FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Sumário da raça Guzerá será lançado em "live" pela internet

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 29/06/2020

1 MIN DE LEITURA

0
0

O Sumário 2020 do Programa Nacional de Melhoramento do Guzerá para Leite (PNMGuL) será lançado virtualmente. Nesta terça-feira (30), às 19h, a Embrapa Gado de Leite vai apresentar o documento em uma live transmitida simultaneamente pela RepiLeite (http://www.repileite.com.br), e pelos canais da instituição no Youtube e no Facebook.

A apresentação será iniciada por Carlos Fernando Fontenelle Dumans, diretor-presidente do Centro Brasileiro de Melhoramento Genético do Guzerá (CBMG²) e por Paulo do Carmo Martins, chefe-geral da Embrapa Gado de Leite, e seguirá com o pesquisador Frank Ângelo Tomita Bruneli. A decisão pelo lançamento virtual visa evitar aglomerações em tempos de pandemia.

Essa é a 21ª edição do sumário do PNMGuL. Segundo Bruneli, a publicação traz o mérito genético de 754 touros para características de leite e corte, além das 529 matrizes Guzerá com maior mérito genético para produção de leite em 305 dias de lactação. “Para este ano, contamos com cerca de 18 mil dados de produção de leite de mais de 11 mil vacas puras e mestiças que passaram por controle leiteiro oficial, a partir de uma base de dados de 28 mil animais”, diz o pesquisador.

A realização do presente trabalho é fruto da parceria de sucesso entre a Embrapa Gado de Leite e o CBMG². Participam também renomadas instituições nacionais e estaduais de ensino e pesquisa, de empresas públicas e privadas voltadas ao Agro e de diversas fazendas leiteiras colaboradoras do teste de progênie.

O PNMGuL está em execução há 26 anos. “Desde 2000, o sumário é publicado anualmente e é uma importante ferramenta para o contínuo melhoramento deste recurso genético animal nos trópicos” afirma Bruneli. A raça Guzerá se destaca por sua dupla aptidão, atraindo cada vez mais produtores que se interessam por utilizar tanto animais puros da raça quanto seus cruzamentos, com o objetivo de aumentar a lucratividade nos sistemas de produção de leite, de carne e de duplo propósito.

Paulo do Carmo Martins diz que o Guzerá produzido no Brasil “vem atraindo inclusive os olhares da pátria-mãe da raça, a Índia”. As instituições daquele país têm buscado no Brasil parcerias e material genético para melhorar o Guzerá indiano. “A raça milenar chegou ao Brasil no século XIX, graças ao engajamento e à resiliência dos criadores, técnicos e pesquisadores que apostaram em seu melhoramento genético”, conclui Martins.

A partir do lançamento, o sumário poderá ser acessado por criadores e aficionados pela raça através dos sites:

https://www.embrapa.br/en/gado-de-leite/guzera-2020

https://www.cbmgguzera.com.br/sumariospnmgul/sumarios.html

As informações são da Embrapa.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.