FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Paraná vai fabricar produtos de diagnóstico veterinário

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) concluiu o Estudo de Viabilidade Técnica e Financeira para construir um novo Laboratório de Produção de Insumos para Diagnóstico Veterinário. A unidade terá capacidade produtiva de 40 milhões de doses de sete produtos voltados ao diagnóstico de tuberculose, brucelose e leucose em rebanhos bovinos, suínos e ovinos.

A previsão é que em dois anos sejam iniciados os testes de produção da unidade, que será viabilizada com investimento inicial de R$ 15,4 milhões do Fundo Paraná, no campus CIC do instituto.

Em 2017, a planta de produção foi interditada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) por não atender os requisitos da regulamentação de Boas Práticas de Fabricação, nem os requisitos de biossegurança nível 3. Para sanar o problema e voltar a apoiar a segurança sanitária brasileira, a atual gestão do Tecpar realizou o estudo para avaliar a viabilidade da nova planta.

O diretor-presidente do Instituto, Jorge Callado, explica que com a retomada da produção dos kits diagnósticos veterinários será possível prevenir doenças que podem causar diversos prejuízos aos pecuaristas e apoiar a exportação agropecuária, uma vez que as exigências sanitárias dos países importadores estão cada vez mais altas.

“O estudo mostrou que, sob o ponto de vista técnico, a nova planta foi projetada para o atendimento aos aspectos regulatórios e para proporcionar o aumento de produção de sete insumos, de forma de ampliar e manter a ocupação de mercado de forma permanente. Esse estudo demonstrou também que o projeto é sustentável financeiramente”, destacou.

Produtos

Sete insumos serão produzidos no Laboratório de Produção de Insumos para Diagnóstico Veterinário do Tecpar: reagentes para diagnóstico de tuberculose bovina, que incluem a tuberculina PPD bovina e a tuberculina PPD aviária; reagentes para diagnóstico de brucelose bovina, com a produção de Antígeno Acidificado Tamponado (ATA), Antígeno para Prova Lenta e Antígeno para Prova do Anel do Leite (Ring test); e Kits de diagnóstico pela técnica de imunodifusão em gel de ágar (IDGA), com kits para diagnóstico de Brucella ovis e para Leucose Enzoótica Bovina.

Esses produtos atendem o Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose, do Ministério da Agricultura.

As informações são do Governo do Paraná. 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.