ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Uruguai: alta de 13% no faturamento das exportações lácteas no 1T

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 16/04/2021

1 MIN DE LEITURA

0
0

O faturamento gerado pelas exportações uruguaias de lácteos durante o primeiro trimestre de 2021 cresceu 13% em relação ao realizado em janeiro-março do ano passado. Isso resultou de um maior volume de negócios para o leite em pó integral, manteiga e leite em pó desnatado, enquanto os queijos registrou queda.

Os dados foram apurados pelos técnicos do Instituto Nacional do Leite (Inale), que relataram que considerando o conjunto de itens — leite em pó integral, leite em pó desnatado, queijos e manteiga — no período janeiro-março de 2021 foi exportado por US $ 161,1 milhões (com base em dados da Direção Nacional das Alfândegas).

Se compararmos o primeiro trimestre de 2021 com o de 2020, em leite em pó integral, as exportações medidas em dólares aumentaram 15%, as de leite em pó desnatado cresceram 1%, as de queijo caíram 8% e as de manteiga melhoraram 178%.

Se a leitura for feita com base no volume exportado, em janeiro-março deste ano foram atingidas 46,5 mil toneladas (considerando todos os itens) e houve alta de 18% no leite em pó integral, queda de 4% no leite em pó desnatado, queda de 6% nos queijos e aumento de 222% na manteiga, sempre comparando os períodos anteriores.

O leite em pó integral continua sendo, de longe, o produto mais exportado: neste ano, 33.959 toneladas, ou seja, 73% do total embarcado, gerando sozinha uma receita de US $ 106,5 milhões, 66,1% do total obtido com as exportações de lácteos.

Em relação aos preços médios alcançados, com base na comparação de janeiro-março de 2021 com o mesmo período de 2020, houve melhora de 3% no leite em pó integral, houve aumento de 5% no leite em pó desnatado, queda de 2% nos queijos e queda de 14% na manteiga.

Por fim, considerando o mais recente, ou seja, exclusivamente o ocorrido com os negócios correspondentes a março de 2021, os preços médios foram:

  • US $ 3.145 (R$ 17656,34) por tonelada de leite em pó integral;
  • US$ 2.804 (R$ 15741,94)  para leite em pó desnatado;
  • US $ 3.987 (R$ 22383,42) para queijo;
  • US $ 3.759 (R$ 21103,40) por tonelada de manteiga.

As informações são do El Observador, traduzidas pela Equipe MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint