ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

"Projeto Balde Cheio" pretende aumentar produtividade leiteira no AM

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 15/06/2011

1 MIN DE LEITURA

1
0
A expectativa é que 20 propriedades rurais sejam contempladas com o Projeto no Amazonas. Segundo o presidente do Sistema FAEA/SENAR-AM, Muni Lourenço, o Projeto, visa promover o desenvolvimento da atividade leiteira no Estado, mediante a utilização de uma metodologia inovadora, capacitando técnicos locais, produtores rurais e sindicatos do setor agropecuário. "Tudo isso, visando na melhoria da rentabilidade e no aumento da produção do setor leiteiro, através da adoção de técnicas de manejo de pastagem, sanidade animal, controle e gestão da propriedade", destacou.

Muni Lourenço explica que após a implantação do "Balde Cheio", será feita seleção de propriedades rurais, devendo ela ser preferencialmente de pequeno porte e de cunho familiar e que tenha na atividade leiteira sua principal fonte de renda. Em seguida, os técnicos do Projeto irão à propriedade para promover um questionário sobre a atividade desenvolvida na área e explicar os pontos do "Balde Cheio" ao produtor. Depois, os técnicos começarão o trabalho de informar e capacitar o produtor e seus funcionários para novas alternativas em suas terras.

Os primeiros passos para a introdução do "Balde Cheio" no Amazonas, tiveram início em setembro do ano passado, durante o 10º Seminário de Desenvolvimento Agropecuária da Amazônia Ocidental, ocorrido no auditório do Sistema FAEA/SENAR-AM. A seqüência da fase de estudos e debates para a viabilidade do Projeto, aconteceu na última sexta-feira (27), no município de Autazes (a 107 km de Manaus), onde foi realizado o 2º Seminário Cooperativista do município, evento promovido pelo Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado do Amazonas (OCB) e Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Amazonas (Sescoop). Mais de 150 produtores rurais participaram do evento, que teve como um dos palestrantes, o engenheiro agrônomo Carlos Eduardo Freitas, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), órgão responsável pela criação do Projeto.

O superintendente do SENAR-AM, Aécio Filho, ressaltou que o "Projeto Balde Cheio" irá melhorar e estimular a atividade leiteira nas propriedades visitadas. "Com novas técnicas, os produtores rurais terão condições de aumentar os lucros de suas fazendas", pontuou. De acordo com Filho, serão programadas visitas dos médicos veterinários e zootecnistas a cada mês, durante quatro anos, além de reuniões de técnicos com grupos de produtores sobre uma unidade demonstrativa.

As informações são do FAEA/SENAR-AM, adaptadas pela Equipe MilkPoint.

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

FERNANDO MELGAÇO

GOIÂNIA - GOIÁS - MÍDIA ESPECIALIZADA/IMPRENSA

EM 15/06/2011

Parabéns a todos os envolvidos neste projeto Balde Cheio do Amazonas. Acho que todas as ações tomadas e a serem tomadas são de grande valia, para melhorar a produção, a produtividade e a renda dos produtores de leite daquele Estado.

Fico curioso para saber quais as raças e/ou cruzamentos são usadas para produzir leite naquelas condições de clima. Gostaria de saber também se estão sendo usados búfalas para produzir leite,já que o leite delas é de excelente qualidade, além de ser uma animal muito bem adaptado àquelas condições de clima e pastejo.

Atenciosamente,

Fernando Melgaço.
MilkPoint AgriPoint