FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

O 5S do leite

POR FABRÍCIO NASCIMENTO

ESPAÇO ABERTO

EM 28/02/2019

4
36

Em maio de 1950, o professor Kaoro Ishikawa apresentou um método para combater o desperdício e ajudar o Japão destroçado pela guerra e sem recursos naturais. Ele chamou este método de 5S (Seiri, Seiton, Shitsuke, Seikesu, Seiso). Usando apenas a sigla 5S, adaptei para coisas que são extremamente importantes na pecuária de leite, o 5S do leite. 

Saúde > devemos ter um cuidado especial com a saúde de nosso rebanho, tanto fazendo vacinas preventivas quanto tratando o mais rápido possível qualquer enfermidade da vaca.

Sombra > devemos proporcionar um ambiente confortável para as vacas, sombra de qualidade e com espaço para todas. Sombra ajuda a controlar o estresse térmico e aumentar a produção de leite. 

Sede > vacas em lactação bebem em média 150 litros de água por dia e não podemos deixar elas passarem sede. A água tem que ser limpa, de qualidade e em quantidade, sempre de fácil acesso para as vacas. 

Sobras > precisamos garantir alimentos de sobra para as nossas vacas e entender que não devemos oferecer as sobras para elas. Elas precisam de alimentação de qualidade e comer à vontade. As sobras dos cochos devem ser oferecidas à um lote de repasse ou ser descartadas. Lembre-se que as vacas em lactação precisam sempre da melhor comida!

Sensibilidade > precisamos entender e respeitar as vacas, elas são sensíveis e precisam de nossa sensibilidade também. O comportamento das vacas depende da sensibilidade de quem faz o manejo delas. A ideia de vacas felizes precisa ser implantada em todas as propriedades e quanto mais carinho a gente dedicar a elas, mais leite elas vão dedicar à nós. 

Saúde, Sede, Sombra, Sobras e Sensibilidade, são elos de uma corrente, que somados tornam-se fortes. A fragilidade em algum deles compromete toda a corrente.

Vamos nos dedicar ao máximo às nossas vacas, precisamos sempre ter uma pergunta dentro de nós. Se eu fosse uma vaca, eu queria ser uma das minhas? Já teve uma época que se eu me fizesse esta pergunta, eu responderia que não, hoje já mudei bastante a forma de cuidar das minhas vacas e acredito que a maioria dos produtores, assim como eu, se dedicam diuturnamente à felicidade dos seus animais.

FABRÍCIO NASCIMENTO

Produtor de leite em Jóia, Rio Grande do Sul

4

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

LUIZ GUSTAVO MACHADO DO NASCIMENTO

JÓIA - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 11/03/2019

Parabéns Fabricio Nascimento ...
Pela humildade de compartilhar seu conhecimento, comprovado na prática em seu dia a dia, com outros produtores ...Que seu conhecimento abra muitas porteiras e repouse nas probiedades em benefício daqueles que acreditam em dias melhores...e buscam como nos diariamente agregar valores ...pra nos manter de pé calçado nessa terra abençoada por onde um dia nossos netos vão andar ...??????
FABRÍCIO NASCIMENTO

EM 11/03/2019

Luiz muito obrigado por o comentário!
Vamos firme rumo ao objetivo, e tentando sempre de maneira simples ajudar os colegas produtores.
Um baita abraço e viva o leite!
AFONSO VOLTAN

JALES - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 11/03/2019

Olá, Fabrício! Os seus "esses" realmente são muito importantes para obtenção de sucesso na pecuária leiteira. Foram muito bem pensados. Parabéns!
FABRÍCIO NASCIMENTO

EM 06/03/2019

Afonso muito obrigado por o comentário! Fico feliz que tenha gostado, a ideia é fazer um reflexão sobre como estamos cuidando das nossas queridas vacas .