FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

GROW Välling baseia-se na herança sueca para lançar uma alternativa para as fórmulas infantis

POR JULIANA SANTIN

NOVIDADES E LANÇAMENTOS EM LÁCTEOS

EM 20/11/2019

3 MIN DE LEITURA

0
0

A transição das crianças do leite materno para o leite de vaca e alimentos sólidos pode ser frustrante e assustadora para os pais, caso os pequenos rejeitem os novos alimentos. Isto cria uma demanda de mercado para os chamados leites infantis e fórmulas de acompanhamento, que visam fornecer aos consumidores mais exigentes uma boa nutrição e, ao mesmo tempo, facilitar a nova dieta.

Embora essas bebidas possam ser necessárias, a adição comum de sólidos de xarope de açúcar ou de milho e óleos vegetais ômega-6 pode ser indesejável para os pais modernos. Essa foi a motivação de Christina Andersson para trazer ao mercado uma opção melhor do que as fórmulas dos EUA, lançando, no início deste ano, o GROW Välling.

"Existem muitas fórmulas para bebês e fórmulas de reposição no mercado, mas basicamente todas elas adicionam açúcar, o que eu queria evitar ao máximo, principalmente, por recomendação dos pediatras", disse ela.

Ela explicou que, tradicionalmente, o Välling não possui açúcares adicionados - conta com a doçura natural de sua base de aveia. “Ele é um alimento tradicional da Suécia que existe há séculos e é usado por muitas crianças, começando pelos bebês, que estão desmamando ou iniciando dieta com alimentos sólidos, até as crianças, como meu irmão, que bebeu até os 7 anos de idade. É um híbrido entre uma fórmula e um cereal, que faz parte da comunidade agrícola da Suécia, e, historicamente, é feito a partir de aveia ou outro alimento que as famílias têm em casa". 

Ao longo dos anos, ela disse, os fabricantes na Suécia revisaram a fórmula e a fortificaram com vitaminas e minerais que as crianças precisam para crescer. "Essa fórmula é conhecida por suas maravilhosas propriedades, que ajudam os bebês a dormir a noite toda, porque é uma bebida que causa saciedade e é muito nutritiva", explicou ela.

Mas, embora elogie as virtudes do Välling na Suécia, ela também reconheceu que o produto poderia ser melhor. Assim, quando desenvolveu o mix de bebidas em pó da GROW Välling para o mercado americano, ela fortificou a base de aveia tradicional com leite em pó integral de animais criados a pasto, óleo de coco, colágeno bovino, vitaminas C e D, ferro, cálcio, magnésio e ômega- 3 de óleo de peixe. Além disso, deixou de fora adoçantes.

“A aveia tem muitas vitaminas e minerais e pode ter sabor neutro”, mas o cereal por si só “não é a opção mais nutritiva”, e, por isso, o GROW Välling incorpora muitos outros ingredientes que as crianças necessitam.

“Usamos um leite integral produzido a pasto porque sabemos que a gordura dele é boa para bebês. Também sabemos que a dieta americana favorece óleos ricos em ômega-6 em comparação aos ômega-3, e, por isso, acrescentamos este último, além de usar óleo de coco, que é rico em ácido láurico - a gordura encontrada no leite materno”, disse ela.

Ela explicou ainda que a marca optou pelo colágeno bovino como fonte proteica e acrescentou magnésio extra porque ambos "têm efeito calmante e podem ser difíceis para os bebês suprirem apenas com sua dieta". Nesse contexto, o slogan da GROW Välling promete que o mix nutricional sueco “acalmará e nutrirá” bebês e crianças.

Atualmente, a marca está disponível apenas em Nova York, onde Andersson lançou a empresa, bem como em algumas lojas selecionadas em outras cidades, mas a proprietária possui uma ambiciosa estratégia de crescimento para a nova marca.

Nas próximas semanas, ela disse, eles pretendem expandir o portfólio para incluir um produto que agrade crianças mais velhas e que os adultos possam usar em smoothies ou como uma mistura para outras refeições regulares. Além disso, pretendem lançar um välling com probióticos para favorecer a saúde intestinal e o desenvolvimento do cérebro.

Ela também disse que espera expandir a presença da empresa na região de Nova York, concentrando-se primeiro na comunidade sueca, que está familiarizada com a välling e pode ajudar a espalhar a notícia para que, no Winter Fancy Food Show, a marca tenha uma base sólida. 

Para ter sucesso, Andersson reconhece que deve superar desafios substanciais, incluindo educar os americanos sobre o valor do välling e como e quando usá-lo. Para isso, a empresa está passando por uma atualização, que incluirá um novo site e presença nas mídias sociais, além de novas embalagens que explicam melhor como usar o produto e o manter viável por mais tempo. "Pode ser um pouco confuso o que é välling, mas uma vez que os pais entendam, eu sei que eles vão querer e nós vamos crescer", concluiu Andersson.

As informações são do Dairy Reporter, traduzidas pela Equipe MilkPoint.
 

JULIANA SANTIN

Médica veterinária formada pela FMVZ/USP. Contribuo com a geração de conteúdo nos portais da AgriPoint nas áreas de mercado internacional, além de ser responsável pelo Blog Novidades e Lançamentos em Lácteos do MilkPoint Indústria.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint