FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Índia: maior fábrica de leite em pó da Ásia foca em sustentabilidade com tecnologias inovadoras

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 26/11/2020

5 MIN DE LEITURA

0
0

A maior cooperativa de laticínios da Índia, Amul, começou a produzir produtos lácteos para pessoas no estado de Gujarat e outros locais, na década de 1950. Anunciado como o pioneira da ‘revolução branca’ da Índia, a Amul foi fundamental para tornar a Índia um dos maiores produtores mundiais de leite e derivados. Após licitação competitiva, a GEA sendo líder global em tecnologia e parceira de longo prazo da Amul foi a escolha óbvia para planejar e construir a maior fábrica de leite em pó da Ásia em sua unidade AmulFed em Gandhinagar.

O foco no novo local da AmulFed em Gandhinagar, foi definido na produção sustentável com tecnologias inovadoras e à prova de futuro da GEA. A GEA foi responsável pelo projeto turnkey completo, desde o processamento do leite até a embalagem do leite em pó e incluindo sistemas auxiliares, elétricos, utilitários, tubulação e automação. A planta foi concluída em tempo recorde para que pudesse ser comissionada a tempo para a temporada de pico de produção de leite na Índia.

A escala da fábrica de leite em pó, que cobre 26.000 m2 e tem oito andares de altura, não tinha precedentes no setor de laticínios indiano. A instalação automatizada da GEA pode produzir 150 toneladas por dia (TPD) de leite em pó desnatado e 120 TPD de branqueador para laticínios.

A planta fica no mesmo local que as plantas existentes de 60 TPD e 100 TPD de pó da Amul, que também foram fornecidas pela GEA, em 1994 e 2004, respectivamente. “As três fábricas juntas significam que a AmulFed é agora a maior instalação de leite em pó desnatado com capacidade de 310 TPD na Ásia”, explica Rajesh Golani, chefe de Suporte de Vendas e Gerenciamento de Ofertas da GEA Índia.

“Tivemos uma série de interações com a AmulFed durante a fase de planejamento sobre a seleção da tecnologia adequada, características superiores em eficiência energética, produtividade, sustentabilidade, segurança de planta e produto, adequação ambiental, higiene, conceitos de zoneamento e qualidade do produto, para que todos estivessem capazes de avaliar todos os aspectos e eficácia da nova planta em conformidade com os padrões globais”, disse Golani.

A planta AmulFed teve que ser concluída em tempo recorde e dentro de um prazo muito curto. “A maior conquista é que conseguimos concluir todo esse projeto em 20 meses. Nosso pico de produção havia começado e precisávamos dessa capacidade. Somos gratos à GEA por terem concluído este projeto no prazo”, explica o Dr. Rupinder Singh Sodhi, diretor administrativo da Federação Cooperativa de Marketing de Leite de Gujarat, Amul.

Princípios de design higiênico e soluções de processamento avançadas e integradas, garantem a fabricação de leite em pó sustentável e preparado para o futuro na fábrica da AmulFed. Construída para operar 24 horas por dia, 7 dias por semana, a linha de processamento e empacotamento de 150 TPD pode lidar com os maiores volumes de leite que chegam de produtores de leite em toda a região durante a estação de maior produção. A maior capacidade e qualidade de produção na AmulFed significam que o leite em picos de carga é processado e convertido em produtos de valor agregado, incluindo leite em pó desnatado e integral e branqueador de laticínios.

A solução ponta a ponta inclui separadores energeticamente eficientes da GEA com acionamento direto integrado, clarificadores de remoção de bactérias, homogeneizadores de alta pressão e válvulas higiênicas para o processamento de leite líquido, bem como os maiores evaporadores MVR da GEA entregues à Índia até o momento. Esses evaporadores geralmente requerem 30% menos espaço do que os sistemas convencionais e ajudam a reduzir o uso de energia e os custos, além das emissões de CO2. Três conjuntos de unidades de polimento por osmose reversa tratam o condensado da planta de evaporação e reutilizam a água, o que torna AmulFed quase uma planta de água zero. “Impressionantemente, cem por cento da água evaporada é condensada e reutilizada na fábrica de laticínios,” comenta o Dr. Rupinder Singh Sodhi.

Após a evaporação, o concentrado de leite é transferido para os secadores de spray. A GEA forneceu seu maior secador por pulverização MSD de vários estágios para a planta AmulFed. O MSD Spray Dryer está equipado com um sistema de alimentação dupla para permitir operação 24 horas por dia, 7 dias por semana. Como a secagem é realizada em três etapas, resulta em maior eficiência energética. O ar de exaustão do secador passa por quatro ciclones para o maior filtro de sacos SANICIP disponível da GEA e os finos descarregados do filtro de sacos são então devolvidos à câmara de secagem, economizando produto e permitindo emissões quase nulas.

A AmulFed também opera uma linha de enchimento de sacos de 25 kg automatizada de alta velocidade, fornecida pela GEA, que apresenta controle total de saco e uma área de enchimento fechada. Com esse sistema, o manuseio manual de sacos vazios não é mais necessário, o que minimiza o risco de contaminação e ajuda a garantir total segurança. A fábrica também opera linhas de enchimento de jarras e varejo, de modo que pode ser usada de forma flexível para atender às mudanças nas demandas do mercado e dos consumidores.

Além disso, a planta foi configurada com recursos de segurança avançados. “Ela está equipada com um nível avançado de segurança, incluindo um sistema de detecção de CO, sistema de supressão de explosão, bem como câmera de bico para monitorar a nuvem do atomizador”, observa Golani. Sistemas de monitoramento e regulação de toda a operação da planta, ajudam a garantir uma produção de alta qualidade, otimizam o uso de recursos, minimizam desperdícios, perdas e emissões de produtos e reduzem tempos e paradas desnecessárias.

“Observamos a competência da GEA para nos fornecer uma planta totalmente automática. Nosso objetivo era buscar a melhor tecnologia que pudesse fornecer um produto de muito boa qualidade, muito boa eficiência, ecologicamente correto e também um alto nível de produtividade”, explica Anilkumar Bayati, gerente geral da AmulFed Dairy.

“É uma configuração totalmente integrada desde o processamento do leite até a embalagem. Os produtos fabricados são de padrão mundial e os produtos produzidos pela fábrica alcançam os melhores preços do mundo, pela qualidade do leite e pela tecnologia que adotamos. Isso realmente nos ajudou a atingir nossa meta.”

Gostou do conteúdo? Deixe seu like e seu comentário, isso nos ajuda a saber que conteúdos são mais interessantes para você. Quer escrever para nós? Clique aqui e veja como!

As informações são do Dairy Industries International, traduzidas pela Equipe MilkPoint. 

 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint