FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

MG: encontro leva tecnologias para empreendedores do leite no Campo das Vertentes

Debater o empreendedorismo na produção leiteira, esse foi o objetivo do 18° Encontro Regional de Produtores de Leite do Campo das Vertentes, realizado nessa quarta-feira (18), no Campo Experimental Risoleta Neves (CERN) da EPAMIG em São João del-Rei. O evento reuniu cerca de 800 participantes e trouxe palestras, demonstrações e dinâmicas de campo dentro de temas como produção de leite a pasto, opções de forrageiras para Campo das Vertentes, criação de novilhas, controle de carrapatos em bovinos e conhecimentos sobre distribuição energética no campo em dinâmica executada por equipe da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).
 
 
Além de acompanhar as palestras e dinâmicas, os participantes puderam, ainda, conhecer máquinas e implementos agrícolas dos 22 expositores que fizeram parte do espaço de patrocinadores do encontro. Em sua primeira participação, a equipe comercial da Riber Sementes confirmou as boas expectativas sobre o evento.
 
“O contato com os produtores que visitam o evento é uma excelente forma de aproximação. Nós temos a oportunidade de mostrar nossos produtos ao mesmo tempo que trocamos informações com os produtores. É fácil notar que o evento tem um bom público, além de mostrar que os produtores estão interessados nesse contato e na busca de conhecimento. Aqui, conseguimos apresentar nosso portfólio e, de acordo com o perfil do produtor, apresentamos soluções adequadas. Isso gera oportunidade de negócios e, consequentemente, vendas”, pondera o representante comercial da Riber, Henrique Raimundi.
 
Participando pela 15ª vez do Encontro, o produtor Antônio Barreto, da cidade de Lagoa Dourada, disse estar satisfeito com os conhecimentos acessados no evento. “Noto que as experiências compartilhadas pelos especialistas e também pelos demais produtores, sejam eles grandes ou pequenos, é proveitosa para nós. Os animais têm características semelhantes e passam pelas mesmas necessidades. Então, sempre temos algo de interessante para levar dessa troca de saberes. Sempre saímos daqui com ensinamentos aplicáveis na rotina das nossas propriedades”, diz Barreto que também é secretário de Agricultura do município de Lagoa Dourada. Ele comenta, ainda, que o evento já se tornou tradicional e movimenta mais de 15 produtores de leite da cidade. 
 
Coordenador do evento e gerente do Campo Experimental da EPAMIG, Antônio Nunes, atesta que o evento já está no calendário de diversas empresas do segmento que veem no encontro uma oportunidade de aproximação com público alvo e demonstração de novas tecnologias. “Hoje os produtores de leite da região consideram o evento uma grande oportunidade de atualizar conhecimentos e tecnologias. Como consequência disso, as empresas já o consideram não apenas uma oportunidade de troca de conhecimentos, como também de novos negócios”, complementa.
 
 
Pesquisa e parceria
 
Durante a abertura do evento, o diretor administrativo-financeiro da EPAMIG, Leonardo Brumano Kalil, falou da importância da pesquisa pública na agropecuária, do poder das parcerias e da satisfação em receber tantos participantes em um evento de difusão de conhecimentos.
 
“Já são 18 edições com a presença marcante de agricultores e estudantes. Isso mostra que também estão em busca de tecnologias, o que aumenta nossa importância e nossa responsabilidade”, pontuou Leonardo.
 
Entre os parceiros do evento está a Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), que abriga o Campo Experimental da EPAMIG. Representando a instituição, o pró-reitor de ensino da UFSJ, professor Lincoln Brandão, também ressaltou o trabalho em parceria com diversos agentes e instituições que apoiaram a consolidação da Universidade em seus 31 anos de história.
 
Compartilhamento de instruções
 
“Agradeço o trabalho em parceria e, hoje, em especial, a da EPAMIG, que nos apoia em diversas atividades do curso de Zootecnia”, afirmou Lincoln. A abertura do evento também contou com a presença de representantes da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, CEMIG, Embrapa Gado de Leite, prefeitos, vereadores e secretários municipais de agricultura da região do Campo das Vertentes.
 
O Instituto Estadual de Florestas (IEF) e a Polícia Ambiental também participaram do evento com um informe sobre o manejo de capivaras, visto que o animal faz parte da lista de espécies protegidas por risco de extinção. O manejo indicado passa pelo respeito às regras de áreas de proteção permanente (APPs), que têm papel fundamental no equilíbrio ambiental e no controle de populações. O IEF presta orientação como uma das formas de apoio nesse manejo e, de acordo com a equipe que apresentou o informe, fica à disposição por meio de suas unidades para atendimento aos interessados.
 
O Encontro de Produtores de Leite do Campo das Vertentes é uma realização da EPAMIG, UFSJ, Embrapa, Emater-MG, IMA, Sindicato de Produtores Rurais e Sindicato Rural. IMA, EPAMIG e Emater-MG são instituições vinculadas à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).
 
As informações são da Epamig.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.