ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

97% dos argentinos dizem que consomem leite todos os dias

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 12/02/2021

3 MIN DE LEITURA

0
0

De acordo com uma pesquisa realizada pela ÓMNIBUS KANTAR com 1000 entrevistas online com homens e mulheres maiores de 18 anos em 2020, 97% dos argentinos afirmam consumir laticínios todos os dias, mas a maioria come entre 1 e 2 porções. Isso significa que o fazem abaixo do que recomendam as Diretrizes Alimentares do país, que sugere comer 3 porções por dia como parte de uma dieta saudável.

Apenas 14% dos argentinos afirmam consumir as recomendadas 3 porções ou mais por dia, destacando que um copo de leite fresco equivale a uma porção. Ou seja, três copos por dia cobririam o ideal que deveria ser consumido.

De todos os lácteos, o leite fluido é sem dúvida o mais acessível, principalmente pelo preço, mas também pela quantidade de formatos e variedades, e pela possibilidade de consumi-lo sozinho ou em receita incorporada a qualquer uma das quatro refeições .

Porém, o consumo do leite e seus derivados é fundamental durante a infância e a adolescência, pois o cálcio é assimilado até os 23 anos de idade, é o que nosso corpo utiliza para manter o depósito desse mineral por toda a vida.

“O consumo do leite é fundamental em todas as fases da vida (crianças, adolescentes, adultos, mulheres em idade fértil, gravidez, lactação, idosos), visto que possui nutrientes essenciais como parte de uma alimentação saudável”, comenta o Grau em Nutrição , Silvina Tasat (MN 1495)

De acordo com as recomendações do Guia Alimentar para a população argentina a partir dos 2 anos de idade, 3 porções de lácteos devem ser consumidas diariamente. “O leite é um dos laticínios mais versáteis quando se trata de cobrir as porções recomendadas, pois permite consumi-lo sozinho, em infusões, em smoothies, em preparações doces ou salgadas. Além de ser um alimento rico em nutrientes como cálcio, proteínas, vitaminas e minerais ”, indicou Tasat.

E frisou: “O leite é uma matriz alimentar que permite a adição e fortificação de diversos nutrientes como cálcio, ômega3, ferro, proteínas, entre outros. Sem esquecer que existem versões sem lactose ou com redução de lactose para quem tem intolerância à lactose ”.

O consumo de leite na Argentina vem caindo sistematicamente nos últimos 10 anos. Entre 2008 e 2019, o consumo de leite caiu 13%, segundo relatório elaborado por economistas da Bolsa de Rosário.

Em relação ao consumo interno, o relatório da Bolsa de Rosário projeta que a média de todo o país, entre 2008 e 2019, atinge cerca de 200 litros de leite por ano.

No entanto, no meio da quarentena, alguns dados encorajadores apareceram. De acordo com o balanço do leite realizado pela Observatório da Cadeia Láctea Argentina (OCLA) a partir de abril de 2020, o consumo da população teve um aumento de 1,8% em relação ao mesmo mês do ano anterior, com um consumo per capita de 56,9 litros de leite equivalente no primeiro semestre deste ano. Esta tendência rende uma estimativa para o ano de 184 litros, quase 1% acima do registado em 2019.

Segundo a Organização da Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), na próxima década, a produção mundial de leite crescerá 1,7% ao ano, enquanto o consumo crescerá 1%.

Ao longo da próxima década (2019-2028), a produção mundial de leite deverá aumentar 1,7% ao ano, de acordo com as últimas perspectivas da OCDE-FAO, refletidas em um relatório do AHDB. Em 2028, a produção mundial de leite deverá atingir 981 milhões de toneladas.

Estima-se que o consumo global de produtos lácteos frescos aumentará 1% ao ano na próxima década. Isso está um pouco acima da taxa atual e é impulsionado por uma população em expansão e aumento da renda nos países em desenvolvimento.

As informações são do Infobae.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint