FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Acordo comercial entre EUA e Japão abre mercado para exportação de queijo

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 07/01/2020

2 MIN DE LEITURA

0
0

Em 1º de janeiro, o limitado Acordo Comercial EUA-Japão entrou em vigor, após ser assinado no início de outubro. O acordo reduz os preços dos produtos agrícolas americanos, incluindo queijo.

Depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, saiu da Parceria Transpacífica (TPP) em 2017, os americanos estavam ansiosos para restabelecer as relações comerciais com a região. No outono de 2019, Trump e o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe chegaram a um novo acordo.

O acordo se concentra principalmente na agricultura e bens industriais, bem como no comércio digital. Em 1º de janeiro de 2020, mais de 90% dos alimentos e produtos agrícolas dos EUA importados para o Japão estarão isentos de impostos ou receberão acesso tarifário preferencial.

O Escritório do Representante de Comércio dos EUA (USTR) disse que dos 14,1 bilhões de dólares em alimentos e produtos agrícolas importados pelo Japão em 2018, 5,2 bilhões já estavam isentos de impostos. O novo acordo eliminará ou reduzirá as tarifas de produtos adicionais de US$ 7,2 bilhões.

As tarifas de amêndoas, nozes, mirtilos, cranberries, milho doce, sorgo e brócolis serão completamente eliminadas, enquanto as tarifas de carne bovina e suína fresca e congelada serão reduzidas. O queijo se beneficiará da eliminação das tarifas em fases.

Isso dá aos agricultores americanos o mesmo acesso ao mercado japonês que concorrentes como Nova Zelândia, Austrália e Canadá. Os laticínios dos EUA estão lidando com um excedente de queijo, dificultado por muitas disputas comerciais. Mas o Japão é o segundo maior importador mundial de queijo, comprando quase US$ 1,3 bilhão em queijo em 2018.

No entanto, outros produtos lácteos, como manteiga e leite evaporado, não estão incluídos no novo acordo e tiveram melhor acesso ao mercado japonês sob o TTP.

Depois que os líderes fizeram o acordo em outubro, o governo do Japão aprovou as disposições no início de dezembro. Na época, o representante comercial, Robert Lighthizer, disse: “Louvo a ação rápida do Japão para aprovar esses importantes acordos comerciais entre nossos países, que são a primeira e a terceira maiores economias do mundo. Agora, os agricultores e pecuaristas dos EUA terão um acesso significativamente melhorado ao mercado do Japão, e a liderança da América na crescente economia digital continuará a florescer para o benefício de todos os nossos trabalhadores".

Os EUA exportaram US$ 270 milhões em produtos lácteos para o Japão em 2018, e a International Dairy Foods Association (IDFA) disse que o consumo de produtos lácteos no Japão aumentou 4% ao ano, enquanto a produção doméstica não pôde acompanhar.

Michael Dykes, presidente e CEO da IDFA, disse: “A indústria de laticínios dos EUA está muito satisfeita ao ver que o País e o Japão chegaram a um acordo que reduzirá as tarifas sobre as exportações dos EUA de certos alimentos e produtos agrícolas para o crescente mercado japonês. O governo observa que este é o primeiro passo de um processo de várias etapas para alcançar condições mais equitativas para a agricultura americana no Japão e esperamos que o próximo passo seja rápido e ofereça benefícios a todos os produtos lácteos.

"O objetivo da IDFA com o acordo EUA-Japão era realizar as mesmas reduções tarifárias oferecidas à UE e aos concorrentes por meio do CPTPP, garantindo assim que os produtores e processadores americanos continuem em pé de igualdade com nossos concorrentes. Sem condições de concorrência equitativa para os laticínios dos EUA nos mercados asiáticos em constante crescimento, continuaremos cedendo uma valiosa participação de mercado aos concorrentes globais.”

Os EUA e o Japão continuarão se reunindo este ano para estabelecer negociações adicionais sobre um acordo comercial mais amplo.

As informações são do Dairy Reporter, traduzidas pela Equipe MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint