de Ciências Aplicadas-FCA/UNICAMP. Graduação em Nutrição (UFPEL), Mestrado em Ciência e Tecnologia Agroindustrial (FAEM/UFPEL), Doutorado em Alimentos e Nutrição (FEA/UNICAMP), Pós Doutorado no TECNOLAT/ITAL.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint