FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Estudo no Journal of Dairy Science comprova que Velactis reduz o gotejamento de leite e o risco de mastites em vacas

Pesquisa publicada no Journal of Dairy Science também mostra que Velactis diminui em 21% o risco de infecções intramamárias.

Interromper a ordenha de forma abrupta no momento da secagem do leite pode induzir o vazamento do leite, aumentando o risco de infecções intramamárias nas vacas. Artigo publicado na conceituada publicação científica americana Journal of Dairy Science destaca que Velactis, da Ceva Saúde Animal, é eficiente contra esses dois problemas.

A gerente da linha de produtos para pecuária leiteira da Ceva, Beatriz Ortolani, resume que “o estudo publicado relata que vacas tratadas com Velactis, produto da Ceva, diminuem o vazamento do leite em 81%, reduzindo em 21% o risco de infecções intramamárias durante o período seco e também no pós-parto, em comparação ao grupo-controle avaliado pelos pesquisadores”.

Para chegarem a essas conclusões, os pesquisadores estudaram a eficácia de uma injeção intramuscular de 5 mL de Velactis em comparação com um placebo e um tratamento antibiótico. Apenas o uso do medicamento da Ceva obteve sucesso absoluto. Segundo o artigo, uma única injeção do produto foi capaz de reduzir o vazamento de leite logo no dia seguinte à secagem, ao contrário dos demais métodos.

A pesquisa foi realizada em 45 fazendas leiteiras da Hungria, nove da Alemanha e 26 da França, onde fica localizada a sede global da Ceva. Ao todo, os três tratamentos para secagem foram aplicados em cerca de 900 vacas. A íntegra do artigo (em inglês) pode ser lida no Journal of Dairy Science.

“É muito importante dar atenção a esse tema, porque o bom manejo da secagem do leite contribui para o uso racional de antibióticos, cuja utilização indiscriminada não beneficia o animal e está sob vigilância em diversos países. O manejo correto também aumenta o bem-estar animal, já que – logo após o processo de secagem – o ingurgitamento excessivo do úbere e o aumento da pressão intramamária provocam dor e desconforto para a vaca”, diz Beatriz.

Velactis é o primeiro e único facilitador de secagem do leite de vacas do mercado brasileiro. “Entre as lactações, o ideal é que os animais tenham de 45 a 60 dias de período seco, para garantir o seu bem-estar e a qualidade do leite”, detalha a gerente, que também é mestre em medicina veterinária. “Essa solução permite a interrupção abrupta da ordenha sem prejuízos à saúde das vacas, além de diminuir a incidência de dor”, reforça.

Sobre a Ceva

Com faturamento global de € 1,2 bilhão, a Ceva Saúde Animal é a sexta maior empresa do mundo no setor e está presente em mais de 110 países, com atuação focada em pesquisa, desenvolvimento, produção e comercialização de produtos farmacêuticos e biológicos para animais de companhia (pets) e de produção (bovinos, suínos, equinos e aves). No Brasil, a empresa projeta receita de R$ 420 milhões para 2019, com crescimento superior a 15% em relação ao ano passado. Com esse resultado, a empresa assume a quinta posição no ranking nacional de indústrias de produtos para saúde animal.

Para saber mais entre em contato pelo box abaixo:

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.