FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

EUA: reguladores antitruste avaliam potencial fusão de Dean Foods e DFA

Os reguladores federais antitruste dos EUA estão investigando um possível acordo entre uma grande cooperativa de laticínios e a Dean Foods Co., a gigante do processamento de leite que declarou falência no fim do ano passado, à medida que a indústria de laticínios se realinha após décadas de declínio no consumo de leite.

Segundo autoridades e funcionários do setor, o Departamento de Justiça está discutindo com produtores e varejistas o potencial impacto de tal acordo sobre os preços do leite e a concorrência no setor de lácteos, enquanto a Dean explora as vendas de ativos após a declaração de falência.

A Dean Foods, principal processador de leite dos EUA, buscou a proteção do capítulo 11, em novembro de 2019, depois de anos lutando contra a demanda de leite em queda. Naquele mês, a empresa com sede no Texas e a Dairy Farmers of America (DFA) — maior cooperativa de laticínios dos Estados Unidos — disseram estar em negociações, que continuam.

Alguns grupos levantaram preocupações de que um vínculo entre a Dean e a DFA possa levar a uma concentração excessiva de compradores de leite em algumas partes do país. Como o consumo de leite nos EUA caiu cerca de 40% nas últimas quatro décadas, a produção de leite fluido mudou para um número menor de fazendas, com plantas maiores.

"Estamos investigando se a aquisição da Dean Foods pela Dairy Farmers of America levaria à perda de concorrência pela venda de leite cru", escreveu um advogado antitruste do Departamento de Justiça, em uma mensagem a um produtor de leite, que foi revisada pelo The Wall Street Journal.

Em 1980, 1.066 fábricas nos EUA processaram uma média de 22,7 milhões de quilos de leite por ano, de acordo com dados do Departamento de Agricultura dos EUA. Em 2018, havia 459 plantas, cada uma produzindo uma média de 47 milhões de quilos de leite.

O fechamento e a consolidação das fábricas desafiaram os produtores de leite, forçando alguns a encontrar novos compradores e outros a encerrar a atividade. O Departamento de Agricultura informou havia cerca de 37.500 rebanhos leiteiros nos EUA no final de 2018, ante 57.000 em 2008.

Um acordo entre a Dean e a DFA uniria dois gigantes dos laticínios. A Dean é o maior processador de leite dos EUA, vendendo U$ 4,8 bilhões em 2018. A Dairy Farmers of America estima que comercializa quase um terço do leite nos EUA, contando com a Dean como o maior cliente da cooperativa. A DFA também possui suas próprias plantas de engarrafamento de leite e marcas de laticínios.

Enquanto o consumo geral de laticínios nos EUA está crescendo devido ao aumento nas vendas de queijos e iogurtes, os baixos preços do leite continuam sendo um obstáculo para os produtores, que normalmente recebem um preço mais alto pelo leite cru usado para fazer variedades lácteas para beber. Grandes varejistas como Walmart Inc. e Kroger Co. introduziram marcas mais baratas nas lojas, em alguns casos construindo suas próprias plantas de processamento, pressionando preços e, em alguns casos, reduzindo negócios para processadores como a Dean.

O resultado de qualquer revisão antitruste poderia determinar o destino de dezenas de plantas e outros ativos pertencentes a Dean. As autoridades da concorrência poderiam finalmente decidir não tomar nenhuma ação.

Monica Massey, vice-presidente executiva da DFA, disse que a cooperativa de Kansas City discutiu o possível acordo com o Departamento de Justiça e outras partes e que qualquer acordo estaria sujeito à aprovação do tribunal de falências e reguladores antitruste.

"Quando o maior processador de leite cru do mundo pede falência, temos a obrigação de fazer o possível para garantir esses mercados e trabalhar para minimizar a interrupção de nossos membros e outros produtores", disse ela. "Se um acordo for alcançado, cooperaremos totalmente com os funcionários do Departamento de Justiça, como fizemos com as transações anteriores."

Uma porta-voz de Dean se recusou a comentar. Espera-se que a DFA e um grupo de obrigacionistas façam ofertas pelos ativos da Dean. As audiências de falência serão realizadas em fevereiro.

Alguns produtores de leite elogiaram a possibilidade de a DFA assumir as operações da Dean, preservando um comprador de cerca de 10% do leite produzido nos EUA, de acordo com uma estimativa da empresa. A falência de Dean e a da processadora rival Borden Dairy Co. em janeiro aprofundaram a incerteza para os agricultores depois de anos de baixos preços do leite.

A perspectiva de a DFA acumular mais usinas e poder de compra preocupou outros produtores de leite, que afirmam que a cooperativa já tem um conflito entre seu papel como comerciante do leite dos membros produtores - buscando o preço mais alto possível - e suas operações de processamento, no qual os preços mais baixos do leite ajudam a manter os custos baixos.

"Com a DFA já tendo uma participação bastante significativa no mercado, estamos preocupados com a aquisição de outro grande processador", disse Bobbi Wilson, relações governamentais associadas ao Wisconsin Farmers Union. Ela disse que seu grupo se encontrou na semana passada com autoridades antitruste do Departamento de Justiça de Wisconsin, depois de levantar preocupações sobre o possível acordo.

O Departamento de Justiça de Wisconsin não fez nenhuma declaração. A Dean e a DFA cresceram por meio da aquisição de processadores de leite menores e fusões cooperativas, disseram funcionários do setor. Absorver as operações de Dean poderia dar à DFA mais de 60% das vendas de leite fluido nos mercados do Centro-Oeste como Wisconsin, Minnesota e Iowa, disse Peter Carstensen, professor emérito da Universidade de Wisconsin Madison e ex-advogado antitruste do Departamento de Justiça dos EUA.

A DFA não detalhou quais ativos da empresa a cooperativa pode adquirir. Massey disse que o DFA quer que o maior número possível de plantas de Dean continue a operar, para garantir mercados para o leite dos produtores.

As informações são do The Wall Street Journal, traduzidas pela Equipe MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.