ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Nestlé concorda em vender ativos da Malásia para a Lactalis

A Nestlé Malaysia concordou em transferir seu negócio de lácteos refrigerados da Malásia e sua fábrica de Milo localizada em Petaling Jaya para a empresa francesa de laticínios Lactalis, e usará os recursos para expandir sua outra fábrica do produto no distrito de Chembong, também na Malásia. Vale destacar que Milo é um achocolatado com malte em pó que é misturado com água quente e leite para produzir uma bebida popular principalmente na Oceania, América do Sul, Sudeste Asiático e certas partes da África.

Milo Nestlé

De acordo com um comunicado da Nestlé, a Lactalis planeja estabelecer a Malásia como centro de operações de seus negócios de lácteos no continente asiático após a transação, com planos para impulsionar o crescimento através de um portfólio expandido de novos produtos. Como resultado, a Nestlé investirá MYR100 milhões (US$ 24 milhões) para expandir sua unidade de produção em Chembong, que estabelecerá o local como a maior fábrica de Milo do mundo.

Alois Hofbauer, CEO da Nestlé Berhad (Malásia) disse que este movimento fortalecerá ainda mais a presença da Nestlé na Malásia. “A fábrica de Milo em Chembong é parte integrante dos negócios da empresa, fornecendo Milo no mercado interno e contribuindo com exportações para mais de 20 países. Através da concentração de nossas operações Milo e nosso investimento de mais de RM100 milhões (US$ 24 milhões) na fábrica, não só poderemos melhorar as instalações de produção e a eficiência operacional, mas também aumentar a capacidade e tornar a Chembong a maior Milo Manufacturing Center no mundo da Nestlé. Isso nos ajudará a atender melhor às crescentes demandas locais e de exportação.

A Nestlé permanece positiva no mercado da Malásia. O país, como é um centro de exportação, espera-se maiores oportunidades de crescimento futuro. “Nós vemos um grande potencial nesses investimentos. Eles nos permitirão fortalecer nosso foco em negócios estratégicos que podem oferecer um bom crescimento a longo prazo e estão alinhados com as crescentes necessidades dos consumidores”, concluiu Hofbauer.

As informações são do portal FoodBev, traduzidas e adaptadas pela Equipe MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.