ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Rastreabilidade avança com demanda por ESG

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 15/10/2020

2 MIN DE LEITURA

0
0

Processos de rastreabilidade apoiam a qualidade e a conformidade de processos ao longo da cadeia do agronegócio. Por trás dessa tendência está a demanda por governança social, ambiental e corporativa (ESG), que exige cada vez mais o controle de fluxos de informação, segundo o CEO da LDC, Murilo Parada. Isso inclui do monitoramento via satélite a inteligência de dados, blockchain e marcação de DNA.

Consumidores holandeses têm transparência total dos sucos da marca (Louis Dreyfus Company), já que as plantas de processamento e o terminal portuário no Brasil, bem como o terminal belga, têm certificação Rainforest Alliance, e o sistema blockchain conecta até a cadeia varejista. Aqui, a LDC criou certificação própria de agricultura sustentável que, este ano, alcançou 70% de rastreamento de compras diretas até o nível de fazenda.

A Marfrig investirá R$ 500 milhões até 2030 para garantir cadeia de produção sustentável e livre de desmatamento. O desafio da pecuária é a complexidade. O país tem 214 milhões de cabeças de gado e 2,5 milhões de propriedades em diferentes modelos de cria, recria e engorda. O programa Verde+ visa apoiar produtores desde regularização de propriedades até assistência técnica e modelagem financeira junto a bancos, explica o diretor de sustentabilidade, Paulo Pianez.

A empresa rastreia por geomonitoramento 16 mil produtores diretos em 30 milhões de hectares na Amazônia, e desenvolve mapa de indiretos com consultoria da Agroicone e tecnologia de inteligência artificial (IA). Tem parceiros como CPQD e Safe Trace, para blockchain, e Visipec, ferramenta de monitoramento baseada em dados públicos. Em 2021 a iniciativa chegará ao Cerrado.

A Minerva monitora por georreferenciamento mais de 9 mil fornecedores em 9 milhões de hectares na Amazônia. O frigorífico também está testando a Visipec desde agosto.

A Frigol emprega IA para cruzar dados de georreferenciamento, cadastro rural e produtividade para evitar originação em áreas problemáticas. A próxima fase é a inserção de QR code em embalagens. “A pressão vem de fornecedores de capital e clientes com condicionantes ambientais”, diz o CEO Marco Câmara.

A empresa tem apoio da Niceplanet para rastreabilidade de produtores e da Ecotrace nas etapas seguintes. A primeira, sediada em Redenção (PA), fornece monitoramento socioambiental para mais de 30 empresas, com análise de 40 mil fazendas por dados públicos e geotecnologia. A Ecotrace emprega IA na classificação de carcaça para o produtor acompanhar o destino de seus animais. Além disso, fornece tecnologia para aplicação de QR Code em português e mandarim, para clientes como Seara e tem projeto piloto com a Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa) para levar garantia de origem a camisetas nas lojas, conta o CEO Flávio Redi.

Agtechs se destacam na área. A Bovcontrol fornece chips para rebanhos bovinos e ferramenta de gestão com base em dados. Hoje está em 47 países e 68 mil fazendas, 35% no Brasil, avançou na cadeia com empresas como a Nestlé, com rastreabilidade total do leite no Brasil, e aposta na digitalização do negócio de ponta a ponta. Sua plataforma une informações de sensores a balanças, leitores de RFID e satélites e subsidiar até sequestro de carbono para bigtechs globais. A empresa cobre 11% da pecuária mundial minimamente digitalizada. A meta é chegar a 20% este ano, diz o CEO Danilo Leão.

As informações são do Valor Econômico.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint