ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Dicas para produzir leite sustentável na sua propriedade

NOVIDADES DOS PARCEIROS

EM 13/10/2021

3 MIN DE LEITURA

0
0

A pecuária leiteira é um setor produtivo com desafios constantes, com custos de produção elevados ano após ano. Nesse contexto, para agregar valor ao produto, muitos pecuaristas começam a optar pela produção de leite sustentável.

Buscar alternativas sustentáveis na produção leiteira traz benefícios tanto para o meio ambiente como também para o produtor. A adoção de boas práticas e tecnologias sustentáveis de produção permitem que a propriedade consiga diminuir custos e aumentar os lucros.

Iniciativas relacionadas à produção de leite sustentável atraem empresas interessadas em produtos de excelente qualidade e que sejam produzidos de forma sustentável.

Para isso, seguir algumas dicas é fundamental na produção de leite sustentável, permitindo um sistema produtivo mais eficiente e baseado nos aspectos ligados à sustentabilidade.

Entendendo o conceito de leite sustentável

Qualquer atividade sustentável, relacionada à produção pecuária ou não, está ligada ao fato de satisfazer as necessidades atuais sem que haja comprometimento das necessidades da geração futura.

Uma atividade leiteira sustentável é aquela que vai se manter eficiente hoje para atender as necessidades de filhos e netos. Sendo assim, o leite sustentável é um produto da cadeia produtiva leiteira que promove uma exploração economicamente mais viável, ecologicamente mais correta e socialmente mais justa.

Dessa forma, práticas mais sustentáveis e amigáveis ao meio ambiente na produção de leite ganham cada vez mais importância na escolha dos consumidores pelos produtos consumidos.

Em sintonia com essa nova consciência, muitos produtores de leite já se deram conta de que é possível conciliar viabilidade econômica, responsabilidade social e sustentabilidade ambiental.

Dicas para produzir um leite mais saudável na propriedade

Diante do objetivo de produzir um leite baseado em aspectos sustentáveis, destacamos a seguir orientações importantes:

  • Respeite todas as normas ambientais

Para produzir um leite sustentável, sua propriedade deve estar em conformidade com todas as normativas do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (IBAMA) e sem embargos.

O pecuarista deve buscar regularizar-se, de acordo com as normativas do IBAMA e , para isso, é sempre importante consultar o manual de licenciamento ambiental.

Além disso, a legislação indica que devem ser retiradas todas e quaisquer habitações, galinheiros, estábulos, pocilgas, depósitos de defensivos ou outra construção que possam, por infiltração ou por carreamento, contaminar o lençol freático ou poluir diretamente a nascente.

  • Cuide do solo e da água

Além da preocupação com o atendimento das normas ambientais, muitas ações podem ser realizadas para proteger o meio-ambiente e reduzir o impacto ambiental no processo de produção de leite sustentável.

Algumas práticas adotadas na produção podem contribuir para um meio ambiente mais sustentável:

  1. Os bebedouros de fonte artificial devem permitir o fácil acesso dos animais e o fornecimento de água limpa. Mesmo que seja permitido pelo Código Florestal, os produtores de leite devem evitar ao máximo que seus animais tenham acesso a rios e córregos, evitando assim casos de erosão e assoreamento.
  2. A análise de solo para aplicação de fertilizantes e corretivos na produção forrageira é também fundamental. Cabe ao produtor realizar anualmente pelo menos uma análise das áreas de produção, com o objetivo de subsidiar e referenciar os níveis de aplicação de fertilizantes.
  • A alimentação é fundamental para tornar a produção de leite sustentável

As dietas dos animais devem ser muito bem balanceadas, tanto para se obter maior eficiência produtiva dos animais (produzindo mais leite) quanto para reduzir a excreção de nutrientes nas fezes e na urina.

  • Dê o destino correto aos dejetos dos animais

Na produção de leite sustentável, os dejetos gerados pela produção leiteira devem ter tratamento e destinação final adequados, evitando contaminação dos recursos hídricos da propriedade leiteira e as propriedades vizinhas, além das bacias leiteiras.

Uma boa prática é o uso de esterqueiras, que permitem a fermentação do esterco, diminuindo o seu poder poluidor e possibilitando o seu aproveitamento posterior como fertilizante em lavouras e pastagens. Esse recurso também evita a contaminação de rios e córregos pelos dejetos dos animais.

Outro aspecto importante a ser observado é com relação às embalagens de fertilizantes e agrotóxicos, que devem ter uma destinação correta para evitar a contaminação das áreas. Assim, a armazenagem desses materiais deve sempre ser feita em depósito especial, coberto e separado de qualquer medicamento, alimento ou animal e salvo de umidade.

Esse conjunto de ações, associado ao interesse do produtor em promover o desenvolvimento sustentável de sua propriedade é a receita de bons lucros e o baixo impacto ambiental. Você quer mais dicas sobre a produção de leite sustentável em propriedades leiteiras? Então confira nosso e-book exclusivo sobre o tema!

 

Este é um conteúdo do Instituto BioSistêmico.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint