ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

MS: retração do consumo faz indústria laticínia segurar preço do leite

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 14/08/2015

1 MIN DE LEITURA

0
0
A retração do consumo em decorrência da crise econômica está obrigando a indústria laticínia de Mato Grosso do Sul a segurar o preço do litro de leite em plena entressafra, quando o produto começa a faltar e, historicamente, faz com que os valores sejam reajustados. De acordo com o Conseleite/MS (Conselho Paritário Produtores/Indústrias de Leite de Mato Grosso do Sul), o valor do litro do leite pago pelas indústrias aos produtores está em R$ 0,8109, mas alguns empresários alegam pagar valor acima do estipulado.

Segundo o diretor-presidente do Laticínios Imbaúba, Edgar Rodrigues Pereira, o valor cobrado pelo litro do leite chega a R$ 1,00. “Agosto é um mês crítico e de seca, mas, em decorrência da crise financeira, o preço já está bastante elevado, inviabilizando um novo reajuste no valor final. Além disso, o aumento de custo para o consumidor é proporcional ao aumento de custo para o produtor”, disse.

A empresária Milene Nantes, do Laticínios Tradicional, disse que não há sinais de aumento apesar do período de seca. “Mesmo com a diminuição da produção, também há um cenário de mercado retraído e ainda não absorvemos essa falta, porque o consumo também caiu”, declarou. Já o diretor do Laticínios Rincão, Deolindo Carlos Marques, a expectativa é de baixa nos preços, já que as vendas também estão em ritmo fraco. “O preço pago ao produtor chega a R$ 0,90 e o produto final chega ao mercado a R$ 1,95 para o leite de saquinho”, comentou.

No mercado de derivados, houve aumento crescente nos preços médios do leite durante todo o período das águas, porém, a cotação da mussarela também não acompanha esse mesmo movimento e há uma retração no preço, conforme apontou o gerente da Alvorada Laticínios, Jean Carlos Francischini. “O valor do leite por litro é de R$ 0,98. A valorização foi continua nos últimos meses e a demanda pouco aquecida”, disse.

As informações são do A Crítica. 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint