FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Principais tendências tecnológicas para supermercadistas - parte II

ANDRÉ FARIA GOMES

EM 02/03/2017

4 MIN DE LEITURA

0
0
Experiência Contínua Omni Channel All-Line

Hoje em dia, para que a empresa garanta a sustentabilidade de seu negócio é importante estender suas vendas para além das lojas físicas, e vender também pela internet assim como através de aplicativos de celular. Mais do que isso, é necessário que haja uma tendência no varejo para que não exista mais diferenças entre lojas físicas e on-line, garantindo que a experiência de compra possa ser combinada e integrada entre os diferentes canais.

Por exemplo, o cliente conhece o produto na internet mas compra na loja física, e vice-versa. Ou ainda, enquanto o cliente está no setor de vinhos do mercado, ao mesmo tempo que consulta a disponibilidade e o preço do item, recebe a sugestão de uma peça de queijo que harmonize com aquele vinho.

O Google chama isso de all-line, para nos alertar que não devemos mais separar os mundos on-line do off-line, mas criar uma experiência única, combinada e contínua.

Não podemos esquecer das mídias sociais

O Felipe Faias, do Supermercado Public, me contou um caso de um cliente, que mandou uma mensagem pelo Facebook para o supermercado perguntando se ainda tinha estoque de uma marca de fraldas que estava em promoção na loja. A equipe de marketing que monitora as redes sociais da empresa, rapidamente respondeu que sim, o cliente foi a loja e fez uma compra excepcionalmente grande.

"Esse cliente provavelmente não teria vindo à loja se nossa equipe não tivesse respondido prontamente”, afirmou. Nos dias de hoje a presença nas redes sociais é muito importante, não apenas para divulgar ofertas e promoções, mas para mostrar a loja, sua equipe, seus valores, e mais do que isso: comunicar-se com seus clientes. Os consumidores modernos se manifestam cada vez mais por variados canais e pelas diferentes redes sociais: e-mail, ouvidoria, sites de reclamações, etc. É preciso ficar atento a todos eles.

Agilidade no check-out

A Amazon surpreendeu o mundo com seu supermercado conceito Amazon Go, que permite que seus clientes entrem na loja, peguem seus produtos e saiam sem precisar passá-los no check-out. A tecnologia da gigante varejista estadunidense permite que os produtos escolhidos pelos clientes sejam identificados e computados na conta do consumidor no momento em que ele tira o produto da prateleira, sem a necessidade de escanear o código de barras. Da mesma forma, quando o cliente finaliza suas compras, ele pode ir embora e a conta é debitada de seu cartão de crédito automaticamente.

Incrível, não é? Mas a Monoprix lançou uma solução mais simples para o mesmo problema.

Em resposta a campanha da Amazon, a rede supermercadista francesa Monoprix lançou a campanha-paródia que mostra que no fundo, o que importa nisso tudo não é a tecnologia que segue o cliente na loja e computa os produtos que ele adiciona ao carrinho, mas sim, a agilidade no checkout, e eles já fazem isso há muito tempo sem precisar dessa tecnologia. Na Monoprix, o cliente tem a opção de entregar seus carrinhos aos funcionários do supermercado quando terminam as compras. O supermercado então, entregará as mercadorias na casa do cliente em até 1 hora. Ele poderá pagar em casa com cartão de crédito ao receber suas compras. A Monoprix mostra outra tendência: a entrega em cada vez menos tempo.

Veja o vídeo da Monoprix:



O Sam’s Club tem um programa semelhante nos Estados Unidos chamado de Scan & Go ("Escaneie e vá"), composto de 3 passos que podem ser feitos através do celular do cliente:

1) Escaneie o produto com seu celular
2) Pague com cartão de crédito usando o aplicativo
3) Mostre seu recibo de pagamento no celular ao sair da loja
Sam’s Club

Veja o vídeo de demonstração do Sam’s Club: 



A Rede Tesco Home Plus na Coreia do Sul, com um grande desafio de se destacar no mercado sul coreano com menos lojas do que seu maior concorrente, teve uma grande ideia: “ao invés do cliente vir até nossa loja, nossa loja irá até o cliente”.

Rede Tesco

Eles criaram lojas com prateleiras virtuais nos metrôs das cidades, de forma que o cliente, enquanto espera o metrô com seu smartphone, escaneia o código dos produtos que quer comprar, e em horas os produtos serão entregues em suas casas. Tiveram um crescimento de 130% nas vendas on-line com essa inovação.

Veja o vídeo de demonstração da Rede Tesco:



Uma outra tecnologia simples, que não elimina mas reduz o tempo no checkout é o Papa Filas. Funciona através de 2 equipamentos e necessita de um funcionário do supermercado para auxiliar no processo. Geralmente, para compras de até 10 itens, o funcionário - equipado com um coletor Datalogic Joya e uma impressora térmica de bolso - faz a leitura dos produtos na cesta do cliente, e coloca numa sacola que então é lacrada. 

A impressora emite um QR Code com todos os itens que estão na sacola, o cliente então se dirige ao caixa, apenas apresenta o QR Code e faz o pagamento, sem precisar passar os itens novamente no checkout.

Veja um vídeo que apresenta a tecnologia em funcionamento: 



Outra tecnologia desenvolvida pela Toshiba, permite o reconhecimento de produtos através de uma câmera, em vez de utilizar o código de barras. Isso pode ser especialmente útil para produtos do setor de FLV.

Não importa a abordagem que você escolha, para muitos consumidores o tempo gasto na fila e no pagamento dos produtos já é visto como tempo perdido, e os varejistas que implementarem formas criativas de reduzir ou eliminar esse tempo, ganharão a admiração e a preferência de muitos clientes.

Confira a primeira parte deste artigo clicando aqui.

"Se você aproveitou o conteúdo do MilkPoint durante o ano de 2016, saiba que nossa equipe o preparou com toda a dedicação para você! Vote em nós para o Troféu Agroleite: nos dê esse presente! Clique aqui para votar no MilkPoint como melhor mídia digital"
 

ANDRÉ FARIA GOMES

CEO na Bluesoft em São Paulo, Trainer na Adaptworks, Mentor da Liga Ventures e Investidor na Wow Aceleradora. Bacharel em Sistemas de Informação pela FIAP e MBA Executivo pela Universidade de Pittsburgh.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint