ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

IBGE: captação formal de leite cai 3,2% no 2º trimestre de 2018

O IBGE divulgou ontem (12) a captação formal de leite no Brasil no 2º trimestre de 2018, período no qual 5,47 bilhões de litros foram captados formalmente, 3,2% a menos em relação ao mesmo período do ano passado. No acumulado do 1º semestre, em 2018 a captação formal foi de 11,47 bilhões de litros, 0,3% inferior em relação ao 1º semestre de 2017. Observe as variações trimestrais no volume captado no gráfico 1.

Gráfico 1. Variação da captação formal de leite em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. Fonte: Elaborado pelo MilkPoint baseado em dados do IBGE.

captação de leite formal no Brasil

Ainda no gráfico 1, é possível notar que o recente crescimento na produção já vinha em desaceleração desde meados de 2017. Isso ocorria basicamente por conta de quedas nos preços aos produtores, encarecimento nos insumos de produção, e margens cada vez mais apertadas.

Mesmo assim, a queda mais abrupta no 2º trimestre de 2018 tem outra justificativa mais relevante: a greve dos caminhoneiros. Ocorrida nos últimos 10 dias de maio, ela foi responsável pela falta de coleta de milhões de litros de leite e, assim, o resultado foi de que, em maio de 2018, o volume de captação foi 9,1% inferior a maio de 2017 e 7,4% inferior a abril de 2018 - bem abaixo da variação mensal média nos últimos 5 anos entre abril e maio, de +1,9%. O gráfico 2 ilustra a comparação mensal entre 2018 e 2017.

Gráfico 2. Comparação mensal de captação formal de leite entre 2018 e 2017. Fonte: Elaborado pelo MilkPoint baseado em dados do IBGE.

captação de leite formal no Brasil

Além disso, em junho/2018 houve queda de 3,3% na comparação com junho/2017, muito por conta do empobrecimento da dieta das vacas durante a greve, que impediu o recebimento de insumos para a alimentação dos animais, afetando assim o volume produzido.  

 

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MARCOS KOCH ORTIZ

CASTRO - PARANÁ

EM 14/09/2018

Poderíamos atribuir a esta queda os impactos na produção geradas pelo pós greve? principalmente pela falta de insumos nos dias parados, acarretando na queda da produção, perca do pico de produção dos animais antecipados, associados a condições climáticas que não foram tão favoráveis para as pastagens no sul do País, região a qual iniciava o período de safra na produção?