FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Função do apêndice e seu link com probióticos

ADRIANE ELISABETE ANTUNES DE MORAES

EM 19/12/2017

1 MIN DE LEITURA

2
1
Por muito tempo pairou no ar um grande enigma: “para que serve o apêndice?”. E a resposta vinha acompanhada de risadas: “para dar apendicite”. Brincadeiras à parte, esse tema intrigou muitos estudiosos. Correlações com outras espécies e estudos de anatomia comparada serviram de pano de fundo para o apêndice passar a ser considerado por muito tempo como uma estrutura vestigial, ou seja, que ao longo de evolução deixou de ter função.

“para que serve o apêndice?”

Até que um time de cirurgiões e imunologistas norte americanos acabaram com o grande mistério ao anunciar que o apêndice tem sim uma função, que seria a de promover crescimento de bactérias benéficas favorecendo o repovoamento do cólon. Além disso, ele auxilia na função imune por apresentar células de defesa.

Para entender melhor, o apêndice é uma estrutura tubular com boca estreita e de fundo cego que mede cerca de 5 a 10 cm, na qual bactérias benéficas podem se refugiar sem sofrer ação de enzimas digestivas e do arraste natural que acontece durante o processo de digestão. Desta forma tais bactérias podem ser úteis em momentos chave, como após episódios de diarreias crônicas e/ou do uso de antibióticos de amplo espectro, quando elas emergem de seu esconderijo e promovem um repovoamento natural do intestino.

A escolha por esse tema foi pautada por diversas razões: compartilhar um achado da ciência; desfazer uma injustiça antiga (de pensarmos que apêndice não serve para nada, só para inflamar); e de chamar a atenção para a questão das bactérias benéficas que fazem parte de nossa saúde. Essas bactérias estão em alguns produtos lácteos (procure pelo termo “probiótico” nos rótulos) e consumir esses produtos regularmente são uma forma de ajudar o organismo a manter o equilíbrio e o bem-estar. Saúde!
 

ARTIGO EXCLUSIVO | Este artigo é de uso exclusivo do MilkPoint, não sendo permitida sua cópia e/ou réplica sem prévia autorização do portal e do(s) autor(es) do artigo.

ADRIANE ELISABETE ANTUNES DE MORAES

Docente da Faculdade de Ciências Aplicadas-FCA/UNICAMP. Graduação em Nutrição (UFPEL), Mestrado em Ciência e Tecnologia Agroindustrial (FAEM/UFPEL), Doutorado em Alimentos e Nutrição (FEA/UNICAMP), Pós Doutorado no TECNOLAT/ITAL.

2

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ANDREA PAZ CORDERO ORELLANA

SÃO PAULO - SÃO PAULO - ESTUDANTE

EM 01/06/2020

Olá! Me interessei muito pelo assunto! Você tem como disponibilizar algum estudo falando sobre? pff. Mt obrigada!
ARGEMIRO IRINEU IZEPETTO

SÃO BENTO DO SUL - SANTA CATARINA

EM 20/12/2017

Bom dia Drª Adriane.



Está aí o fim do mistério.

À apêndice tem sua valiosa função, contribuir para o bem da nossa saúde.



Obrigado por compartilhar tão valioso estudo.

Argemiro Izepetto