ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Para especialistas, cenário para 2008 é promissor

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 11/01/2008

1 MIN DE LEITURA

7
0
Em 2007, tanto a atividade leiteira como a pecuária de corte tiveram aumento de preços acima dos custos. Para analistas de mercado, os dois produtos seguem com cotações elevadas neste ano. No acumulado do ano passado, o produtor de leite teve um ganho de 3 pontos percentuais em relação à alta dos custos.

As estimativas para o setor é que os patamares em 2008 continuem semelhantes aos do ano passado, quando as cotações médias foram de R$ 0,64 o litro, contra R$ 0,51 em 2006 (deflacionadas).

Segundo o pesquisador Gustavo Beduschi, do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da Esalq/USP, em 2007, um produtor de 300 litros de leite teve um ganho de receita 28% maior que no ano anterior, apenas pelo fato de o preço ter melhorado. Ele acrescenta que apesar de em janeiro a tendência ser de os preços mais baixos, por causa da safra, as cotações internacionais ainda estão acima das médias históricas: US$ 4,3 mil a tonelada, na Oceania, e US$ 3,5 mil a tonelada na Europa, para uma média de US$ 2 mil.

O presidente da Comissão de Pecuária de Leite da Federação da Agricultura do Estado de Minas Gerais (Faemg), Eduardo Dessimoni, acredita em um cenário promissor também, apesar de avaliar que os insumos continuarão em alta. "Haverá uma competição forte da procura pelo milho. E soja acompanha", afirma. As informações são de Neila Baldi para o jornal Gazeta Mercantil.

7

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

HOMILTON NARCIZO DA SILVA

GOIÂNIA - GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 07/02/2008

É dificil uma previsão no momento, pois segundo reportagem recente, os Estados Unidos, pensam em adiar a mistura de etanol na gasolina para daqui a dois anos, e isto terá um reflexo no preço do milho a curto prazo. Aliás, isso já está acontecendo, o que para nos produtores será muito, pois os custos de produção cairão um pouco. Mas temos que esperar para ver, e continuar trabalhando para superar tudo isto.
JOSE RENATO DA SILVA

SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA - RIO DE JANEIRO - REVENDA DE PRODUTOS AGROPECUÁRIOS

EM 18/01/2008

Bom dia a todos,

Acredito que os preços do leite sofrerão uma correção e não um aumento, como é amplamente alardeado pela mídia de nosso país; correção esta, que já chega com atraso e não sendo suficiente para amenizar o sofrimento que nós produtores temos tido para permanecer no setor.

Espero que nossos governantes não se intrometam no setor pelo fato de ser um ano eleitoral e o leite um alimento básico.

Acredito sim na recuperação, ressaltando que os insumos subiram também em maiores proporções e ainda, que devemos fazer da fazenda uma empresa, reduzindo custos e agregando valor genético e consequentemente financeiro ao rebanho.
VALDEY LOPES REIS

MIGUEL CALMON - BAHIA - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 13/01/2008

Boa Noite,

Problemas com o preço do leite talvez esteja relacionado à falta de organização, também dos pequenos produtores, nas cidades pequenas do interior do nosso país, os quais, organizados em cooperativas ou associações, conseguiriam financiamentos para formar uma infraestrutura para resfriamento e/ou pasterização, e com isso conseguiriam um melhor preço no mercado.
HUGO

CATALÃO - GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 12/01/2008

Realmente, o preço do litro pago ao produtor é maior, subiu. Assim como também subiu o custo de produção. Comparando ao ano pasado, adubo tem alta de 30%, insumos em torno de 20%, sementes 7%, mao-de-obra 10%, e o preço do litro de leite, subiu!

Porém, os custos também subiram, e muito...
DIEGO MASCULINO BERNARDES

RIBEIRÃO PRETO - SÃO PAULO - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA A PRODUÇÃO

EM 11/01/2008

Os produtores terão de estar atentos ao seus custos de produção, pois com melhores preços pago ao leite a tendencia será de verticalização na produção. Alternativa que com as perspectivas dos preços de grãos e insumos pode não ser a melhor dependendo da escala.

Aí entra o nosso maior potencial tropical, LEITE À PASTO (e cana). Melhorando a produção por hectare, manejar e intensificar pastejo, cruzamentos com zebu, diminuição da mantença (animais menores), utilizar alternativas ao trivial milho/soja (preços elevados) e atenções especiais à sanidade e reprodução.

Trabalho esse que deve ser bem orientado e analisado; até quando essa verticalização na produtividade animal a base de concentrado será viável, sem esquecer da nossa tropicalidade, buscando um ponto de equilibrio e melhor rentabilidade.

Diego Magri Bernardes.
ROGERIO ALVES

BOM JESUS DE GOIÁS - GOIÁS - INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

EM 11/01/2008

Boa tarde,

Acredito que o cenario da cadeia do leite será promissor em 2008 se o mercado interno for comprador e com preços melhores, porque se continuar na atual situação, vai atingir a matéria-prima também,
vai mexer no bolso do produtor e isto não e bom.

Rogerio Alves.
FELIPE PEREIRA

AREIAS - SÃO PAULO - REVENDA DE PRODUTOS AGROPECUÁRIOS

EM 11/01/2008

Bom dia a todos. O leite, na minha opinão, não teve aumento, ele chegou proximo ao seu justo valor. A continuação dos preços pagos ao produtor é uma devida valorização de um produto benéfico à saúde humana de primordial uso na alimentação.
MilkPoint AgriPoint