FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Projeto Queijo Artesanal Serrano comemora mais uma queijaria legalizada

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 14/01/2021

2 MIN DE LEITURA

0
1

A Queijaria Tio Tácio, que já tem seu produto reconhecido pela qualidade, recebeu oficialmente o certificado de Inspeção Municipal (SIM) em dezembro de 2020. Localizada na comunidade Luizinho, às margens do Rio Pelotas, a queijaria fica a 30 km da sede de São Joaquim e a produção do queijo artesanal serrano chega a aproximadamente seis peças por dia, elaboradas num processo 100% artesanal, a partir de leite cru produzido por vacas criadas em pasto nativo, mantendo a qualidade e a tradição.

O produtor André Rissi se orgulha dessa conquista. “Foi uma longa caminhada, de muita luta, trabalho, investimento e participação em capacitações, mas estamos felizes porque continuamos uma tradição da família. Meu pai foi tropeiro, sempre produziu e comercializou queijo serrano, e hoje pode ver a família continuar a produção e fazer a comercialização com o produto legalizado”, comemora.

O queijo serrano da Queijaria Tio Tácio é um projeto de família e todos se envolvem, seja na ordenha, produção ou comercialização. O saber-fazer preservado pela dona Neiva Rissi, 58 anos, hoje já foi repassado para todos da família, como sua nora, Tuiza Rissi, que a ajuda na elaboração do produto. “O empreendimento se consolidou a partir da excelente qualidade na produção de seus queijos”, afirma o extensionista rural de São Joaquim, Nilton Nunes de Jesus.

O queijo dos Ricci apresenta características únicas, acentuadas pela maturação por tempos mais longos, que conferem ao produto um sabor levemente picante e adocicado

Segundo a extensionista social do município, Cristiane Lopes Couto, a receita se tornou um verdadeiro sucesso, apresentando características únicas, acentuadas pela maturação por tempos mais longos de até dois anos, conferindo a este queijo um sabor levemente picante e adocicado, muito apreciado pelos seus clientes já conquistados.

Capacitação 

 Os Rissi reconhecem a importância de estar atualizados e em constante capacitação. Os membros sempre participam das reuniões ou cursos na área de boas práticas agropecuárias (BPA) e boas práticas de fabricação (BPF) oferecidas pela Epagri em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e com o Consórcio Intermunicipal da Serra Catarinense (Cisama), o que contribui para o aperfeiçoamento deste produto típico da nossa região.

A intenção da família é alcançar outros objetivos. “A inspeção municipal abre caminho para consolidar nosso produto na região, mas já almejamos e estamos nos planejando para alcançar o Selo Arte, para que nosso queijo seja também conhecido em outros mercados, juntamente com nossa tradição e cultura”, afirma André Rissi, que trabalha principalmente com a comercialização do queijo.

No documentário a seguir, conheça a cultura, a história e o saber-fazer que envolvem a produção do Queijo Artesanal Serrano.

As informações são da Epagri.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint