ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Danone: área de nutrição já faz mais de 30% das vendas

A francesa Danone reúne nesta semana 850 funcionários no resort Club Med Lake Paradise, em Mogi das Cruzes (SP), para fazer um anúncio. A companhia fundiu no Brasil as operações de nutrição infantil e nutrição especializada, dando origem a uma nova área de negócios: a Danone Nutricia.

O objetivo é investir melhor os recursos disponíveis para acelerar o crescimento da área no país, disse Edson Higo, presidente da Danone Nutricia no Brasil. "A divisão já nasce quase do tamanho da área de iogurtes, respondendo por mais de 30% das vendas. E logo seremos a maior área da empresa no país", afirmou Higo ao Valor. A nova área surge com 220 produtos, 850 funcionários, escritório em São Paulo e uma fábrica em Poços de Caldas (MG).

Globalmente, a Danone opera com quatro áreas de negócios: iogurtes - seu carro-chefe -, água engarrafada, nutrição infantil e nutrição especializada. A área de nutrição infantil engloba alimentos em pó para crianças com alergias, refluxo ou doenças raras. A principal marca é Aptamil, maior marca da Danone no país em receita. A área de nutrição especializada reúne dietas para pacientes em UTI, com câncer, idosos e pessoas com doenças raras.

A companhia estuda fundir as áreas de nutrição no mundo. "O Brasil é o primeiro país a adotar esse modelo. Isso mostra a relevância da operação brasileira para a companhia", afirmou o executivo.

Segundo dados da Euromonitor International, no Brasil, a Danone é a segunda colocada em nutrição infantil, com participação de mercado de 12,5%. A Nestlé lidera a categoria, com 74,3%. As vendas desse mercado cresceram 5,4% em 2018, para R$ 4,23 bilhões, e aumentarão 6% em 2019, chegando a R$ 4,49 bilhões. O Brasil é o 15º mercado do mundo em nutrição infantil. A China é o maior, com vendas anuais de US$ 28,18 bilhões, seguida pelos Estados Unidos, com US$ 7,24 bilhões.

"No Brasil, a taxa de natalidade diminui, mas as pessoas estão vivendo mais tempo, o que aumenta a demanda por produtos de nutrição especializada. Uma situação compensa a outra", avaliou Higo. Segundo a consultoria IQVIA, o mercado de nutrição especializada cresceu 7% em 2018. A Danone cresceu acima desse índice, diz Higo. "A previsão para este ano é crescer dois dígitos", afirmou. Fernando Lopes, diretor de marketing da Danone Nutricia, diz que o crescimento virá da expansão geográfica na distribuição e da ampliação de vendas a farmácias e governos.

Com a fusão, as equipes de nutrição infantil e especializada, que antes ficavam em dois andares distintos no prédio da companhia, na avenida Paulista, vão se agrupar em um único andar. Houve cortes de menos de 8% dos funcionário, disse Higo. Edna Giacomini, presidente da área de nutrição infantil, e Miguel Devoto, presidente da Danone Medical Nutrition Division, deixaram a companhia.

Higo trabalha na Danone há 14 anos. Entre 2005 e 2014, comandou a área de nutrição médica no Brasil. Entre 2014 e 2017, ficou na mesma área na Argentina. Depois passou por Austrália e Nova Zelândia. Voltou ao Brasil há seis meses.

Nos 9 primeiros meses de 2018, a receita global da Danone caiu 0,5% em volume e 0,5% em valor, para € 18,58 bilhões. A área de nutrição especializada cresceu 1,8% em volume e 1,2% em valor, chegando a € 5,35 bilhões. No Brasil, a venda total, em valor, caiu, informou a Danone em relatório.

As informações são do jornal Valor Econômico.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.