FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Léo Pereira das Faz. Reunidas, 'riqueza é poder almoçar todo dia com meu pai e filhos'

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 06/07/2020

3 MIN DE LEITURA

4
10

Para estrear o Bate-papo MilkPoint no nosso canal do YouTube, convidamos Léo Pereira, das Fazendas Reunidas ACP & Filhos, localizada em Carmo do Rio Claro/MG. A propriedade é uma das maiores no leite no País e está produzindo hoje 50 mil litros de leite/dia.

A conversa, que ocorreu entre Léo e Marcelo Pereira de Carvalho, CEO da AgriPoint, abordou temas importantes para a produção de leite no Brasil, como sucessão familiar, desafios e o que tira o sono de Léo no dia a dia.

Confira abaixo o vídeo completo:

Highlights da entrevista:

“Depois do susto inicial da pandemia, o mercado voltou ao que se espera dessa época do ano. A produção de comida dificilmente sofrerá, pois, saindo ou não de casa, todo mundo precisa se alimentar. Ficamos traumatizados no começo com a pandemia e todos precisaram se reinventar. Para nós que somos do setor produtivo, ‘rodou’ bem”

“No grupo Reunidas a produção é diversificada e trabalhamos, além do leite que é nosso maior negócio, com café, gado de corte, psicultura, e na área agrícola, com soja, feijão, trigo e cachaça"

A sucessão familiar é um processo de gestão, tem que planejar, criar processos e motivar as pessoas a terem vontade de participar da atividade. Muitos produtores querem que o filho faça o negócio acontecer exatamente do jeito que era feito, assim, você não o ensina a voar. Tenho que elogiar meu pai, ele soube preparar isso. Ele criou o que a meu ver é o mais importante: a paixão pela atividade”

“Para trabalhar com leite, tem que gostar de vaca, se não, quando o produtor passar por uma situação difícil, ela cai fora. Já quando ele gosta, ‘pula mais pra dentro’, agarra mais, defende mais, aprimora mais, e quando você passa o obstáculo, se apaixona mais ainda pela atividade”

“Vendemos parte do esterco da produção de leite para a produção de café da região e assim, nossa rentabilidade na atividade melhora, pois é um produto de qualidade”

“O que me ajudou muito no passado foi a receptividade que sempre fiz aos representantes comerciais. Nós sempre enxergamos eles como pessoas que estavam trazendo soluções para nós. Eu gostava muito de escutar eles e contar sobre os problemas da minha propriedade. Assim, criamos grandes amizades e ótimos relacionamentos. Continuo gostando muito de recebê-los aqui. São cabeças a mais para ajudar a pensar na resolução dos problemas”

“Dentro de tudo o que envolve a produção leiteira, acredito que a agricultura evoluiu muito. Sem ela, não produziríamos nem leite e nem carne”

“Nunca tivemos dificuldades com a mão de obra. Se o produtor souber trabalhar ela, fica mais fácil. Os funcionários precisam de folga, por exemplo, mas o que vejo, é que ainda temos um atraso nesse sentido”

“Quando saiu a história da covid, fiquei umas três noites sem dormir, pois havia muitas incertezas. Ficamos traumatizados com a greve dos caminhoneiros”

“Não sei onde queremos chegar, mas, enquanto tiver gente para caminhar ao nosso lado, vamos seguir em frente. Tenho sorte de ter meu pai com 83 anos, meus filhos e meus netos junto conosco”

“Somos a primeira fazenda brasileira de leite a ter o selo verde certificado pelo instituto Chico Mendes. Podemos agora vender nossos produtos com o selo, e para alcançá-lo, nos adequamos a quesitos de sustentabilidade e geração de energia”

“Iniciamos a separação de animais A2 e descobrimos que 48% do nosso rebanho é A2A2. Passamos a certificar essa produção e começaremos a produzir esse tipo de leite também”

“Para verticalizarmos e montarmos uma indústria aqui, precisaríamos pensar um pouco mais, pois teríamos problemas logísticos visto que estamos longe de centros maiores e esse fato nos inibe a fazer isso”

“A minha maior riqueza é almoçar todos os dias com meu pai e meus dois filhos na fazenda. Isso não tem preço, me orgulho muito, é algo que não se compra”

“Não tem nada no mundo que só tenha desvantagens”

Não deixe de seguir o canal do MilkPoint no YouTube a fim de ficar por dentro de todas as novidades!

Gostaria de enviar sugestões para o nosso canal? Envie um e-mail para contato@milkpoint.com.br

Equipe MilkPoint

4

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

JOSÉ CARLOS COPES

CAMAQUÃ - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 08/07/2020

Parabéns! Grande depoimento!
JOÃO LEONARDO PIRES CARVALHO FARIA

MONTES CLAROS - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 07/07/2020

Fui na Propriedade e conheci, excelente, um exemplo a ser seguido de gestão!
Qualidade e eficiência!
AGENOR VILELA DOMINGOS DOS SANTOS

POÇOS DE CALDAS - MINAS GERAIS - INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

EM 07/07/2020

Parabéns Senhores...
Excelente entrevista!!!
VINICIUS DE OLIVEIRA CRUZ

MACHADINHO D'OESTE - RONDÔNIA - MÉDICO VETERINÁRIO

EM 06/07/2020

Parabéns pela entrevista Marcelo e Léo, simplesmeste inspirarador ouvir o Léo sobre diferentes assuntos, entretanto a entrevista trancende o obejetivo de falar dobre leite, ela demonstra valores básicos que devem ser nutridos por qualquer empreendedor seja do meio rural ou da cidade!!